APLICAÇÃO DA BIOENGENHARIA PARA RECUPERAÇÃO DE UMA VOÇOROCA PROVOCADA POR EROSÃO HÍDRICA, LOCALIZADA NO DISTRITO DE AMADEU AMARAL, MARÍLIA-SP

Autores

  • Aline Akemi Mourão Nakata
  • João Osvaldo Rodrigues Nunes
  • Carolina Julian

Palavras-chave:

bambus, barramento, mitigação, chuva, oeste paulista

Resumo

Os processos erosivos são fenômenos naturais que podem ser agravados por atividades antrópicas, como a criação de gado. As técnicas de bioengenharia são uma alternativa vantajosa para ajudar a estabilizar focos erosivos, pois apresentam alta eficiência com baixo custo financeiro, e são consideradas de simples compreensão e execução. O trabalho visou a aplicação de técnicas de bioengenharia em uma propriedade que possui nascentes degradadas por erosão hídrica, localizada no Distrito de Amadeu Amaral, no município de Marília/SP. Para isso, foram realizados o cercamento da área, para evitar a entrada do gado; a construção de estruturas de contenção de sedimentos e da água de escoamento superficial, utilizando paliçadas de bambus e sacarias de ráfia; e o plantio de mudas nativas. Com o monitoramento da área, verificou-se melhora nas condições ecossistêmicas após a implantação das técnicas, mostrando a importância de sua instalação e a possibilidade de ser utilizada em diversas outras áreas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-06-12

Como Citar

Akemi Mourão Nakata, A., Osvaldo Rodrigues Nunes, J., & Julian, C. (2017). APLICAÇÃO DA BIOENGENHARIA PARA RECUPERAÇÃO DE UMA VOÇOROCA PROVOCADA POR EROSÃO HÍDRICA, LOCALIZADA NO DISTRITO DE AMADEU AMARAL, MARÍLIA-SP. Colloquium Exactarum. ISSN: 2178-8332, 8(3), 13–20. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/ce/article/view/1857

Edição

Seção

Artigos Originais