MEMÓRIAS DE HOMOSSEXUALIDADES, ESCOLARIZAÇÕES E HOMOFOBIAS

Autores

  • Fernando Guimarães Oliveira da Silva Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
  • José Antonio de Souza Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Palavras-chave:

Memória. Escolarizações. Homossexualidades. Homofobias

Resumo

É uma pesquisa de pós-graduação em educação que objetiva reviver memórias de sujeitos do gênero masculino e homossexuais sobre violências físicas e não físicas experienciadas durante o período escolar. Metodologicamente, orientamo-nos pelo viés das pesquisas pós-críticas em educação por se tratar de assuntos que desestabilizam modelos universalizantes que usam explicações que têm a essência e a natureza como elementos classificadores das pessoas. Essa abordagem prevê pluralizar sentidos sobre a questão da construção social acerca do gênero e das sexualidades para melhor contextualizar como os sujeitos participantes da pesquisa inserem suas memórias discursivas. Dada a concepção dessa abordagem, nosso estudo propôs a participação a um grupo do Facebook denominado de Grupo Gay Facebook Brasil (GGFBR), onde postamos um convite para movimentar a participação. Contamos com oito sujeitos que possuem uma variedade de diferenças (faixa etária, região brasileira, trajetórias de vida) que associadas à questão do atendimento escolar nos trazem uma diversidade de assuntos para que a questão das sexualidades e suas performatividades sejam validadas em ambiente escolar. Como conclusão, a sexualidade emerge como um assunto que também compõe a construção da subjetividade, o que pode levar demandas necessárias para se discutir equidade, ética e pluralidade de constituição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Guimarães Oliveira da Silva, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Professor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS/Jardim). Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Maringá (UEM).

José Antonio de Souza, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Professor do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS/Paranaíba). Doutor em Letras pela Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Referências

BENTO, Berenice. Na escola se aprende que a diferença faz a diferença. Estudos Feministas. Florianópolis, v. 19, n. 2, p. 549-559, 2011. Disponível em: <<http://www.scielo.br/pdf/ref/v19n2/v19n2a16.pdf>>. Acesso em: 03 set. 2019.
BORRILLO, Daniel. Homofobia: história e crítica de um conceito. Belo Horizonte: Autentica, 2010.
BUTLER, Judith. Vida precária. Contemporânea. São Carlos, v. 1, n. 1, p. 13-33, 2011. Disponível em: <<http://www.contemporanea.ufscar.br/index.php/contemporanea/article/view/18/3>>. Acesso em: 3 set. 2019.
CORACINI, Maria José. A celebração do outro: arquivo, memória e identidade: línguas (materna e estrangeira), plurilinguismo e tradução. Campinas: Mercado das Letras, 2007.
DELEUZE, Gilles. Foucault. São Paulo: Brasiliense, 2005
DINIS, Nilson F. Homofobia e educação: quando a omissão também é sinônimo de violência. Educar em Revista. Curitiba, n. 39, p. 39-50, 2011. Disponível em: <<http://www.scielo.br/pdf/er/n39/n39a04.pdf >>. Acesso em: 12 ago. 2019.
FICTÍCIO, Fictício. Sujeitos homossexuais fictícios. 2015. Dissertação (Mestrado em educação) – Universidade Fictícia, Cidade Fictícia, 2015.
FOUCAULT, Michel. A Arqueologia do saber. 3ª ed. Rio de Janeiro: Forense universitária, 1972.
______. A vida dos homens infames. In: ______. Ditos e escritos IV. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003, p. 203-222.
______. Os anormais. Tradução Eduardo Brandão. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010
______. Vigiar e Punir. 27ª ed. Petrópolis: Vozes, 1987.
GUATTARI, Felix; ROLNIK, Suely. Micropolítica: cartografias do desejo. 4ª ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1996.
JUNQUEIRA, Rogério D. Homofobia nas escolas: um problema de todos. In: ______. Diversidade sexual na educação: problematização sobre a homofobia nas escolas. Brasília: MEC/SECAD, 2009. p. 13-52.
LOURO, Guacira L. Heteronormatividade e homofobia. In: JUNQUEIRA, Rogério D. Diversidade sexual na educação: problematização sobre a homofobia nas escolas. Brasília: MEC/SECAD, 2009. p. 85-94.
MEYER, Dagmar E; PARAISO, Marlucy A. Metodologias de pesquisas pós-críticas em educação. 2ª ed. Belo Horizonte, MG: Mazza Edições, 2014. p. 49-64.
RIOS, Roger R. Homofobia na perspectiva dos direitos humanos e nos contextos dos estudos sobre preconceito e discriminação. In: JUNQUEIRA, Rogério D. Diversidade sexual na educação: problematização sobre a homofobia nas escolas. Brasília: MEC/SECAD, 2009. p. 53-84.
SCHULMAN, Sarah. Homofobia familiar: uma experiência em busca de reconhecimento. Bagoas - Estudos gays: gêneros e sexualidades. Rio Grande do Norte, v. 4, n. 05, 2012. Disponível em: <<https://periodicos.ufrn.br/bagoas/article/view/2312>>. Acesso em: 03 set. 2019.
SEFFNER, Fernando. Equívocos e armadilhas na articulação entre diversidade sexual e políticas de inclusão escolar. In: JUNQUEIRA, Rogério D. Diversidade sexual na educação: problematização sobre a homofobia nas escolas. Brasília: MEC/SECAD, 2009. p. 125- 140.

Downloads

Publicado

2019-11-20

Como Citar

Silva, F. G. O. da, & Souza, J. A. de. (2019). MEMÓRIAS DE HOMOSSEXUALIDADES, ESCOLARIZAÇÕES E HOMOFOBIAS. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 16(3), 17–33. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/ch/article/view/3280

Edição

Seção

DOSSIÊ: RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS, GÊNERO E EDUCAÇÃO