MASCULINIDADES NA ESCOLA: REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5747/ch.2022.v19.h563

Palavras-chave:

Gênero, Masculinidades, Escola, Exclusão Social, Educação

Resumo

Consideramos uma pluralidade de formas de ser/estar homem, formas essas construídas a partir da repetição de signos sociais generificados. A partir disso, o objetivo deste estudo foi analisar a literatura publicada no formato de artigos científicos entre 2015-2022 sobre as masculinidades no contexto escolar. Metodologicamente, o estudo consiste em uma revisão integrativa da literatura, com universo de 51 artigos. Os dados foram analisados descritivamente através de um instrumento denominado ‘protocolo de RI’ e posteriormente os achados foram submetidos ao procedimento de análise de conteúdo. Como resultados, foi possível construir sete categorias: 1) Performatividade de masculinidade na escola; 2) Professores/as e a normatização das masculinidades; 3) Homens professores; 4) Masculinidades negras na escola; 5) Violência nas escolas e masculinidades; 6) Homossexualidade masculina na escola; 7) Masculinidades alternativas na escola. A análise sugere que a performatividade de masculinidade na escola envolve aspectos como virilidade, força, mudanças corporais e comportamentos como o incentivo a prática de exercício físico. Na escola, o referencial de masculinidade é o cis-heterossexual-branco, e que a escola tentar produzir sujeitos masculinos a partir desse padrão, sem considerar que as situações de violência escolar são atreladas a este modelo. Professores homens não são bem vistos na educação infantil, pois o lugar de cuidado é generificados para mulheres e as masculinidades negras, bem como as masculinidades homossexuais são rechaçadas e negligenciadas por todo o corpo escolar. Por fim, conclui-se que é necessário a construção de masculinidades alternativas na escola, mas isso requer o compromisso de diversos atores sociais/políticos.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Referências

ALLEN, Quaylan. “They write me off and don't give me a chance to learn anything”: Positioning, discipline, and Black masculinities in school. Anthropology & Education Quarterly, Nova Jersey, v. 48, n. 3, p. 269-283, 2017. Disponível em: https://anthrosource.onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/aeq.12199. Acesso em: 29 ago. 2023.

ÁLVAREZ, Iriana Sanchez; MENÉNDEZ, Carmem Rodriguez; PÉREZ, Omar Garcia. La educación física en educación primaria: espacio de construcción de las masculinidades y feminidades. Retos, Úbeda, v. 38, p.143-150, 2020. Disponível em: https://recyt.fecyt.es/index.php/retos/article/view/74343. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.47197/retos.v38i38.74343.

ANAND, Meenu. Gender understandings among teachers and students: discourses from Delhi. South Asia Research, Newbury Park, v. 38, n. 3, p. 307-326, 2018. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/0262728018799469#tab-contributors. Acesso em: 01 maio 2023. DOI: https://doi.org/10.1177/0262728018799469.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BHANA, Deevia; MAYEZA, Emmanuel. We don’t play with gays, they’re not real boys… they can’t fight: Hegemonic masculinity and (homophobic) violence in the primary years of schooling. International journal of educational development, Amsterdã, v. 51, p. 36-42, 2016. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0738059316302036. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1016/j.ijedudev.2016.08.002.

BHANA, Deevia; MAYEZA, Emmanuel. ‘Cheese boys’ resisting and negotiating violent hegemonic masculinity in primary school. Norma, Londres, v. 14, n. 1, p. 3-17, 2019. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/18902138.2018.1494402. Acesso em: 01 maio 2023. DOI: https://doi.org/10.1080/18902138.2018.1494402.

BHANA, Deevia; JANAK, Raksha; PILLAY, Daisy; RAMRATHAN, Labby. Masculinity and violence: Gender, poverty and culture in a rural primary school in South Africa. International Journal of Educational Development, Amsterdã, v. 87, p. 102509, 2021. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0738059321001620. Acesso em: 29 agosto. 2023. DOI: https://doi.org/10.1016/j.ijedudev.2021.102509.

BOURDIEU, Pierre. A reproduçăo. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1992.

BRAZÃO, José Paulo Gomes; DIAS, Alfrancio Ferreira. Relações de género e do corpo na Escola: Diretivas promotoras de culturas inclusivas para as práticas pedagógicas. Revista Cocar, Belém, v. 14, n. 29, p. 61-72, 2020. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/3347 . Acesso em 01 maio 2023.

BRITO, Leandro Teofilo; COUTO JUNIOR, Dilton Ribeiro. Performatizações dissidentes na escola: masculinidades precárias em discussão. Revista Periódicus, Salvador, v. 1, n. 11, p. 284-302, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/revistaperiodicus/article/view/28893. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.9771/peri.v1i11.28893.

BUTLER, Judith. Problemas de gênero: feminismo e a subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

CAETANO, Marcio Rodrigo Vale; SILVA JÚNIOR, Paulo Melgaço da; HERNANDEZ, Jimena de Garay. Ninguém nasce homem, torna-se homem: as masculinidades no corpo e o corpo nas práticas curriculares das masculinidades. Revista Periódicus, Salvador, v. 1, n. 2, p. 8-18, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/revistaperiodicus/article/view/12873. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.9771/peri.v1i2.12873.

CAETANO, Marcio; SILVA JÚNIOR, Paulo Melgaço da; GOULART, Treyce Ellen Silva. Famílias, masculinidades e racialidades na escola: provocações queer e decoloniais. Revista da FAEEBA-Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 25, n. 45, p. 127-143, 2016. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0104-70432016000100127&lng=es&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 29 agosto. 2023. DOI: https://doi.org/10.2015/jan.abr.v25n45.010.

CELIS, Jorge. 'The Age of School Shootings': A Sociological Interpretation on Masculinity. Actualidades Investigativas en Educación, San José, v. 15, n. 1, p. 520-541, 2015. Disponível em: https://www.scielo.sa.cr/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1409-47032015000100022. Acesso em: 01 maio. 2023.

CHAMORRO, Juan José Arias; VERJEL, Kathy Alejandra Navarro; GARNICA, Laura Daniela Ortega. Agentes educadores y estereotipos sobre masculinidad: reflexiones para la formación de identidades masculinas alternativas. Revista Perspectivas, San José de Cucuta, v. 4, n. 1, p. 14-22, 2019. Disponível em: https://revistas.ufps.edu.co/index.php/perspectivas/article/view/1751. Acesso em: 01 maio. 2023. DOI: https://doi.org/10.22463/25909215.1751.

CONNELL, Robert; MESSERSCHMIDT, James. Masculinidade hegemônica: repensando o conceito. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 21, n. 1, p. 241-282, 2013. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ref/a/cPBKdXV63LVw75GrVvH39NC/?lang=pt#ModalTutors. Acesso em: 01 maio. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-026X2013000100014.

CONNELL, Robert Masculinities. Berkeley: University of California Press, 1995.

COYNE, Sarah; LINDER, Jennifer Ruh; BOOTH, McCall; KEENAN-KROFF, Savannah; SHAWCROFT, Jane; YANG, Chongming. Princess power: Longitudinal associations between engagement with princess culture in preschool and gender stereotypical behavior, body esteem, and hegemonic masculinity in early adolescence. Child Development, Nova Jersey, v. 92, n. 6, p. 2413-2430, 2021. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/34287828/. Acesso em: 01 maio. 2023. DOI: https://doi.org/10.1111/cdev.13633.

CRENSHAW, Kimberlé. Documento para o encontro de especialistas em aspectos da discriminação racial. Revista de Estudos Feministas, Florianópolis, v. 10, n. 1, p. 171-187, 2022. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ref/a/mbTpP4SFXPnJZ397j8fSBQQ/abstract/?lang=pt. Acesso em: 29 agosto. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-026X2002000100011.

CRISTO, Hélio Souza. Estado, sociedade e educação: a escolarização de corpos e mentes na produção de masculinidades e feminilidades. Revista Espaço Acadêmico, Maringá, v. 16, n. 188, p. 97-109, 2017. Disponível em: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/EspacoAcademico/article/view/31911. Acesso em: 01 maio. 2023.

DOMÍNGUEZ, Daniel Daniel Solís; LOZANO, Consuelo Patricia Martínez. La masculinidad en escuelas secundarias públicas de San Luis Potosí, México. Masculinidades y cambio social, Barcelona, v. 7, n. 2, p. 124-152, 2018. Disponível em: https://www.hipatiapress.com/hpjournals/index.php/mcs/article/view/3329. Acesso em: 29 agosto. 2023. DOI: https://doi.org/10.17583/mcs.2018.3329.

ELLIOTT, Katheleen. Challenging toxic masculinity in schools and society. On the Horizon, Bingley, v. 26, n. 1, p. 17-22, 2018. Disponível em: https://www.proquest.com/docview/2035677851. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1108/OTH-11-2017-0088.

EVANS, David; PEARSON, Alan. Systematic reviews: gatekeepers of nursing knowledge. Journal of Clinical Nursing, Bethesda, v. 10, n. 5, p. 593-599, 2001. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/11822509/. Acesso em: 29 agosto. 2023. DOI: https://doi.org/10.1046/j.1365-2702.2001.00517.x.

FARR, Kathyn. Adolescent rampage school shootings: responses to failing masculinity performances by already-troubled boys. Gender Issues, Berlin, v. 35, p. 73-97, 2018. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s12147-017-9203-z. Acesso em: 29 agosto. 2023. DOI: https://doi.org/10.1007/s12147-017-9203-z.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1996.

FREITAS, Claudia Jorge; BAIÃO, Jonê Carla. “Queria Ter Nascido Menina”: descumprindo normas e masculinidades na escola. Diversidade e Educação, Rio Grande, v. 7, n. 2, p. 292-309, 2019. Disponível em: https://periodicos.furg.br/divedu/article/view/9611. Acesso em: 29 agosto. 2023. DOI: https://doi.org/10.14295/de.v7i2.9611.

GARCÍA, Jesús Yugueros. La coeducación en la escuela como modelo se socialización. EHQUIDAD. Revista Internacional de Políticas de Bienestar y Trabajo Social, Logroño, n. 4, p. 61-70, 2015. Disponível em: https://revistas.proeditio.com/ehquidad/article/view/938. Acesso em: 29 agosto. 2023. DOI: https://doi.org/10.15257/ehquidad.2015.0009.

GARCIA, Rafael Marques; BRITO, Leandro Teofilo. Performatizações queer na educação física escolar. Movimento, Porto Alegre, v. 24, p. 1321-1334, 2022. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/82502. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.82502.

GERDIN, Goran; OVENS, Alan. Spatialising health work in schools–exploring the complex interconnection of space, health, physical education and masculinity. Nordic Journal of Studies in Educational Policy, London, n. 1, p. 30158, 2016. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.3402/nstep.v2.30158. Acesso em: 29 agosto. 2023. DOI: https://doi.org/10.3402/nstep.v2.30158.

GEREŠ, Natko; ORPINAS, Pamela; RODIN, Urelija; ŠTIMAC-GRBIĆ, Danijela; MUJKIĆ, Aida. Bullying and attitudes toward masculinity in Croatian schools: Behavioral and emotional characteristics of students who bully others. Journal of interpersonal violence, Nova York, v. 36, n. 7-8, p. 3496-3513, 2021. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/0886260518777011. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1177/0886260518777011.

GUEVARA, Lourdes Consuelo Pacheco-Ladrón. Adolescencia rural indígena, escuela y masculinidades. La manzana de la discordia. San Fernando, v. 13, n. 1, p. 69-76, 2018. Disponível em: https://manzanadiscordia.univalle.edu.co/index.php/la_manzana_de_la_discordia/article/view/6715. Acesso em: 29 agosto. 2023. DOI: https://doi.org/10.25100/lamanzanadeladiscordia.v13i1.6715.

HICKEY, Chris; MOONEY, Amanda. Challenging the pervasiveness of hypermasculinity and heteronormativity in an all-boys school. The Australian Educational Researcher, Sidney, v. 45, n. 2, p. 237-253, 2018. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s13384-017-0249-4. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1007/s13384-017-0249-4.

HORTON, Paul. The bullied boy: masculinity, embodiment, and the gendered social-ecology of Vietnamese school bullying. Gender and Education, London, v. 31, n. 3, p. 394-407, 2019. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/09540253.2018.1458076. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1080/09540253.2018.1458076.

INGRAM, Katherine; DAVIS, Jordan; ESPELAGE, Dorothy; HATCHEL, Tyler; MERRIN, Gabriel; VALIDO, Alberto; TORGAL, Cagil. Longitudinal associations between features of toxic masculinity and bystander willingness to intervene in bullying among middle school boys. Journal of school psychology, Amsterdã, v. 77, p. 139-151, 2019. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31837723/. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jsp.2019.10.007.

JAEGER, Angelita Alice; JACQUES, Karine. Masculinidades e docência na educação infantil. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 25, p. 545-570, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ref/a/M9qfpLxghJxZPF7qxKDG59n/abstract/?lang=pt. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/1806-9584.2017v25n2p545.

JANUÁRIO, Soraya Barreto. Masculinidades em (re)construção: gênero, corpo e publicidade. Covilhã: Editora LabCom-IFP, 2016.

JOY, Phillip; LARSSON, Haka. Unspoken: exploring the constitution of masculinities in Swedish physical education classes through body movements. Physical Education and Sport Pedagogy, London, v. 24, n. 5, p. 491-505, 2019. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/17408989.2019.1628935. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1080/17408989.2019.1628935.

JUNQUEIRA, Rogério Diniz. (org.) Diversidade sexual na educação: problematizações sobre homofobia nas escolas. Brasília: Ministério da Educação/UNESCO, 2009.

KIMMEL, Michael. A produção simultânea de masculinidades hegemônicas e subalternas. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, v. 4, n. 9, p.103-117, 1998. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ha/a/B5NqQSY8JshhFkpgD88W4vz/?lang=pt. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-71831998000200007.

LINARES, Ângela Saiz; LÓPEZ, Noelia Ceballos. Hemos aprendido que los hombres no son más importantes que las mujeres. Una investigación sobre la construcción de una escuela coeducativa en Cantabria (España). Cadernos Pagu, Campinas, n. 61, p. e216117-e216117, 2021. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cpa/a/X7qXZ8nTrggy5cRjCqCXNtS/#ModalTutors. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/18094449202100610018.

LOURO, Guacira Lopes. O corpo educado: pedagogias da sexualidade. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

MARTINEZ, Eligio. The Education of Escobar Cruz: Sports, Identity and Masculinity in Middle School. Middle Grades Review, Orono, v. 4, n. 3, p. 1-5, 2018. Disponível em: https://scholarworks.uvm.edu/mgreview/vol4/iss3/3/ . Acesso em: 01 maio. 2023.

MARTINS, João Rodrigo Vedovato. Gênero, infância e periferia. Cadernos de Gênero e Diversidade, Salvador, v. 2, n. 1, p. 11-19, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/cadgendiv/article/view/16538. Acesso em 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/18094449202100610018.

MAYEZA, Emmanuel; BHANA, Deevia. Boys and bullying in primary school: Young masculinities and the negotiation of power. South African Journal of Education, Petroria, v. 41, n. 1, p.1-8, 2021. Disponível em: http://www.scielo.org.za/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0256-01002021000100009. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.15700/saje.v41n1a1858.

MEYER, Illan. Prejudice, social stress, and mental health in lesbian, gay, and bisexual populations: conceptual issues and research evidence. Psychol Bull. Bethesda, v. 129, n. 5, p. 674-697, 2003. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2072932/. Acesso em 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1037%2F0033-2909.129.5.674.

MOTSA, Ncamsile. Masculinities and femininities through teachers’ voices: Implications on gender-equitable schooling for vulnerable children from three primary schools in Swaziland. TD: The Journal for Transdisciplinary Research in Southern Africa, Cape Town, v. 14, n. 1, p. 1-9, 2018. Disponível em: https://td-sa.net/index.php/td/article/view/540/900. Acesso em: 30 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.4102/td.v14i1.540.

NEVES, Francisco de Jesus; BATISTA, Erika de Souza; LEVANDOSKI, Gustavo. Visões preconceituosas e homofóbicas de estudantes do ensino médio. TEXTURA-Revista de Educação e Letras, Canoas, v. 22, n. 49, p. 5-21, 2020. Disponível em: http://www.periodicos.ulbra.br/index.php/txra/article/viewFile/4899/3663. Acesso em 30 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.17648/textura-2358-0801-22-4899.

QIN, Kogji; LI, Guogang. Understanding immigrant youths’ negotiation of racialized masculinities in one US high school: An intersectionality lens on race, gender, and language. Sexuality & Culture, Berlin, v. 24, n. 4, p. 1046-1063, 2020. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s12119-020-09751-3. Acesso em: 30 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1007/s12119-020-09751-3.

ROGERS, Adam; DELAY, Dawn; MARTIN, Carol Lynn. Traditional masculinity during the middle school transition: Associations with depressive symptoms and academic engagement. Journal of youth and adolescence, Berlin, v. 46, p. 709-724, 2017. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/27435597/. Acesso em 30 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1007/s10964-016-0545-8.

SANTOS, Daniel dos. Ogó: encruzilhadas de uma história das masculinidades e sexualidades negras na diáspora atlântica. Universitas Humanas, Brasília, v. 11, n. 1, p. 7-20, 2014. Disponível em: https://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/universitashumanas/article/view/2923. Acesso em: 30 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.5102/univhum.v11i1.2923.

SANTOS, Hugo; SILVA, Sofia Marques; MENEZES, Izabel. Para uma visão complexa do bullying homofóbico: desocultando o quotidiano da homofobia nas escolas. Ex aequo, Lisboa, v. 36, p. 117-132, 2017. Disponível em: https://exaequo.apem-estudos.org/files/2017-12/07-hugo-m.-santos-sofia-marques-da-silva-isabel-menezes.pdf. Acesso em: 30 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.22355/exaequo.2017.36.07.

SANTOS, Maria Helena; CRUZ, Eduardo Ferreira; MARQUES, Antônio Manuel. Gênero e pré-escola: experiências e estratégias de homens educadores de infância. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 52, p. 1-19, 2022. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cp/a/PWYM5S9QkT6zMb3FFprZmbF/abstract/?lang=pt. Acesso em 30 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/198053148974.

SANTOS, Welson Barbosa; DINIS, Nilson Fernandes. Violência e risco de suicídio na construção das masculinidades adolescentes. Cadernos Pagu, Campinas, n. 52, p. e185218, 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cpa/a/VsxkTpTQNZwcSqrGVNSNk7x/?format=pdf. Acesso em 30 agosto. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/18094449201800520018.

SAWAIA, Bader. As artimanhas da exclusão: análise psicossocial e ética da desigualdade social. Petrópolis: Vozes, 2001.

SENKEVICS, Adriano Souza; CARVALHO, Marília Pinto. Casa, rua, escola: gênero e escolarização em setores populares urbanos. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 45, n. 158, p. 944-968, 2015. Disponível em: https://publicacoes.fcc.org.br/cp/article/view/3364. Acesso em 30 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/198053143364.

SILVA, Cristiane Gonçalves. Encontros nos territórios: escola, tecnologias juvenis e gênero. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 49, p. 180-202, 2019. Disponível em: https://publicacoes.fcc.org.br/cp/article/view/5323. Acesso em: 30 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/198053145323.

SILVA, Douglas Rosa de Souza; FARIA, João Paulo de Oliveira; LINS, Raquel Guimarães. Promoção da Igualdade de Gênero nas aulas de Educação Física Escolar no Ensino Fundamental. EDUCA-Revista Multidisciplinar em Educação, Porto Velho, v. 2, n. 4, p. 92-109, 2015. Disponível em: https://periodicos.unir.br/index.php/EDUCA/article/view/1626. Acesso em 30 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2015.1626.

SILVA, Ivone Maria Mendes; ANGERAMI, Adriana. Masculinidades e Homossexualidade na Perspectiva de Jovens Estudantes de Escolas Públicas e Particulares de Erechim, Rio Grande Do Sul. Diversidade e Educação, Rio Grande, v. 7, n. 2, p. 178-196, 2019. Disponível em: https://periodicos.furg.br/divedu/article/view/9631. Acesso em: 30 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.14295/de.v7i2.9631.

SILVA, Juliane Costa; RIOS, Jane Adriana Vasconcelos Pacheco. Jovens gays na escola: masculinidades, infância e narrativas. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto) biográfica, Salvador, v. 4, n. 11, p. 558-572, 2019. Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/rbpab/article/view/5968. Acesso em: 30 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2019.v4.n11.p558-572.

SILVA, Marciano Antônio; LAGE, Allene Carvalho. “Você é um ótimo profissional, não temos dúvidas, mas para minha escola não dá certo”: o caso dos professores homens no município de Caruaru-PE. Revista Cocar, Belém, v. 14, n. 28, p. 506-520, 2020. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/3135 Acessos em: 01 maio. de 2023.

SILVA JUNIOR, Paulo Melgaço da; BORGES, Leandro da Conceição. Adolescentes negros moradores das periferias urbanas do rio de janeiro: entre escola, gênero, masculinidades, raça, violência e vivências. Revista Latino-Americana de Geografia e Gênero, Ponta Grossa, v. 9, n. 1, p. 3-21, 2018. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/rlagg/article/view/11888. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.5212/Rlagg.v.9.i1.0001.

SILVA JUNIOR, Paulo Melgaço da; CAETANO, Marcio; GOULART, Treyce Ellen Silva. “Ele queria ser a Cinderela”: Construções queer à leitura das masculinidades no Ensino Fundamental. Revista Periódicus, Salvador, v. 1, n.9, p.87-104, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/revistaperiodicus/article/view/25783. Acesso em: 29 agosto. 2023. DOI: https://doi.org/10.9771/peri.v1i9.25783.

SOUZA, Daniel Cerdeira de; DUQUE, Andrews do Nascimento; COELHO, Ingrid Mesquita. Contribuições da Psicologia aos Contextos Educacionais. RECH – Revista Ensino de Ciências e Humanidades, Humaitá, v. 2, n. 1, p. 192-221, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/rech/article/view/4763 Acessos: 01 maio. 2023.

SOUZA, Daniel Cerdeira; RODRIGUES, Ingrid Mesquita; FERREIRA, Fernanda Souza. Fracasso escolar: revisão integrativa da literatura. Educação, Ciência e Cultura, Canoas, v. 28, n. 1, p. 1-20, 2023. Disponível em: https://revistas.unilasalle.edu.br/index.php/Educacao/article/download/9807/pdf. Acesso em: 01 maio. 2023.

TOLEDO, Cinthia Torres; CARVALHO, Marília Pinto. Masculinidades e desempenho escolar: a construção de hierarquias entre pares. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 48, p. 1002-1023, 2018. Acesso em: https://publicacoes.fcc.org.br/cp/article/view/5496. Acesso em: 30 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/198053145496.

VASCONCELOS, Ana Carolina de Sena; MONTEIRO, Rosana Juliet Silva; FACUNDES, Vera Lúcia Dutra; TRAJANO, Maria de Fátima Cordeiro; GONTIJO, Daniela Tavares. Eu virei homem!: a construção das masculinidades para adolescentes participantes de um projeto de promoção de saúde sexual e reprodutiva. Saúde e Sociedade, São Paulo, v. 25, p. 186-197, 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/j/sausoc/a/DFdjy6ZkvLxTTVP8YBzPfVG/abstract/?lang=pt. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-12902016145555.

VÁSQUEZ, Luiz Rondán. ¿Construyendo una masculinidad «alternativa» desde la escuela peruana? Una aproximación a la socialización masculina del joven en un colegio limeño de orientación alternativa. Debates en Sociología, Lima, n. 41, p. 103-131, 2015. Disponível em: https://revistas.pucp.edu.pe/index.php/debatesensociologia/article/view/14627. Acesso em: 01 maio. 2023. DOI: https://doi.org/10.18800/debatesensociologia.201502.005.

WHITTEMORE, Robin; KNAFL, Katheleen. The integrative review: updated methodology. Journal of Advanced Nursing, Bethesda, v. 52, n. 5, p. 546-553, 2005. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/16268861/. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.1111/j.1365-2648.2005.03621.x.

WILSON, Michael; GWYTHER, Kate; SIMMONS, Magenta; SWANN, Ray; OLIFFE, John; CASEY, Kate; RICE, Simon. Exploring Teacher and Parent Perspectives on School-Based Masculinities in Relation to Mental Health Promotion. Frontiers in Psychology, Lausane, v. 13, p. 1-13, 2022. Disponível em: https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fpsyg.2022.864124/full. Acesso em: 29 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.3389/fpsyg.2022.864124.

Downloads

Publicado

2023-09-29

Como Citar

MASCULINIDADES NA ESCOLA: REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA. (2023). Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 20(1), 287-310. https://doi.org/10.5747/ch.2022.v19.h563

Artigos Semelhantes

1-10 de 373

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >>