AVALIAÇÃO DO LIMIAR AUDITIVO EM PROFISSIONAIS DE ODONTOLOGIA

Autores

  • Nara M.V. Ielo
  • Fernanda F. Ricco
  • Vivian A. Sabo
  • Marisa P. Netto
  • Renata A.P.O. Ricco

Palavras-chave:

perda auditiva em odontologia, efeitos do ruído, ruído ocupacional

Resumo

A perda auditiva induzida pelo ruído (PAIR), é uma das doenças do trabalho mais comuns em nosso meio. Os profissionais de odontologia trabalham em ambientes com alto nível de ruído, portanto, são passíveis de apresentarem PAIR. Dessa forma, o objetivo deste estudo foi avaliar os limiares auditivos por meio da audiometria tonal liminar (ATL) em profissionais de Odontologia. A população deste estudo foi composta por um total de 30 cirurgiões-dentistas que atuam há mais de três anos na profissão, com idade máxima de 45 anos. Todos os participantes foram submetidos aos seguintes procedimentos: anamnese, meatoscopia, ATL, logoaudiometria e imitanciometria. Os resultados mostraram que 27% dos odontólogos apresentaram queixa de zumbido, 30% de insônia e 37% dor de cabeça. Quanto aos resultados da ATL, 17% apresentaram alterações auditivas nas freqüências altas, isto é, 3 e/ou 4 e/ou 6 kHz. Os achados justificam a necessidade da realização de exame audiométrico periódico e o uso de protetores auriculares para a manutenção da saúde auditiva e à diminuição dos sintomas associados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-03-17

Como Citar

Ielo, N. M., Ricco, F. F., Sabo, V. A., Netto, M. P., & Ricco, R. A. (2009). AVALIAÇÃO DO LIMIAR AUDITIVO EM PROFISSIONAIS DE ODONTOLOGIA. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 1(1), 71–74. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/cv/article/view/153

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)