SÍNTESE, CARACTERIZAÇÃO E AVALIAÇÃO DE BIOCARVÃO PRODUZIDO A PARTIR DE RESÍDUO RUMINAL BOVINO DE FRIGORÍFICO PARA SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DO CIMENTO EM CONCRETO

Autores

  • Alexandre Teixeira de Souza Centro Universitário de Adamantina – Unifai
  • Maria Luiza Garcia Lopes Molina Centro Universitário de Adamantina – Unifai
  • Thaise Monique Iurrino Centro Universitário de Adamantina

Palavras-chave:

Biocarvão. Pirólise. Concreto verde. Resíduo ruminal bovino. Sustentabilidade.

Resumo

Atualmente, a indústria do cimento enfrenta vários desafios, tais como: esgotamento das reservas de combustíveis fósseis, escassez de matérias-primas, crescente demanda por materiais de construção, bem como as crescentes preocupações ambientais, como poluição do ar e mudanças climáticas. A produção de cimento está diretamente relacionada com a emissão de CO₂, um dos principais gases causadores do efeito estufa. Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi demonstrar o potencial do biocarvão como aditivo para substituição de cimento em concreto, melhorando a hidratação devido aos seus efeitos internos de cura e nucleação. O biocarvão foi preparado por pirólise de resíduo ruminal bovino e utilizado para substituir o cimento a 1 e 2%, em condições pré-embebidas. Realizou-se também análises imediatas para obtenção de informações sobre a composição do biocarvão produzido. Observou-se nos ensaios de resistência à compressão um aumento considerável da resistência do concreto com substituição parcial de biocarvão. Durante a pirólise, o carbono da matéria-prima de biomassa é sequestrado na estrutura química do biocarvão produzido, que seria liberado na atmosfera através de decomposição ou degradação da biomassa. Utilizar materiais produzidos a partir de resíduos para substituir parcialmente o cimento é uma estratégia econômica e sustentável para alcançar misturas de concreto verdes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABNT, ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Carvão vegetal - Análise imediata - Método de ensaio: NBR 8112. Rio de Janeiro, 1983, p. 6.

______. Concreto fresco - Determinação da massa específica, do rendimento e do teor de ar pelo método gravimétrico: NBR 9833. Rio de Janeiro, 2009.

______. Projeto de estruturas de concreto - Procedimento: NBR 6118. Rio de Janeiro, 2014.

______. Concreto – Procedimento para moldagem e cura de corpos de prova: NBR 5738. Rio de Janeiro, 2015a.

______. Concreto para fins estruturais - Classificação pela massa específica, por grupos de resistência e consistência: NBR 8953. Rio de Janeiro, 2015b.

______. Concreto - Ensaio de compressão de corpos de prova cilíndricos: NBR 5739. Rio de Janeiro, 2018.

BERARDI, U., M. NALDI. The impact of the temperature dependent thermal conductivity of insulating materials on the effective building envelope performance, Energy Build, 2017, p. 262–275. Disponivel em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0378778816314542>. Acesso em: 12 mai. 2020.

BERNARDES, J. Pesquisadores da Poli desenvolvem nova técnica que diminui emissão de CO2 na produção de cimento. Tecnologia, USP Online, São Paulo, 17 abr. 2013. Disponível em: <https://www5.usp.br/noticias/tecnologia-2/pesquisadores-da-poli-desenvolvem-nova-tecnica-que-diminui-emissao-de-co2-na-producao-de-cimento/>. Acesso em: 15 set. 2020.

BISKRI, Y., D. ACHOURA, N. CHELGHOUM, M. MOURET. Mechanical and durability characteristics of High Performance Concrete containing steel slag and crystalized slag as aggregates, Constr. Build. Mater, 2017, p. 167–178. Disponivel em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S095006181730973X>. Acesso em: 12 mai. 2020.

BRANDÃO, F.L. Estudo Computacional da Pirólise de Bagaço de Cana-de-Açúcar e Madeira em Reator de Leito Fluidizado, 2015. 149 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. 2015. Disponível em: <http://w2.files.scire.net.br/atrio/ufrj-pem_upl/THESIS/1780/pemufrj2015mscfilipeleitebrandao_20160125153156834.pdf>. Acesso em 15 set. 2020.

BRIDGWATER, A.V. Renewable fuels and chemicals by thermal processing of biomass, Chem. Eng, 2003, p. 87–102. Disponivel em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S1385894702001420>. Acesso em: 12 mai. 2020.

BUNDER, J. O Concreto: Sua Origem, Sua História. São Paulo, 2016. Disponível em: <https://d1wqtxts1xzle7.cloudfront.net/51155957/Concreto._Sua_origem__sua_historia.pdf?1483395609=&response-content-disposition=inline%3B+filename%3DO_CONCRETO_SUA_ORIGEM_SUA_HISTORIA.pdf&Expires=1599856171&Signature=emNyr0v2O5b-hT9pDwiXYSIywf-oV410gBHi11bQZqqoe3w5wgxCsszMq5spY2rPtSahJDOrc6pwl6q3qCq1BxIVkHKTnvxFc5PdrrMu9cEO9bsMgZvvXOtEEPcCJ03DxWblRIro8dPxhvQh3zPXWg2-XtAen13-DHdBULJwZ2YO8oOpsutbyd0bbh5~UdmVcjBCFnMwMoPx13hJbMB6kmysG5Za8FequvwU2u9i7hoWAFZR4OYqR32uM04XrKSwCcD67odcDGZFZ0VY1ChZTEp02DwRpxRkbFmF-sBKcORT~Eq-u-N3uLp0MxMulhF2blGcHnDiyaxudMBk5wDKgg__&Key-Pair-Id=APKAJLOHF5GGSLRBV4ZA>. Acesso em: 15 set. 2020.

FLEIG, O.P. Estudo da Torrefação Contínua de Casca de Arroz Como Pré-tratamento Para Pirólise Rápida. 2020. 49p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2020. Disponível em: <https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/212834>. Acesso em: 15 set. 2020.

GAO, T., L. SHEN, M. SHEN, F. CHEN, L. LIU, L. GAO. Analysis on differences of carbon dioxide emission from cement production and their major determinants, J. Cleaner Prod, 2015, p. 160–170. Disponivel em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0959652614012062>. Acesso em: 12 mai. 2020.

GUPTA, S., H.W. KUA. Factors determining the potential of biochar as a carbon capturing and sequestering construction material: critical review, J. Mater. Civ. Eng, vol 29, 2017. Disponivel em: <https://ascelibrary.org/doi/abs/10.1061/(ASCE)MT.1943-5533.0001924>. Acesso em: 12 mai. 2020.

IMBABI, M.S., C. CARRIGAN, S. MCKENNA. Trends and developments in green cement and concrete technology, Int. J. Sustainable Built Environ, 2012, p. 194–216. Disponivel em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2212609013000071>. Acesso em: 12 mai. 2020.

KLOSS, S., et al. Characterization of slow pyrolysis biochars: effects of feedstocks and pyrolysis temperature on biochar properties, J. Environ. Qual, 2011, p. 990–1000. Disponivel em: <https://acsess.onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.2134/jeq2011.0070>. Acesso em: 12 mai. 2020.

LEAL, G. C. S. G., DE FARIAS, M. S. S., ARAÚJO, A. F. O Processo de Industrialização e Seus Impactos no Meio Ambiente Urbano. Qualitas Revista Eletrônica, Campina Grande, v.7, n.1. Ano 2008. Disponível em: <http://revista.uepb.edu.br/index.php/qualitas/article/view/128/101>. Acesso em: 12 mai. 2020.

LEHMANN, J., S. JOSEPH. Biochar for environmental Management: an introduction, in: J. Lehmann, S. Joseph (Eds.), Biochar for Environmental Management:Science and Technology, vol. 1, Sterling, Earthscan, 2009, p. 1–12. Disponível em: <https://www.biochar-international.org/wp-content/uploads/2018/04/Biochar_book_Chapter_1.pdf>. Acesso em: 12 mai. 2020.

LI, Z. Introduction to concrete, Advanced Concrete Technology, John Wiley & Sons, Inc., Hoboken, 2011, p. 1–22. Disponível em: <https://www.sciencedirect.com/book/9780750656863/advanced-concrete-technology>. Acesso em: 12 mai. 2020.

MAURY, M.B., BLUMENSCHEIN, R.N. Produção de Cimento: Impactos à Saúde e ao Meio Ambiente, Sustentabilidade em Debate, Brasília, v. 3, n. 1, p. 75-96, jan/jun 2012. Disponível em: <https://repositorio.unb.br/bitstream/10482/12110/1/ARTIGO_ProducaoCimentoImpacto.pdf>. Acesso em: 15 set. 2020.

MINANE, J.R., F. BECQUART, N.E. ABRIAK, C. DEBOFFE. Upgraded mineral sand fraction from MSWI bottom ash: an alternative solution for the substitution of natural aggregates in concrete applications, Procedia Eng, 2017, p. 1213– 1220. Disponivel em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1877705817317897>. Acesso em: 12 mai. 2020.

MO, K.H., U.J. ALENGARAM, M.Z. JUMAAT, S.P. YAP, S.C. LEE. Green concrete partially comprised of farming waste residues: a review, J. Cleaner Prod, 2016, p. 122–138. Disponivel em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0959652616000482>. Acesso em: 12 mai. 2020.

PALES, A. F., LEVI, P., VASS, T. International Energy Agency, Tracking Industry , IEA Paris, 2019. Disponível em: <https://www.iea.org/reports/cement>. Acesso em: 18 mai. 2020.

SANTOS, N. A. V. Pirólise rápida de coprodutos do processo produtivo do biodiesel: efeito das condições de pirólise e caracterização dos produtos. 2013. 162p. Dissertação (Mestrado em Agroquímica). Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013. Disponivel em: <http://repositorio.ufla.br/bitstream/1/737/1/DISSERTACAO_Pir%C3%B3lise%20r%C3%A1pida%20de%20coprodutos%20do%20processo....pdf>. Acesso em: 15 set. 2020.

WANG, D., X. ZHOU, Y. MENG, Z. CHEN, Durability of concrete containing fly ash and silica fume against combined freezing-thawing and sulfate attack, Constr. Build. Mater, 2017, p. 398–406. Disponivel em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0950061817308309>. Acesso em: 12 mai. 2020.

YU, J., C. LU, C.K.Y. LEUNG, G. LI. Mechanical properties of green structural

concrete with ultrahigh-volume fly ash. Construction and Building Materials, Oxford, v. 147, p. 510-518, 30 ago. 2017. Disponivel em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0950061817308565>. Acesso em: 12 mai. 2020.

ZHAO, C., P. WANG, L. WANG, D. LIU. Reducing railway noise with porous

soundabsorbing concrete slabs. Hindawi Publishing Corporation, Londres, 30 nov. 2014. Disponivel em: <http://downloads.hindawi.com/journals/amse/2014/206549.pdf>. Acesso em: 12 mai. 2020.

Downloads

Publicado

2021-05-10

Como Citar

Souza, A. T. de, Molina, M. L. G. L., & Iurrino, T. M. (2021). SÍNTESE, CARACTERIZAÇÃO E AVALIAÇÃO DE BIOCARVÃO PRODUZIDO A PARTIR DE RESÍDUO RUMINAL BOVINO DE FRIGORÍFICO PARA SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DO CIMENTO EM CONCRETO. Colloquium Exactarum. ISSN: 2178-8332, 13(1), 38–45. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/ce/article/view/3959