OFICINAS DE FORMAÇÃO SOBRE PRODUÇÃO DE TEXTOS: UMA EXPERIÊNCIA COM PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL

Autores

  • Ana Luzia Videira Parisotto Departamento de Educação – FCT/ UNESP

Palavras-chave:

Formação docente, ensino de Língua Portuguesa, produção textual, oficinas de formação, pesquisa colaborativa

Resumo

Este trabalho originou-se de uma pesquisa maior, financiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que objetivou investigar processos de aprendizagem profissional de professores e formadores da Educação Básica de uma escola municipal e as contribuições de um programa de desenvolvimento profissional construído e implementado colaborativamente no local de trabalho. Neste artigo serão observados os dados relacionados ao ensino de Língua Portuguesa (produção textual), no que diz respeito às oficinas formativas, com o objetivo de propiciar reflexão sobre a formação docente. É uma pesquisa qualitativa do tipo colaborativa. Os resultados apontam a importância de se levar em consideração as necessidades de formação explicitadas pelo professor em seu contexto de trabalho, uma vez que há interesse pela formação, todavia nem sempre há disponibilidade para a realização das atividades previstas nos processos formativos devido ao excesso de demandas da escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-06-25

Como Citar

Parisotto, A. L. V. (2015). OFICINAS DE FORMAÇÃO SOBRE PRODUÇÃO DE TEXTOS: UMA EXPERIÊNCIA COM PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 12(2), 136–143. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/ch/article/view/1229