APRENDIZ DE PROFESSORA: O INÍCIO DA CARREIRA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5747/ch.2023.v20.h539

Palavras-chave:

Formação de professores. Professor iniciante. Práticas pedagógicas.

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo identificar possíveis desafios enfrentados pelas professoras iniciantes em educação infantil. Para tanto, partimos dos seguintes questionamentos: quais podem ser os desafios enfrentados no início da carreira? Será que esses professores têm apoio dos gestores em suas práticas pedagógicas cotidianas? Quais são as possibilidades que auxiliam em sua adaptação e estabilização na carreira? Para elucidar estes questionamentos realizamos uma pesquisa de caráter qualitativo, e, como metodologia, optamos pela realização de levantamento bibliográfico em plataformas digitais, identificando, na literatura da área da educação infantil, suas especificidades docentes, e, na área da profissionalização docente, o professor iniciante. Optamos, também, pela realização de entrevistas narrativas, na perspectiva da abordagem autobiográfica. Como resultados identificamos que a orientação do trabalho pedagógico, por parte dos gestores escolares, contribui para desenvolvimento profissional. Inferimos que a insegurança e a instabilidade emocional estão presentes no início de carreira, e as possibilidades para adaptar-se à profissão são as aprendizagens adquiridas com os professores mais experientes e atuação em programas de formação de professores, como o Programa de Iniciação a Docência-PIBID são espaços de engajamento na carreira e construção da profissionalidade. Destacamos também o papel do estágio curricular obrigatório, em que é possível adquirir conhecimentos que podem minimizar o choque da entrada no início de carreira.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Hellen Thais dos Santos

    Doutoranda (início em 2014) e Mestre (2013) em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação- PPGE da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho-UNESP/FCT, Câmpus de Presidente Prudente. Especialista em Educação Infantil (2010) pela UNESP/FCT. Graduada em Pedagogia (2006).Possui,também, Habilitação no Magistério para Educação Infantil (2007) pela UNESP/FCT . Graduada em Letras (2004) pela Universidade do Oeste Paulista-UNOESTE. Habilitada no Magistério em Nível Médio-CEFAM (2002). Atuou como professora de Educação Infantil na Rede Privada de Ensino-Colégio Anglo Prudentino (2003-2008) e, também, na Prefeitura Municipal de Presidente Prudente (2009-2011). Atuou como vice-diretora de escola pela Prefeitura Municipal de Pirapozinho (2009) ; como professora titular de cargo efetivo, PEB I, pelo Governo do Estado de São Paulo (2005-2015). Atuou como Professora Coordenadora de Apoio à Gestão Pedagógica-PCAGP( 1º sem de 2014) pelo Governo do Estado de São Paulo. Bolsista CAPES (Doutorado 2014-2016). Participa do grupo de pesquisa FOPREI- UNESP/FCT.Atualmente possui cargo efetivo de diretor de escola no Município de Presidente Prudente

Referências

AMBROSETTI, N. B. et al. Contribuições do PIBID para a formação inicial de professores: o olhar dos estudantes. Educação em Perspectiva. Viçosa, v. 4, n. 1, p. 151-174, jan./jun. 2013.

BATISTA, R.; ROCHA, E. A. C. l. Docência na Educação Infantil: origens de uma constituição profissional feminina. Zero-a-Seis, Florianópolis, v. 20, n. 37, p. 95-11, jan./jun. 2018. DOI https://doi.org/10.5007/1980-4512.2018v20n37p95.

BRASIL. Presidência da República. Decreto nº 7.219, de 24 de junho de 2010. Dispõe sobre o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília: Casa Civil, 2010.

BUJES, M. l. E. Escola infantil: pra que te quero. In: CRAIDY, C. M.; KAERCHER, G. E. P. S. (orgs.). Educação infantil: pra que te quero? Porto Alegre: Artmed, 2001. p. 13-22.

CORSI, A. M. Professoras iniciantes: situações difíceis enfrentadas no início da prática docente. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 28., 2005, Caxambu. Anais [...] Caxambu: ANPED, 2005. p. 1-15. Disponível em: http://28reuniao.anped.org.br/?_ga=2.231424479.1749284633.1676555228-1170018446.1664934007

Acesso em: 16 fev. 2023.

FARIA, A. L. G. de; MELLO, S. M. (org.) Territórios da infância: linguagens, tempos e relações para uma pedagogia para as crianças pequenas. 2. ed. Campinas: Autores Associados, 2009.

GABARDO, C. V.; HOBOLD, M. S. Início da docência: Investigando professores do ensino fundamental. Revista Brasíleira de Pesquisa sobre formação docente, Belo Horizonte, v. 3, n. 5, p. 85-97, ago/dez. 2011.

GOMES, M. O. Formação de professores na educação infantil. 2.ed. São Paulo: Cortez, 2013.

HUBERMAN, M. O ciclo de vida profissional dos professores. In: Nóvoa, A (org.). Vida de professores. 2 ed. Porto, Portugal: Porto Ed, 1995. p. 31-61.

IMBERNÓN, F. La formación y el desarrollo profesional del profesorado: hacia uma nueva cultura profesional. 3.ed. Barcelona: Graó, 1998.

LIMA, E. F. de. A construção do início da docência: reflexões a partir de pesquisas brasileiras. Educação, v. 29, n. 2, p. 85-98, 2004. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/3841/2195. Acesso em: 16 fev. 2023.

LIMA, E. F. (org.) Sobrevivências no início de carreira. Brasília: Líber Livro, 2006.

MANTOVANI, S.; PERANI, R. Uma profissão a ser Inventada: o educador da primeira infância. Pro-Posições, Campinas, v. 10, n. 1, p. 75-98, 1999.

MARCELO GARCIA, C. Formação de professores: para uma mudança educativa. Portugal: Porto Editora, 1999.

MARIANO, A. l. S. Aprendendo a ser professor no início da carreira: um olhar a partir da ANPED. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 28., 2005, Caxambu. Anais [...] Caxambu: ANPED, 2005. p. 1-5. Disponível em: http://28reuniao.anped.org.br/?_ga=2.236014273.1749284633.1676555228-1170018446.1664934007. Acesso em: 16 fev. 2023.

MARIANO, A. L. S. Aprendendo a ser professor no início da carreira: um olhar a partir da ANPED. In:

MARTINS, P. L. O. Professor Iniciante. In: OLIVEIRA, D. A.; DUARTE, A. M. C.; VIEIRA, L. M. F. DICIONÁRIO: trabalho, profissão e condição docente. Belo Horizonte, 2010. CD-ROM.

NEVES, J. G. Cultura escrita e narrativa autobiográfica: implicações na formação. In: CAMARGO, M. R. R. M. de (org.). Leitura e escrita como espaços autobiográficos de formação [online]. São Paulo: Editora UNESP, 2010. Disponível em: http://books.scielo.org/id/zz66x/pdf/camargo-9788579831263-09.pdf. Acesso em: 31 maio 2021.

NONO, M. A.; MIZUKAMI, M. G. N. Processos de formação de professoras iniciantes. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 87, n. 217, p. 382-400, set./dez. 2006. Disponível em: http://rbep.inep.gov.br/ojs3/index.php/rbep/article/view/1450/1189. Acesso em: 01 fev. 2023.

NÓVOA, A. Professores: imagens do futuro presente. Lisboa: Educa, 2009.

PAPI, S. O. G.; MARTINS, P. L. O. Professores iniciantes: as pesquisas e suas bases teórico-metodológicas. Linhas Críticas, Brasília, v. 5, n. 29, p. 251-269, jul./dez. 2009. https://doi.org/10.26512/lc.v15i29.3545

PASSEGGI, M. C.; SOUZA, E. C. ; VICENTINI, P. P. Entre a vida e a formação: pesquisa (auto) biográfica, docência e profissionalização. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 27, n. 1, p. 369-386, 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/j/edur/a/hkW4KnyMh7Z4wzmLcnLcPmg/?lang=pt. Acesso em: 01 fev. 2023. https://doi.org/10.1590/S0102-46982011000100017

PIMENTA, S. G.; LIMA, M. S. L. Estágio e docência. São Paulo: Cortez, 2012.

SANTOS, H. T. A constituição da profissionalização docente em creche: narrativas autobiográficas. Curitiba: CRV, 2017. DOI https://doi.org/10.24824/978854441869.7.

SOUZA, E. C.; FORNARI, L. M. S. Pesquisa em educação: novos horizontes e possibilidades teórico-metodológicas (Apresentação). Revista FAEEBA, Salvador, v. 22, p. 15-18, 2013. https://doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2013.v22.n40.p15-18

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 16. ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2014.

ZABALZA, M. A. Os dilemas práticos na ação de professores. In: Zabalza, M. A. Diários de aula. Porto: Porto Editora, 1994. p. 61-77.

Downloads

Publicado

2023-02-17

Como Citar

APRENDIZ DE PROFESSORA: O INÍCIO DA CARREIRA NA EDUCAÇÃO INFANTIL . (2023). Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 20(1), 27-49. https://doi.org/10.5747/ch.2023.v20.h539

Artigos Semelhantes

1-10 de 536

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)