DIVERSIDADE SEXUAL, GÊNERO E SEXUALIDADES

TEMAS IMPORTANTES À EDUCAÇÃO DEMOCRÁTICA

Autores

  • Marcio Caetano FURG e Proped/UERJ
  • Carlos Henrique Lucas Lima UFOB
  • Amanda Motta Castro FURG

Palavras-chave:

Educação democrática; Direitos humanos; Estudos Queer.

Resumo

Este ensaio faz algumas observações acerca dos conceitos de gênero, sexualidade, orientação sexual e identidade de gênero, temas sobre os quais, mais do que nunca, se faz necessário refletir nos contextos escolares. As reflexões aqui realizadas foram formuladas no interior de projetos de pesquisa que tem como preocupação a construção das identidades de gênero na escola e compõe parte de experiências formativas com docentes dos estados da Bahia e do Rio Grande do Sul. O ensaio defende uma escola que, ao interrogar as diferenças, eduque para o respeito às dissidências de gênero e sexualidade, compreendendo-as como parte indissociável da sociedade democrática e cidadã. Além disso, o texto se propõe a oferecer alguns apontamentos epistemológicos com vistas a enfrentar os discursos conservadores que no tempo presente voltam suas forças contra uma educação cidadã, cujo principal propósito reside na ampliação dos direitos humanos, na participação política e da noção de humanidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Henrique Lucas Lima, UFOB

Doutor em Cultura e Sociedade pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Mestre em Letras e Linguística, área de concentração em História da Literatura, pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG) e Licenciado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atualmente é Professor Adjunto na Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) e Líder do Grupo de Pesquisa Corpus Possíveis - Educação, Cultura e Diferenças, também da UFOB. Docente e coordenador no Programa de Pós-Graduação em Ciências Humanas e Sociais (PPGCHS/UFOB). Interesses de pesquisa: estudos culturais, estudos de gênero e sexualidade, literatura brasileira, literatura comparada, Educação em Direitos Humanos estudos descoloniais, cultura brasileira, cultura latino-americana, estudos sobre a contemporaneidade, estudos sobre as subjetividades.

Amanda Motta Castro, FURG

Professora do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande/FURG, docente do Instituto de Educação e pesquisadora do Líder do Nós do Sul - Laboratório de Estudos e Pesquisas sobre Identidades, Currículos e Culturas.

Referências

ANDRADE, Luma Nogueira de. Travestis na escola: assujeitamento à ordem normativa. Tese (doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Fortaleza, 2012.
BEAUVOIR, Simone. O segundo sexo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.
BENTO, Berenice. Na escola se aprende que a diferença faz a diferença. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, Universidade Federal de Santa Catarina, v. 19, n.2, 2011.
BUTLER, Judith. BUTLER, Judith. Problemas de gênero. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014.
CAETANO, Marcio. Performatividades reguladas: heteronormatividade, narrativas biográficas e educação. Curitiba: Apprir, 2016.
CASTRO, Amanda Motta. Fios, tramas, cores, repassos e inventabilidade: A formação de tecelãs em Resende Costa, MG. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Centro de Ciências Humanas. São Leopoldo: Universidade do Vale do Rio dos Sinos, 2015.
COLLING, Leandro. Que os outros sejam o normal. Tensões entre o movimento LGBT e o ativismo queer. Salvador: Edufba, 2015.
FIDELIS, Daiana Quadros; MOSMANN, Clarisse Pereira. A não maternidade na contemporaneidade: um estudo com mulheres sem filhos acima dos 45 anos. Aletheia 42, p. 122-135, set./dez. 2013.
FOUCAULT, Michel. Nietzche, a genealogia e a história. In:____. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979.
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2001.
____. Pedagogia do oprimido. 45. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2003.
GEBARA, Ivone. Teologia ecofeminista. São Paulo: Olho D’Água, 1997.
HIGA, Flávio da Costa. Assédio sexual no trabalho e discriminação de gênero: duas faces da mesma moeda. Revista Direito GV. São Paulo, v.12, n.2, p. 484-515, mai-ago 2016.
JUNQUEIRA, Rogério Diniz. “Olhos azuis”: Muito além da cor dos olhos e do racismo. In: XAVIER FILHA, Constantina. Sexualidades, Gêneros e Infância no cinema. Campo Grande: Editora da UFMS, 2014.
____. “Temos um problema em nossa escola: um garoto afeminado demais”. Pedagogia do armário e currículo em ação. Revista Educação e Políticas em Debate. V.4, n. 2, ago./dez. 2015.
____. Introdução. Homofobia nas escolas: um problema de todos. In: ____________. Diversidade sexual na educação: problematizações sobre a homofobia nas escolas. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, UNESCO, 2009.
JUNQUEIRA, Telma Low Silva; PESSOA DE MELO, Danielly Spósito. Feministas advertem: o mito do amor romântico faz mal à saúde! Sentidos produzidos por adolescentes acerca da interface entre amor romântico, violência contra as mulheres e saúde. Anais do 18º REDOR. Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 24 a 27 de novembro de 2014.
LAGARDE, Marcela. Cautiverios de las mujeres: madresposas, monjas, putas, presas y locas. 4. ed. Ciudaddel México: UNAM, 2011.
____. El feminismo en mi vida. Hitos, claves y topías. Ciudade del Mexico: Govierno del Distrito Federal, 2012.
LAMAS, Marta. Cuerpo: diferencia sexual y género. Ciudade del Mexico: Taurus, 2002.
LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista: Petrópolis: Vozes, 1997.
____. TEORIA QUEER - UMA POLÍTICA PÓS-IDENTITÁRIA PARA A EDUCAÇÃO. Estudos Feministas, Florianópolis, v. 9, n. 2, p. 541, jan. 2001. ISSN 0104-026X. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/ref/article/view/S0104-026X2001000200012>. Acesso em: 22 nov. 2016.
____. Gênero e sexualidades: pedagogias contemporâneas. Pro-Posições. V 19, n. 2 (56) – maio/agosto. 2008.
MAGALHÃES, Rita de Cássia Barbosa Paiva; RUIZ, Erasmo Miessa. Estigma e currículo oculto. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 17, p. 125-142, Maio-Ago., 2011. Edição Especial.
MISKOLCI, Richard. Teoria queer: um aprendizado pelas diferenças. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.
NAVARRO, Pablo Pérez. Del texto al sexo. Judith Butler y la performatividad. Barcelona/Madrid: Editorial Egales, 2008.
NEVES, Ana Sofia Antunes das. As mulheres e os discursos genderizados sobre o amor: a caminho do "amor confluente" ou o retorno ao mito do "amor romântico"?. Rev. Estud. Fem., Florianópolis, v. 15, n. 3, p. 609-627, Dec. 2007. Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2007000300006&lng=en&nrm=iso>. access on 14 Nov. 2016. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2007000300006.
PICCININI, Cesar Augusto; GOMES, Aline Grill; NARDI, Tatiana; LOPES, Rita Sobreira. Gestação e a constituição da maternidade. Psicologia em estudo, Maringá, v. 13, n. 1, p. 63-72, jan./mar.2008.
SAFFIOTI, Heleith. O poder do macho. São Paulo, Moderna, 1987.
SANTOS, Boaventura de Sousa. Epistemologias do Sul. Coimbra: Edições Medina, 2009.
SIMÕES, Júlio; FACCHINI, Regina. Na trilha do arco-íris. Do movimento homossexual ao LGBT. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2009.
TEIXEIRA, Marilane Oliveira. Desigualdades salariais entre homens e mulheres a partir de uma abordagem de economistas feministas. Revista Gênero. Niterói, v. 9, n. 1, p. 33-45, 2. sem. 2008.
TORRES, Marco Antonio. A diversidade sexual na educação e os direitos de cidadania LGBT na escola. Belo Horizonte: Autêntica Editora; Ouro Preto: UFOP, 2013.
V, Viviane. Trans* Sexualidade: Reflexões sobre a mercantilização do sexo desde uma perspectiva transgênera. Revista Periódicus. 1ª Edição, maio-outubro de 2014.

Downloads

Publicado

2019-11-20

Como Citar

Caetano, M., Lucas Lima, C. H., & Motta Castro, A. (2019). DIVERSIDADE SEXUAL, GÊNERO E SEXUALIDADES: TEMAS IMPORTANTES À EDUCAÇÃO DEMOCRÁTICA. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 16(3), 5–16. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/ch/article/view/3179

Edição

Seção

DOSSIÊ: RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS, GÊNERO E EDUCAÇÃO