ANÁLISE DA QUALIDADE DOS RECURSOS HÍDRICOS UTILIZADOS POR BANHISTAS EM PRESIDENTE EPITÁCIO-SP

Autores

  • Matheus Consulo Novaes de Brito
  • Vinicius Marques Gomes Unoeste
  • Daniel Ângelo Macena

Palavras-chave:

Balneabilidade, Qualidade da Água, Saúde Pública.

Resumo

A contaminação de regiões balneares é um fator preocupante em escala mundial. Afeta principalmente as áreas relacionadas à recreação no ambiente de praia. Os surtos das doenças associadas ocorrem em época de temporada, em que, aumenta-se o percentual de banhistas e a presença de depósitos de animais domésticos. Foram determinados os valores de pH, Turbidez, DQO, DBO e análise microbiológica de amostras de água coletadas em diferentes períodos do Parque Figueiral em Presidente Epitácio. Os resultados apresentaram conformidade com o estabelecido pela CETESB que é o órgão regulamentador, exceto os resultados para Coliformes que foi classificado como imprópria para uso recreativo apresentando 1000 UFC/100 mL em mais de 20% do tempo. Portanto, ressalta-se a necessidade do constante monitoramento da água, garantindo melhores condições aos que fazem uso desses ambientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vinicius Marques Gomes, Unoeste

Areá-Química. Atua nas áreas de Química Analítica e Química Ambiental nos seguintes temas: solos, águas, sedimentos, metais potencialmente tóxicos e substâncias húmicas.

Publicado

2018-03-27

Como Citar

Consulo Novaes de Brito, M., Gomes, V. M., & Ângelo Macena, D. (2018). ANÁLISE DA QUALIDADE DOS RECURSOS HÍDRICOS UTILIZADOS POR BANHISTAS EM PRESIDENTE EPITÁCIO-SP. Colloquium Exactarum. ISSN: 2178-8332, 9(3), 01-12. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/ce/article/view/2229

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##