ANÁLISE DA VIABILIDADE DE UTILIZAÇÃO DO LODO DE INDÚSTRIA FRIGORÍFICA EM SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DO AGREGADO DE CONCRETO NÃO ESTRUTURAL

Autores

  • Alexandre Teixeira Souza Universidade do Oeste Paulista
  • Ruth Mello da Silva Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Stefany Camargo Miranda Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE

Palavras-chave:

Lodo, Concreto, Resíduo sólido

Resumo

Grande parte do lodo presente nas estações de tratamento de efluentes tem como destino o seu descarte em local inadequado ou sem o tratamento correto, podendo afetar significativamente o meio ambiente. Portanto a vigente pesquisa tem por finalidade a análise do lodo seco de uma indústria frigorífica como substituição parcial do agregado miúdo para o concreto não estrutural, sendo necessário optar por traços com menor proporção desta a fim de não extrapolar os custos de consumo. Os corpos de prova subsidiados pela NBR 5738 foram moldados com adição parcial do lodo de frigorífico seco na substituição do agregado miúdo, sendo respectivamente 2%, 5% e 8%, e ensaiadas a compressão axial no laboratório de Engenharia Civil da UNOESTE. Por meio dos resultados obtidos, houve um aumento de resistência comparado ao traço padrão nos corpos de prova com menor adição de lodo, entretanto o resíduo sólido retém grande quantidade de água, sendo necessário optar por traços com menor proporção da mesma.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre Teixeira Souza, Universidade do Oeste Paulista

Possui graduação em Engenharia Química pela Universidade Estadual de Maringá (1996), mestrado em Engenharia Química pela Universidade Estadual de Campinas (1999), doutorado em Engenharia Química pela Universidade Estadual de Campinas (2004) e pós-doutorado em Engenharia Química pela Universidade Estadual de Maringá (2006). Atualmente é professor e coordenador do curso de Engenharia Ambiental das Faculdades Adamantinenses Integradas, Adamantina-SP, e professor da Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente-SP. Tem experiência na área de Engenharia Química, com ênfase em Termodinâmica, atuando principalmente nos seguintes temas: Tecnologia Química, Tratamento de Águas Residuárias, Modelagem Termodinâmicas de Processos Químicos, Equilíbrio de Fases a Altas Pressões.

Referências

ANDRADE, C. A. Nitratos e metais pesados no solo e em plantas de Eucalyptusgrandis após aplicação de biossólido da ETE de Barueri. 1999. 65 f. Dissertação (Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Piracicaba, 1999.

ANDREOLI, Cleverson; Alternativas de uso de resíduos do saneamento: Usos alternativos de lodos de estações de tratamento de água e estações de tratamento de esgoto. 1. ed. Curitiba PR: Ltda,2006.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS

TÉCNICAS. Aditivos químicos para concreto de cimento Portland – Requisitos: NBR 11768. 1. Ed. Rio de Janeiro, 2011.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS

TÉCNICAS. Concreto – Preparo, controle e recebimento: NBR 12655. Rio de Janeiro, 1996.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS

TÉCNICAS. Moldagem e cura de corpos-de- prova cilíndricos ou prismáticos de concreto

– Método de ensaio: NBR 5738. Rio de Janeiro, 1994.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS

TÉCNICAS. Concreto – Ensaios de compressão de corpos de prova cilíndricos: NBR 5739. Rio de janeiro, 1994. 4p.

BOROWSKI HC, SILVEIRA JL, EBINUMA CD,

FERREIRA EM. Análise de um modelo de co-geração a partir de resíduos sólidos urbanos. Revista Tecnologia 2002; 23(1):26-37

FRICK, J. M. Estudo do Monitoramento de Efluentes Líquidos Industriais de Frigoríficos no Rio Grande do Sul. 2011. Dissertação (graduação em Engenharia Química) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola De Engenharia – Departamento de Engenharia Química, Porto Alegre, 2011. Disponívelem:<https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/36896/000793031.pdf? sequence=>. Acesso em 24 jul. 2019.

GIROTTO, Angelica Trindade et al. Secagem de lodos de efluentes industriais para queima na caldeira como biomassa na geração de energia e redução de custos com a destinação dos resíduos. Anais da Engenharia de Produção / ISSN 2594-4657, [S.l.], v. 2, n. 1, p. 175 - 190, july 2018. ISSN 2594-4657. Disponívelem:<https://uceff.edu.br/anais/index.php/engprod/article/view/207>. Acesso em: 08 dec. 2019.

JORDÃO, E. P. e PESSÔA, C. A. Tratamento de esgotos domésticos. Rio de Janeiro: ABES, 3. ed. 1995.

KLANK, M. Avaliação da Eficácia no Tratamento de Efluentes Líquidos em um Frigorífico de Bovinos. Dissertação para título de MBA em Gestão Ambiental. Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2011.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia Cientifica: Ciência e Conhecimento Científico, Métodos Científicos, Teoria, Hipóteses e Variáveis. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

MATOS, J. de S. Aspectos Históricos a Actuais da Evolução da Drenagem das Águas Residuais em Meio Urbano. Engenharia Civil – UM, Departamento de Engenharia Civil e Arquitetura do Instituto Superior Técnico, Lisboa. 2003, n. 16.

RABELO, F. H. S. et al. Consumo edesempenhode ovinos alimentados com silagens de cana-de-açúcar tratadas com óxido de cálcio e cloreto de sódio. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, vol. 65, 2014 n. 4, p.1158–1164.

Downloads

Publicado

2021-02-08

Como Citar

Souza, A. T., Silva, R. M. da, & Miranda, S. C. (2021). ANÁLISE DA VIABILIDADE DE UTILIZAÇÃO DO LODO DE INDÚSTRIA FRIGORÍFICA EM SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DO AGREGADO DE CONCRETO NÃO ESTRUTURAL. Colloquium Exactarum. ISSN: 2178-8332, 12(3), 23–30. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/ce/article/view/3836