ESTUDO COMPARATIVO DA INFLUÊNCIA DA FOTOPOLIMERIZAÇÃO POR LED E LÂMPADA HALÓGENA NO MANCHAMENTO DA RESINA COMPOSTA SUBMETIDA À ALIMENTOS CORANTES.

Autores

  • Milena L. Girotto
  • Renata A. P.O. Ricco UNOESTE

Palavras-chave:

resina composta, alteração de cor, descoloração, aparelhos ativadores

Resumo

O presente estudo teve como propósito, comparar a influência da fotopolimerização por LED e lâmpada halógena no manchamento da resina compostas submetida à alimentos corantes. Foram confeccionados 22 amostras, 10 amostras fotopolimerizadas durante 20 segundos, por Led ( Ultra LED – Dabi Atlante ) fixadas nos dentes 16, e 10 por Luz halógena (Ultralux - Dabi Atlante) fixadas nos dentes 26, em 10 voluntários, orientados a manterem suas dietas normais e relacionar diariamente bebidas corantes, principalmente o café; 2 amostras, uma de cada grupo foram armazenadas em água destilada e posteriormente utilizadas como escala de cor. Após 20 dias as amostras foram removidos para análise visual de alteração de cor sob luz natural e por comparação com o grupo controle. Pode ser observado que ocorreu manchamentos em todas as amostras submetidas à alimentos corantes, demonstrando a limitada estabilidade de cor da resina composta, independente da unidade de luz utilizada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-03-05

Como Citar

Girotto, M. L., & Ricco, R. A. P. (2012). ESTUDO COMPARATIVO DA INFLUÊNCIA DA FOTOPOLIMERIZAÇÃO POR LED E LÂMPADA HALÓGENA NO MANCHAMENTO DA RESINA COMPOSTA SUBMETIDA À ALIMENTOS CORANTES. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 2(1), 49–53. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/cv/article/view/155