PHYSIOVR: FERRAMENTA DE REALIDADE VIRTUAL APLICADO NA REABILITAÇÃO CARDIOVASCULAR

Autores

  • Robson Augusto Siscoutto FIPP/UNOESTE https://orcid.org/0000-0001-8531-0099
  • Rafael Jacomeli Chirolli Universidade do Oeste Paulista
  • Francis Lopes Pacagnelli Universidade do Oeste Paulista
  • Ana Paula Coelho Figueira Freire Universidade do Oeste Paulista

Palavras-chave:

Doenças cardiovasculares, sistemas adaptativos, realidade virtual, Arduino.

Resumo

As doenças cardiovasculares (DCV) são as principais causas de óbito no mundo e muitas pessoas que possuem DCV sobrevivem, tornando-se necessárias medidas de intervenção que sejam eficazes na reabilitação cardiovascular (RCV) destas. Este artigo apresenta o PHYSIOVR, uma ferramenta de Realidade Virtual (RV) que visa auxiliar no tratamento de pacientes cardiopatas durante atividades físicos, usando ambientes virtuais 3D customizados, visando a melhoria na capacidade funcional e no envolvimento cognitivo. A ferramenta foi avaliada por um questionário de usabilidade obtendo média final de 4,6 de 5,0 pontos e em seguida, foi avaliada por fisioterapeutas, obtendo um nível de satisfação geral de 9,1 ± 0,73.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Robson Augusto Siscoutto, FIPP/UNOESTE

    Possui graduação em Bacharelado em Ciência da Computação pela Universidade do Oeste Paulista (1994), mestrado em Ciências da Computação e Matemática Computacional pela Universidade de São Paulo (1997) e doutorado em Engenharia da Computação e Sistemas Digitais pela Universidade de São Paulo (2003). Atualmente é professor titular da Faculdade de Informatica de Presidente Prudente da Universidade do Oeste Paulista - Unoeste. Realiza suas pesquisas na área de Realidade Virtual e Aumentada, atuando principalmente nos seguintes temas: realidade virtual, Realidade Aumentada - Artoolkit e Flartoolkit, Redes de Computadores, Analise Orientado a Objetos. Publicou diversos artigos na área bem com escreveu diversos capitulos de livros.

Referências

ALMEIDA, A. D. et al. Satisfação de fisioterapeutas frente à utilização de um software para reabilitação cardiopulmonar. In: ENCONTRO NACIONAL E ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UNOESTE., 2021, Presidente Prudente. Anais [...]. Presidente Prudente: Unoeste, 2021. p. 657-664

BALISTA, V. G. PhysioJoy: sistema de realidade virtual para avaliação e reabilitação de déficit motor. In: WORKSHOP ON VIRTUAL, AUGMENTED REALITY AND GAMES, 12., 2013, São Paulo. Proceedings [...]. São Paulo: SBC, 2013.

CHUANG, T. Y.; SUNG, W. H.; LIN, C. Y. Application of a virtual reality-enchanced exercise protocol in patients after coronary bypass. Arch Phys Med Rehabil., v. 86, n. 10, p. 1929-1932, 2005. https://doi.org/10.1016/j.apmr.2005.05.003

FIALHO, P. H. et al. Efeitos de um programa de exercícios sobre a capacidade funcional de pacientes com cardiopatia chagásica crônica, avaliados por teste cardiopulmonar. Rev. Soc. Bras. Med. Trop., v. 45, n. 2, p.220-224, 2012.

GONSALVES, A. S.; SISCOUTTO, R. A. Solução de Baixo Custo para o Monitoramento De Sinais Vitais, em Tempo Real, Fazendo Uso de Sensores e Arduino. Revista Colloquium Exactarum., v. 12, n. 2, p. 102–118, 2020. https://doi.org/10.5747/ce.2020.v12.n2.e322

HOLMES, H. et al. Xbox Kinect™ represents high intensity exercise for adults with cystic fibrosis. J Cyst Fibros., v. 12, n. 6, p. 604-608, 2013. https://doi.org/10.1016/j.jcf.2013.05.005

KIMHY, D. et al. Use of Active-play video games to enhance aerobic fitness in schizophrenia: feasibility, safety, and adherence. Psychiatr Serv., v. 67, n. 2, p. 240-243, 2015. PubMed; PMID 26423100.

KITCHENHAM, B. et al. Systematic literature reviews in software engineering - a systematic literature review. Inf. Softw. Technol., Butterworth-Heinemann, Newton, MA, v. 51, n. 1, p. 7–15, jan. 2009. https://doi.org/10.1016/j.infsof.2008.09.009

LIKERT, R. A Technique for the Measurement of Attitudes, no. 136-165 in A Technique for the Measurement of Attitudes, publisher not identified. 1932; Disponível em https://books.google.com.br/books?id=9rotAAAAYAAJ. Acesso em: 10 nov. 2020.

NELSON, G. A. et al. Wii Fit Plus Exercise Training for Persons With Cardiac Disease. CardiopulmPhysTher J, v. 26, p. 73–77, 2015. https://doi.org/10.1097/CPT.0000000000000013

NIELSEN, J. Usability Engineering. Boston: Academic Press, 1993. https://doi.org/10.1016/B978-0-08-052029-2.50009-7

NOBLE, B. J. et al. A category-ratio perceived exertion scale: relationship to blood and muscle lactates and heart rate. Med SciSports Exerc, v. 15, n. 6, p. 523-528, 1983. https://doi.org/10.1249/00005768-198315060-00015

OPAS. Doenças crônico-degenerativas e obesidade: estratégia mundial sobre alimentação saudável, ativi-dade física e saúde. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde, 2003.

PESCATELLO, L. S. et al. Diretrizes do ACSM para os testes de esforço e sua prescrição. American College of Sports Medicine. 9. ed. Rio de Janeiro: Guanabara, 2014.

PIEGAS, L. S. et al. IV Diretriz da Sociedade Brasileira de Cardiologia sobre Tratamento do Infarto agudo do Miocárdio com Supradesnível do Segmento ST. Arq Bras Cardiol, v. 93, n. 6, Supl.2, p. e179-e264, 2009. https://doi.org/10.1590/S0066-782X2009000800003

RODRIGUES, G. A. et al. Acute cardiovascular responses while playing virtual games simulated by Nintendo Wii(®). J PhysTher Sci, v. 27, n. 9, p. 2849-2851, 2015. https://doi.org/10.1589/jpts.27.2849

RUIVO, J. A. Exergames and Cardiac Rehabilitation: a review. J Cardio pulm Rehabil Prev., v. 34, p. 2-20, 2014. https://doi.org/10.1097/HCR.0000000000000037

SILVA, A. K. F. et al. Cardiac risk stratification in cardiac rehabilitation programs: a review of protocols. Rev Bras Cir Cardiovasc, v. 29, n. 2, p. 255-65, 2014.

SILVA, R. R.; IWABE-MARCHESE, C. Using virtual reality for motor rehabilitation in a child with ataxic cerebral palsy: case report. Fisioter. Pesqui., v. 22, n. 1, p. 97-102, 2015.

SISCOUTTO, R. A.; COSTA, R. Realidade virtual e aumentada: uma abordagem tecnológica. São Paulo: SBC - Sociedade Brasileira de Computação, Livro do Pré-Simpósio X Symposium on Virtual and Augmented Reality João Pessoa – PB, 2008. Disponível em: https://www.academia.edu/39466116/Livro_do_Pr%C3%A9_Simp%C3%B3sio_X_Symposium_on_Virtual_and_Augmented_Reality. Acesso em: 4 jun. 2023.

TAVARES, C. N. et al. Uso do Nintendo® Wii para reabilitação de crianças com paralisia cerebral: estudo de caso. Rev Neurocienc., v. 21, n. 2, p. 286-293, 2013. https://doi.org/10.4181/RNC.2013.21.763.8p

UNITY 3D Unity User Manual (2018.1). Animator Component. Publication: 2018.1-002C. Built: 2018-05-18. Disponível em: https://docs.unity3d.com/Manual/class-Animator.html. Acesso em: 04 jun .2018.

VIEIRA, G. P. et al. Virtual Reality in Physical Rehabilitation of Patients with Parkinson’s disease. Rev. bras. crescimento desenvolv. hum., v. 24, n. 1, p. 31-41, 2014.

WHO. Cardiovascular diseases (CVDs). World Health Organization; 11 June 2021. Disponível em: http://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/cardiovascular-diseases-(cvds). Acesso em: 01 out 2021.

WHO. The top 10 causes of death World Health Organization; 9 Dec 2020. Disponível em: http://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/the-top-10-causes-of-death. Acesso em: 01 jun. 2021.

ZOCCOLILLO, L. et al. Video-game based therapy performed by children with cerebral palsy: a cross-over randomized controlled trial and a cross-sectional quantitative measure of physical activity. Eur J PhysReha-bil Med., v. 51, n. 6, p. 669-576, 2015.

Downloads

Publicado

2024-03-18

Como Citar

PHYSIOVR: FERRAMENTA DE REALIDADE VIRTUAL APLICADO NA REABILITAÇÃO CARDIOVASCULAR. (2024). Colloquium Exactarum. ISSN: 2178-8332, 16(1), 1-13 e244758. https://journal.unoeste.br/index.php/ce/article/view/4758

Artigos Semelhantes

1-10 de 82

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>