PLANO NACIONAL DE CONVIVÊNCIA FAMILIAR E COMUNITÁRIA E A PROTEÇÃO SOCIAL: A FAMÍLIA COMO ESPAÇO PRIORITÁRIO DE DESENVOLVIMENTO

Autores

  • Caroline Simionato TOLEDO - Faculdades Integradas “Antônio Eufrásio de Toledo”
  • Juliene Áglio de Oliveira Parrão TOLEDO - Faculdades Integradas “Antônio Eufrásio de Toledo”

Palavras-chave:

Crianças, Adolescentes, Convivência Familiar, Comunitária

Resumo

A presente pesquisa buscou apontar a importância do Plano Nacional de Promoção, Proteção e Defesa do Direito de Crianças e Adolescentes à Convivência Familiar e Comunitária (PNCFC) no desenvolvimento de crianças e adolescentes. Foi considerado o fato da criança e do adolescente serem pessoas em peculiar desenvolvimento e sujeitos de direitos. Para isso utilizamos o Plano Nacional de Convivência Familiar e Comunitária – PNCFC, o Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA, e outras legislações que prevê a proteção social. O método utilizado foi o materialista dialético, e a metodológica foi a pesquisa bibliográfica e a pesquisa de campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Simionato, C., & Parrão, J. Áglio de O. (2015). PLANO NACIONAL DE CONVIVÊNCIA FAMILIAR E COMUNITÁRIA E A PROTEÇÃO SOCIAL: A FAMÍLIA COMO ESPAÇO PRIORITÁRIO DE DESENVOLVIMENTO. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 11(2), 133–139. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/ch/article/view/1188