DIFERENTES FORMAS DE REPETIÇÃO NO ATENDIMENTO LÚDICO

Autores

  • Joyce Garbosa de Azevedo
  • Fábio Camargo Bandeira Villela

Palavras-chave:

Winnicott, brincadeira, desenvolvimento emocional, repetição, elaboração

Resumo

A criança que brinca tem a possibilidade de expandir sua personalidade e solucionar conflitos próprios do desenvolvimento emocional. A FCT/UNESP desenvolve um projeto denominado Desenvolvimento de atividades lúdicas para alunos com dificuldades emocionais, que visa atender, por meio da brincadeira, crianças de uma escola da rede municipal com dificuldades em seu desenvolvimento emocional. Com base na teoria de Winnicott, o artigo investiga e distingue duas repetições que envolvem a brincadeira, as quais foram observadas nas atividades lúdicas: durante o brincar e com o estabelecimento de um vínculo, a criança pode simbolizar e elaborar seu conflito através da brincadeira; entretanto, diante de um conflito intenso, a criança pode passar a repetir certa brincadeira ou conduta, compulsivamente, fortalecendo as resistências e aumentando a ansiedade. O artigo visa fornecer elementos teóricos para subsidiar a compreensão das atividades lúdicas destinadas a auxiliar a criança na elaboração de seus conteúdos psíquicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-03-26

Como Citar

Garbosa de Azevedo, J., & Camargo Bandeira Villela, F. (2018). DIFERENTES FORMAS DE REPETIÇÃO NO ATENDIMENTO LÚDICO. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 14(4), 123–128. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/ch/article/view/2215