PESQUISA-INTERVENÇÃO FORMATIVA NA ESCOLA: DIALOGANDO COM GESTORES, PROFESSORES E ESTUDANTES

Autores

  • Fabiane Salomão Souza FCT/Unesp
  • Irineu Aliprando Tuim Viotto Filho FCT/Unesp

Palavras-chave:

Educação. Pesquisa-Intervenção na escola. Psicologia. Teoria histórico-cultural. Psicologia Histórico-cultural.

Resumo

Este trabalho apresenta as opiniões dos gestores de uma escola do Sistema Municipal de Educação de Presidente Prudente/SP sobre o processo de pesquisa-intervenção formativa realizado na escola. O objetivo da pesquisa foi criar um espaço coletivo de reflexão e discussão na escola, com intuito de propor novas formas de enfrentamento aos problemas que emergem no cotidiano escolar e ampliar a compreensão dos professores a respeito das determinações na produção das queixas escolares. O processo seguiu os fundamentos da Teoria histórico-cultural. Destacamos os resultados parciais obtidos por meio de entrevistas realizadas com os gestores da escola, no que se refere aos encontros de intervenção, os temas trabalhados e sobre as contribuições do processo. Os relatos demonstram que a intervenção possibilitou a construção de um espaço de reflexão e discussão coletivo de natureza crítica, favorecendo a quebra de concepções cristalizadas sobre as queixas escolares, rompendo com a patologização dos processos educacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-05-23

Como Citar

Souza, F. S., & Viotto Filho, I. A. T. (2018). PESQUISA-INTERVENÇÃO FORMATIVA NA ESCOLA: DIALOGANDO COM GESTORES, PROFESSORES E ESTUDANTES. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 15(1), 105–118. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/ch/article/view/2138