O INSTITUTO BRASILEIRO DO CAFÉ: UMA HISTÓRIA SOBRE O PATRIMÔNIO INDUSTRIAL

Autores

  • Ana Lívia Périco Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho – FCT/UNESP
  • Cristina Maria Perissinotto Baron UNESP-FCT

Palavras-chave:

Patrimônio Industrial, Instituto Brasileiro do Café, Oeste Paulista

Resumo

A história da ocupação da região oeste paulista ocorre em função da expansão do sistema ferroviário. Presidente Prudente se consolida, na década de 40, como importante centro de serviços e produção de produtos agropecuários como café, algodão, amendoim, criação de gado e leite. Em 1952, o Governo Federal cria o Instituto Brasileiro do Café – IBC com o intuito de realizar a política econômica do café brasileiro no país e no exterior. O IBC também edificou vários galpões para armazenamento do produto e, em Presidente Prudente, o galpão é instalado nas adjacências da linha férrea, compondo uma paisagem urbana. Este trabalho apresenta a inserção da edificação a partir da história do Município e discute a importância do edifício para a vida da comunidade. Como resultado desta pesquisa espera-se sensibilizar o poder público, fornecendo subsídios para a gestão e o tombamento desta edificação. Apresenta-se uma proposta projetual de um local de eventos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-06-16

Como Citar

Périco, A. L., & Baron, C. M. P. (2015). O INSTITUTO BRASILEIRO DO CAFÉ: UMA HISTÓRIA SOBRE O PATRIMÔNIO INDUSTRIAL. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 12(1), 105–118. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/ch/article/view/1282