AVALIAÇÃO DO EFEITO FOTOPROTETOR UVA E UVB, AÇÃO ANTIOXIDANTE E DA ESTABILIDADE DO CREME COM EXTRATO DE SPONDIA SP (UMBU-CAJÁ)

Autores

  • Diego Osvaldo dos Santos Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Natacha Ramos Assumpção Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Marcos Alberto Zocoler
  • Gloriane Izabel Vojciechovski de Oliveira Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Décio Gomes de Oliveira Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE

Palavras-chave:

Spondia sp, antioxidante, flavonoides, envelhecimento, fotoprotetor

Resumo

A umbu-cajazeira (Spondia sp), pertence à família Anacardiaceae, que apresentam propriedades antioxidantes. O objetivo deste trabalho foi desenvolver e avaliar o efeito fotoprotetor UVA e UVB, ação antioxidante e estabilidade do creme com extrato das folhas de Spondia sp. Foram avaliadas as características organolépticas e pH do creme durante 28 dias. A avaliação  da  atividade antioxidante  foi  realizada por meio  do método  de  inibição  do  radical  1,1-difenil-2-picrilhidrazila (DPPH), e as diluições  foram  analisadas  em  espectrofotômetro a  517 nm. Os dados coletados foram avaliados através de análise de variância ANOVA (p < 0,05). As amostras contendo extrato de Spondia sp não sofreram modificações significativas em relação à aparência, cor e odor. O creme desenvolvido apresentou atividade antioxidante com inibição próxima de 80% na diluição de 10 mg.mL-1. A varredura efetuada mostrou que os insumos e o creme são capazes de absorver a luz ultravioleta  de  290  a  400 nm.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Referências

Busnardo VL, Azevedo MF. Estudo dos efeitos da radiofrequência no tratamento facial de mulheres entre 50 e 60 anos de idade. Disponível em: <http://www.up.edu.br/cmspositivo/uploads/imagens/files/estudo%20mulheres.pdf>. Acesso em: 12 abr. 2018.

Leão CRL. Aplicabilidade da Radiofrequência no combate ao envelhecimento cutâneo. 2012. Disponível em: <http://portalbiocursos.com.br/ohs/data/docs/14/28__Aplicabilidade_da_RadiofrequYncia_no_combate_ao_envelhecimento_cutYneo.pdf>.Acesso em: 12 abr. 2018.

Ribeiro CJ. Cosmetologia Aplicada a Dermoestética. 2. ed. São Paulo: Pharmabooks Editora, 2010.

Barbosa D, Campos L. Os efeitos da Corrente Galvânica através da técnica de Eletrolifting no tratamento do envelhecimento facial. Revista Inspirar: Movimento & Saúde. São Paulo, v. 5, ed. 22, jan/fev 2013.

Vierkotter A, Krutmann J. Environmental influences on skin aging and ethnic-specific manifestations. 2012. Düsseldorf, Alemanha. Disponível em: <http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3583881/>. Acesso em: 12 abr. 2018.

Vierkotter A, et al. Airborne particle exposure and extrinsic skin aging. Journal of Investigative Dermatology. Boston, v.12, n.130, p. 2719-2726, 2010. https://doi.org/10.1038/jid.2010.204

Oliveira JRS. Caracterização de extratos de Cajá-manga (Spondias Dulcis Parkinson) potencialmente ativos e seguros para obtenção de fitocosmético antioxidante. Dissertação (mestrado) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Universidade Estadual Paulista Araraquara, p.182, 2011.

Silva R. Extrato dos frutos de Spondias Purpurea l. como princípio ativo para formulação fitocosmética fotoprotetora. Universidade estadual de feira de santana programa de pós-graduação em biotecnologia, Feira de Santana, BA, p. 1-81, 2015

Giacometti DC. Recursos genéticos de fruteiras nativas do Brasil. In: Simpósio Nacional de Recursos Genéticos de Fruteiras Nativas, 1992, Cruz das Almas. Anais... Cruz das Almas: Embrapa-CNPMF, p.13-27, 1993.

Noronha MAS. Características Físico Químicas de Frutos de Umbu-cajá (Spondias sp.) Provenientes dos Pólos Baixo-Jaguaribe (CE) e Assu-Mossoró (RN). Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, Campina-Grande, v.2, p.91-96, 2000. https://doi.org/10.15871/1517-8595/rbpa.v2n2p91-96

Lima LA, et al. Correlation of anti-inflammatory activity with phenolic content in the leaves of syzygiumcumini (l.) skeels (myrtaceae). Química Nova, v.30, n.4, p. 860-864, 2007. https://doi.org/10.1590/S0100-40422007000400019

Mansur MCPPR. Estudo preliminar das atividades fotoprotetora e antioxidante dos extratos das folhas de Bauhinia microstachya var. massambaba is Vaz numa formulação anti solar. [Mestrado em Ciências Farmacêuticas] Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), 2011. 145p.

Ribeiro RP, Santos VM, Medeiros EC, Silva VA, Volpato NM, Garcia S. Avaliação do Fator de Proteção Solar (FPS) in vitro de produtos comerciais e em fase de desenvolvimento. Infarma. 2004; 16, (7-8): 85-88.

Sarruf FD, et al. Assessment of in vitro Sun Protection Factor (SPF) and rheological profile of commercial infant sunscreens. Rev Ciênc Farm Bas Apl. 2014; 34(1): 33-36.

Rolim A, et al. Validation assay for total flavonoids, as rutinequivalentes, from TrichiliacatiguaAdr. Juss (Meliaceae) and Ptychopetalum Olacoides Bentham (Olacaceae) comercial extract. J.AOC 2005; 88: 1015-1019. https://doi.org/10.1093/jaoac/88.4.1015

Orak HH. Total antioxidant activities, phenolics, anthocyanins, polyphenoloxidase activities of selected red grape cultivars and their correlations. Scientia Horticulturae. 2007; 111:235-241. DOI: https://doi.org/10.1016/j.scienta.2006.10.019.

Buller FV, Ferreira JRN. Desenvolvimento e avaliação da estabilidade de formulações contendo extratos de Ilex paraguariensis St. Hil. a 5 e 10%.Rev Perspect. 2008:32(0):47-55.

Funari CS, Ferro VO. 2006. Análise de Própolis. Ciência e Tecnologia de Alimentos 26(1): 171-178. https://doi.org/10.1590/S0101-20612006000100028

Flor J, Lima SAM, Davolos MR, Correa MA. Protetores solares. Quim. Nova. 2007, 153, 158. https://doi.org/10.1590/S0100-40422007000100027

Rai R, Srinivas CR. Photoprotection. Indian J Dermatol Venereol Leprol. 2007; 73:73-9. https://doi.org/10.4103/0378-6323.31889

Lopes TJ, Xavier MF, Quadri MGN, Quadri MB. Antocianinas: uma breve revisão das características estruturais e da estabilidade. R. Bras. Agrociência. 2007; 13(3): 291-297.DOI: HTTP://DX.DOI.ORG/10.18539/CAST.V13I3.1375

Walton MC, Lentle RG, Reynolds GW, Kruger MC, Mcghie TK. Anthocyanins absorption and antioxidant status in pigs. J Agric Food Chem. 2006. 54(20): 7940-7946. https://doi.org/10.1021/jf061527j

Downloads

Publicado

2023-02-14

Como Citar

AVALIAÇÃO DO EFEITO FOTOPROTETOR UVA E UVB, AÇÃO ANTIOXIDANTE E DA ESTABILIDADE DO CREME COM EXTRATO DE SPONDIA SP (UMBU-CAJÁ). (2023). Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 14(1), 12-20. https://journal.unoeste.br/index.php/cv/article/view/4526

Artigos Semelhantes

1-10 de 99

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)