INFLUÊNCIA DA ATIVIDADE PSICOMOTORA NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL

  • Mayane Santos Arantes Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE
  • Carlos Alberto Alvim Franzini Junior Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE
  • Aline Duarte Ferreira Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE
  • Carlos Bandeira de Mello Monteiro Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE
  • Maria Tereza Artero Prado Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE
  • Deborah Cristina Gonçalves Luiz Fernani Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE
Palavras-chave: Educação infantil, Desenvolvimento infantil, Desempenho psicomotor

Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar a influência da atividade psicomotora orientada (APO) sobre o crescimento e desenvolvimento de escolares. A amostra foi composta por 60 crianças de ambos os sexos (média de idade: 4,3±0,53 anos): 30 de uma instituição com APO e 30 de outra sem APO (Grupo controle-GC). A avaliação do crescimento foi realizada pela classificação do IMC/idade e para avaliar o desenvolvimento foi utilizada a Escala de Desenvolvimento Motor. Os dados do crescimento demonstram que 63,33% da amostra apresentou classificação normal para ambos os grupos. Já com relação ao desenvolvimento 56,66% do GC apresentou-se na classificação normal médio e 33,33% do APO muito superior. As crianças que receberam APO no ambiente escolar apresentaram melhor desempenho psicomotor comparado ao GC e ambos os grupos obtiveram taxas equitativas de normalidade para o crescimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-05-22
Como Citar
Arantes, M. S., Junior, C. A. A. F., Ferreira, A. D., Monteiro, C. B. de M., Prado, M. T. A., & Gonçalves Luiz Fernani, D. C. (2015). INFLUÊNCIA DA ATIVIDADE PSICOMOTORA NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 6(2), 71-78. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/cv/article/view/1197