A RELAÇÃO CONTEÚDO-FORMA-DESTINATÁRIO EM PESQUISAS DO ENSINO DE BIOLOGIA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5747/ch.2023.v20.h560

Palavras-chave:

Conhecimento biológico, Didática, Estado do conhecimento

Resumo

Este é o recorte de uma investigação de mestrado e objetiva compreender a relação conteúdo-forma-destinatário em pesquisas de pós-graduação com proposições de intervenção didática do Ensino de Biologia na Educação de Jovens e Adultos que apresentam a Teoria Histórico-Cultural (THC) e a Pedagogia Histórico-Crítica (PHC) como referenciais ou parte do quadro teórico. Metodologicamente o estudo é do tipo Estado do Conhecimento e utilizou o Catálogo de Teses e Dissertações CAPES como banco de dados. Foram analisadas 15 dissertações defendidas entre 2006 e 2019. Os dados evidenciam que os trabalhos não mobilizam apenas a THC e PHC e apresentam outras teorias de bases epistemológicas distintas, como a Epistemologia Genética, Aprendizagem Significativa e Pedagogia Freireana. Há nas produções, a desarticulação entre conteúdos, formas e destinatários e o cotidiano é o principal critério de seleção para os conteúdos e formas a qual recorrem as pesquisas. Os destinatários são tratados empiricamente, a partir de caracterizações que não os consideram como sujeitos concretos a partir de sua condição de precarização do acesso e permanência na escola. Defende-se que os estudos vinculados à THC e PHC assumam o Materialismo Histórico-Dialético e constituam modos de organização do ensino do conhecimento biológico realmente atinados à proposições para a classe trabalhadora.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Lucas Martins de Avelar, Universidade Federal de Goiás

    Doutorando e Mestre em Educação em Ciências e Matemática da Universidade Federal de Goiás (UFG). Licenciado em Ciências Biológicas pelo Instituto de Ciências Biológicas da UFG. Membro do grupo de pesquisa Colligat - (re) pensando a formação de professores de Ciências da Natureza. Membro do Fórum Goiano de Educação de Jovens e Adultos. 

  • Rones de Deus Paranhos, Universidade Federal de Goiás

    Doutor em Educação pela Universidade de Brasília. Professor do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Goiás (UFG) e do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática da UFG. Coordenador do grupo de pesquisa Colligat - (re) pensando a formação de professores de Ciências da Natureza

Referências

ASBAHR, Flávia da Silva Ferreira; OLIVEIRA, Miriam Laís Setti de Almeida Marcelo. Inventário dos grupos brasileiros de pesquisa na teoria histórico-cultural a partir do Diretório de Grupos do CNPq. Obutchénie. Revista de Didática e Psicologia Pedagógica, Uberlândia, v. 5, n. 2, p. 566–587, 2021. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/Obutchenie/article/view/6147. Acesso em: 03 abr. 2022.

AVELAR, Lucas Martins de. O ensino de biologia na educação de jovens e adultos: a perspectiva histórico-cultural como princípio da organização do ensino-aprendizagem. 2022. 351 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemática) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2022. Disponível em: https://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11996. Acesso em 10. ago. 2022.

BARBOSA, Alexandre Rodrigues; SOUZA, Meiriane Conceição de; MAGALHÃES, Pedro. Ensino de FÍSICA E QUÍMIca na EJA: análise das práxis pedagógicas reveladas em dissertações das áreas. In: PARANHOS, Rones de Deus; GUIMARÃES, Simone Sendin Moreira; AVELAR, Lucas Martins de; MENDES, Michel. A pelEJA da Pesquisa: investigação sobre o ensino de ciências da natureza na educação de jovens e adultos. Goiânia: Kelps, 2022, p. 220-268.

BERTOGLIO, Diana Schuch. Estratégias pedagógicas para o ensino de ciências na EJA incluindo atividades em um museu interativo. 2013. 89 f. Dissertação (Mestrado em Ciências e Matemática) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013. Disponível em: https://repositorio.pucrs.br/dspace/handle/10923/3082. Acesso em: 22 jun. 2021.

BRANDOLT, Thelma Duarte Delgado. (Re) construção de conhecimentos dos alunos da educação de jovens e adultos por meio do educar pela pesquisa. 2013. 139 f. Dissertação (Mestrado em Ciências e Matemática) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013. Disponível em: https://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/3462. Acesso em: 22 jun. 2021.

CARVALHO, Vilma Fernandes. O processo de construção de paródias musicais no ensino de biologia na EJA. 2008. 86 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2008. Disponível em: http://www.biblioteca.pucminas.br/teses/EnCiMat_CarvalhoVF_1.pdf. Acesso em: 21 jun. 2021.

COELHO, Leandro Jorge. Ensino de ciências fundamentado na psicologia histórico-cultural e na pedagogia histórico-crítica: indicativos a partir da produção acadêmica. 2019. 198 f. Tese (Doutorado em Educação para a Ciência) - Universidade Estadual Paulista, Bauru, 2019. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/181805. Acesso em: 28 set. 2021.

DUARTE, Newton. Vigotski e o “aprender a aprender”: crítica às apropriações neoliberais e pós-modernas da teoria vigotskiana. 4. ed. Campinas: Autores Associados, 2006.

DUARTE, Newton. Os conteúdos escolares e a ressurreição dos mortos: contribuição à teoria histórico-crítica do currículo. Campinas: Autores Associados, 2016.

DUARTE, Newton; MAZZEU, Francisco José Carvalho; DUARTE, Elaine Cristina Melo. O senso comum neoliberal obscurantista e seus impactos na educação brasileira. Revista on-line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 24, n. esp1, p. 715–736, 2020. Disponível em: https://www.redalyc.org/journal/6377/637766275004/html/. Acesso em: 28 set. 2021.

FERREIRA, Leonardo Augusto Gonçalves. Abordagem temática na EJA: sentidos atribuídos pelos educandos a sua educação científica. 2009. 122 f. Dissertação (Mestrado em Educação Tecnológica) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - CEFET-MG, Belo Horizonte, 2019. Disponível em: https://livros01.livrosgratis.com.br/cp120755.pdf. Acesso em: 20 jun. 2021.

FRAGA, Roberta Fontoura. Avaliação da (re)construção do conceito de ética animal entre alunos da educação de jovens e adultos por meio de uma unidade de aprendizagem em aulas de biologia do ensino médio. 2010. 114 f. Dissertação (Mestrado em Ciências e Matemática) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010. Disponível em: https://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/3382?mode=full. Acesso em: 20 jun. 2021.

FREITAS, Joana Lúcia Alexandre de. Práticas inovadoras de histologia na educação de jovens e adultos. 2015. 248 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Espírito Santo, São Mateus, 2015. Disponível em: https://repositorio.ufes.br/handle/10/5312. Acesso em: 22 jun. 2021.

GALVÃO, Ana Carolina; LAVOURA, Tiago Nicola; MARTINS, Lígia Márcia. Fundamentos da didática histórico-crítica. Campinas: Autores Associados, 2019.

GOMES, Jeedir Rodrigues de Jesus. Concepções cotidianas e científicas sobre competição na Educação de Jovens e Adultos. 2006. 140 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemáticas) - Universidade Federal do Pará, Belém, 2006. Disponível em: https://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/1842. Acesso em: 21 jun. 2021.

GONÇALVES, Carlos Alberto Rodrigues Lopes. O ensino de conceitos ecológicos sistêmicos no nível médio na Educação de Jovens e Adultos. 2015. 128 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 2015. Disponível em: http://forumeja.org.br/go/sites/forumeja.org.br.go/files/goncalves_carlos.pdf. Acesso em: 20 jun. 2021.

LEONTIEV, Alexei Nikolaevich. O desenvolvimento do psiquismo. São Paulo: Centauro, 2004.

LONGAREZI, Andréa Maturano; SOUSA, Walêska Dayse Dias de. Unidades possíveis para uma obutchénie dialética e desenvolvedora. Linhas Críticas, Brasília, v.24, p. 453-474, 2019. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/linhascriticas/article/view/19815/31569. Acesso em: 08 ago. 2021.

MARTINS, Lígia Márcia. O desenvolvimento do psiquismo e a educação escolar: contribuições à luz da psicologia histórico-cultural e da pedagogia histórico-crítica. Campinas: Autores Associados, 2013.

MARTINS, Lígia Márcia. Psicologia histórico-cultural, pedagogia histórico-crítica e desenvolvimento humano. In: MARTINS, Lígia Márcia; ABRANTES, Ângelo Antônio; FACCI, Marilda Gonçalves Dias. (orgs.). Periodização histórico-cultural do desenvolvimento psíquico: do nascimento à velhice. Campinas: Autores Associados, 2016, p. 13-34.

MENDES, Francisco Carlos Pierin. Aprendizagem de ciências naturais dos jovens e adultos na vida e na escola. 2009. 89 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2009. Disponível em: https://acervodigital.ufpr.br/handle/1884/18585. Acesso em: 21 jun. 2021.

MORAES, Maria Célia Marcondes. “A teoria tem consequências”: indagações sobre o conhecimento no campo da Educação. Educação e Sociedade, Campinas, v. 30, n. 107, p. 585-607, maio/ago., 2009. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/ZS6HLdsDxjnLbHqkW5hnh9w/. Acesso em: 08 ago. 2021.

OLIVEIRA, Joana D’arc Marçal Caxeado. Sequência didática sobre transgênicos: colaboratividade e construção de minivídeos como estratégia para aprendizagem científica sobre organismos geneticamente modificados. 2019. 81 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Biologia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2019. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/34271/4/TCM%20JOANA%2019-11rep.pdf. Acesso em: 20 jun. 2021.

PARANHOS, Rones de Deus. Ensino de biologia na educação de jovens e adultos: o pensamento político- pedagógico da produção científica brasileira. 2017. 229 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade de Brasília, 2017. Disponível em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/32153. Acesso em 10. mar. 2021.

PIRES, Izadora dos Santos; MESSEDER NETO, Hélio da Silva. A tríade conteúdo-forma-destinatário: uma análise das práxis pedagógicas do ensino de ciências orientadas pela pedagogia histórico-crítica. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 22, p. 1–36, jan./dez., 2022. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbpec/article/view/35836. Acesso em: 06 abr. 2023.

POMPEU, Sibele Ferreira Coutinho. Abordagem histórica e filosófica no ensino de ciências naturais/biologia para EJA. 2010. 208 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade de Brasília, Brasília, 2010. Disponível em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/7207. Acesso em: 21 jun. 2021.

PORTO, Maria de Lourdes Oliveira. O ensino de biologia na Educação de Jovens e Adultos (EJA) por meio do enfoque ciência-tecnologia-sociedade (CTS): análise de uma proposta desenvolvida. 2014. 381 f. Dissertação (Mestrado em Educação Científica e Formação de Professores) - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Jequié. Disponível em: http://www2.uesb.br/ppg/ppgecfp/producao-turma-mestrado/turma-de-2012/. Acesso em: 22 jun. 2021.

SANTOS, José Rodrigues dos. Multimeios ludo pedagógicos como ferramenta para a aprendizagem significativa em ciências no ensino fundamental na construção da educação de jovens e adultos: um estudo sobre a motivação. 2008. 122 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática). Universidade Luterana do Brasil, Canoas, 2008. Disponível em: http://www.ppgecim.ulbra.br/teses/index.php/ppgecim/article/view/84/77. Acesso em: 20 jun. 2021.

SANTOS, Rosalina Evangelista dos. O processo ensino-aprendizagem de conceitos de botânica em uma turma de jovens e adultos por meio de estratégias didáticas: análise de um projeto de pesquisa-ação. 2016. 133 f. Dissertação (Mestrado em Educação Científica e Formação de Professores) - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Jequié, 2016. Disponível em: http://www2.uesb.br/ppg/ppgecfp/wp-content/uploads/2017/03/Rosalina-02-09.pdf. Acesso em: 21 jun. 2021.

SAVIANI, Dermeval. Trabalho didático e história da educação: enfoque histórico-pedagógico. In: BRITO, Silvia Helena Andrade; CENTENO, Carla Villamaina; LOMBARDI, José Claudinei; SAVIANI, Dermeval. (orgs.). A organização do trabalho didático na história da educação. Campinas: Autores Associados, 2010, p. 11-40.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia Histórico-Crítica: primeiras aproximações. 11. ed. rev. Campinas: Autores Associados, 2013.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia Histórico-Crítica, quadragésimo ano: novas aproximações. 1. ed. Campinas: Autores Associados, 2019.

SILVA, Graziela Lucchesi Rosa da. Educação de jovens e adultos e Psicologia Histórico-Cultural: a centralidade do trabalho na aprendizagem e no desenvolvimento de trabalhadores precariamente escolarizados. 2011. 347 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2011. Disponível em: https://acervodigital.ufpr.br/handle/1884/25549. Acesso em: 11 mai. 2021.

SOUSA, José Moraes. Práticas dialógicas e cidadania no ensino de ciências: uma experiência educativa com mulheres e homens do campo em Curupaiti – Viseu/PA. 2009. 149 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemáticas) - Universidade Federal do Pará, Belém, 2009. Disponível em: https://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/2663. Acesso em: 22 jun. 2021.

TULESKI, Silvana Calvo; MARTINS, Lígia Márcia. Finalidades, conteúdos e procedimentos de ensino em Pistrak, Vigotski e Saviani. In: GALVÃO, Ana Carolina; SANTOS JÚNIOR, Cláudio de Lira; COSTA, Larissa Quachio; LAVOURA, Tiago Nicola. (orgs.). Pedagogia Histórico-Crítica: 40 anos de luta por escola e democracia. Campinas: Autores Associados, 2021, v.1. p. 37-60.

VIGOTSKI, Lev Semionovich. A Construção do pensamento e da linguagem. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

VOSGERAU, Dilmeire Sant’Anna Ramos; ROMANOWSKI, Joana Paulin. Estudos de revisão: implicações conceituais e metodológicas. Diálogo Educacional, Curitiba, v. 14, n. 41, p. 165-189, jan./abr. 2014. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/pdf/de/v14n41/v14n41a09.pdf. Acesso em: 22 abr. 2022.

Downloads

Publicado

2023-07-26

Como Citar

A RELAÇÃO CONTEÚDO-FORMA-DESTINATÁRIO EM PESQUISAS DO ENSINO DE BIOLOGIA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS. (2023). Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 20(1), 230-248. https://doi.org/10.5747/ch.2023.v20.h560

Artigos Semelhantes

1-10 de 167

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >>