POSSIBILIDADES DE SOFRIMENTO PSÍQUICO DO PROFESSOR UNIVERSITÁRIO DE UMA LICENCIATURA

Autores

  • Kelly Cristina Tesche Rozendo Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE
  • Carmen Lúcia Dias Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE

Palavras-chave:

Sofrimento Psíquico, Trabalho, Professor Universitário, Pedagogia

Resumo

O trabalho docente tem revelado processos de adoecimento no âmbito laboral. Pensando nisso, esta pesquisa teve como objetivo geral analisar o sofrimento psíquico de professores universitários das licenciaturas, buscando destacar aspectos que compõem seu ambiente de trabalho. Especificamente, verificou-se a concepção que professores do curso de licenciatura em Pedagogia têm sobre a docência; identificou-se características do ambiente de trabalho dos professores universitários; investigou-se a saúde física e mental destes profissionais. Com abordagem qualitativa, do tipo estudo de caso, a metodologia envolveu a coleta de dados, por meio de questionário e entrevista semiestruturados com quatorze professores do curso de licenciatura em Pedagogia de uma Instituição de Ensino Superior particular do estado de São Paulo. A análise organizou-se por eixos e categorias. Os resultados revelaram que aspectos do ambiente laboral acadêmico podem repercutir em sofrimento psíquico e produzir efeitos negativos na saúde dos professores universitários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-05-27

Como Citar

Rozendo, K. C. T., & Dias, C. L. (2015). POSSIBILIDADES DE SOFRIMENTO PSÍQUICO DO PROFESSOR UNIVERSITÁRIO DE UMA LICENCIATURA. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 11(3), 126–144. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/ch/article/view/1213