QUALITY OF THE PIRENIC AND APIRENIC FRUITS OF SURINAM CHERRY TREE ACCESSES (Eugenia uniflora)

Autores

  • Kelli Pirola UTFPR
  • Marcelo Dotto UNISEP
  • Américo Wagner Júnior UTFPR
  • Darcieli Aparecida Cassol UTFPR

Palavras-chave:

Fruto sem semente, Massa do fruto, Myrtaceae

Resumo

A pitangueira é fruteira nativa com potencial de mercado. Contudo, o rendimento de polpa pode ficar prejudicado pelo tamanho da semente do fruto. Na UTFPR tem-se um genótipo que produz frutos sem sementes que pode potencializar o uso desta espécie em pomares, sendo importante analisar a qualidade de seu fruto produzido. O objetivo deste estudo foi determinar a qualidade dos frutos de acessos pirênicos e apirênico de pitangueira (E. uniflora). Nos anos de 2012, 2013 e 2015, foram coletados 40 frutos maduros de 23 acessos de pitangueira, incluindo-se um genótipo apirênico. Os frutos foram levados ao laboratório e analisadas quanto ao peso total do fruto e da semente, diâmetro equatorial do fruto e semente, teor de sólidos solúveis totais (SST). O acesso 23 apresentou características físicas que se destacam dos demais acessos, porém, o maior tamanho da semente é fator indesejável, pois com a industrialização diminui-se o aproveitamento e rendimento da polpa. O acesso 19, correspondente à pitanga apirênica apresentou o menor diâmetro e peso da semente, sendo esta característica desejável. Este genótipo também apresentou as características físico-químicos considerados adequados para o processamento ou mercado in natura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BEZERRA, J.E.F.; SILVA JUNIOR, J. F. da; LEDERMAN, I. E. Pitanga (Eugenia uniflora L.). Jaboticabal: FUNEP, 30p. 2000. (Série Frutas Nativas, 1).

BEZERRA, J.E.F.; LEDERMAN, I.E.; SILVA JUNIOR, J.F. da.; ALVES, M.A. Comportamento da pitangueira (Eugenia uniflora L.) sob irrigação na região do Vale do Rio Moxotó, Pernambuco. Revista Brasileira de Fruticultura, v.26, n.1, p.177-179, 2004.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Regras para análise de sementes. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Secretaria de Defesa Agropecuária. Brasília, DF: Mapa/ACS, 395p. 2009.

CHANG, S.K.; ALASALVAR, C.; SHAHIDI, F.; Review fo dried fruits: Phytochemicals, antioxidante efficacies and health benefits. Journal of Functional Foods. v. 21, p. 113-132, 2016.

COGGINS, C.W.; HIELD, H.Z. Plant growth regulators. In.:REUTHER, W.; BATCHELOR, L.D.; WEBBER, H.J. (Eds). The citrus industry. Riverside: University of California, 1968. v. 2, p. 371 – 386.

DANNER, M. A.; RASEIRA, M. do C.; SASSO, S, A. Z.; CITADIN, I.; SCARIOT, S. Repetibilidade de caracteres de fruto em araçazeiro e pitangueira. Ciência Rural, v.40, n.10, 2010.

DE ASSIS, S.A.; VELLOSA, J.C.R.; BRUNETTI, I.L.; KHALIL, N.M.; LEITE, K.M.S.C.; MARTINS, A.B.G.; OLIVEIRA, O.M.M.F. Antioxidant activity, ascorbic acid and total phenol of exotic fruits occurring in Brazil. International Journal of Food Sciences and Nutrition, v. 60, n. 5, p. 439-448, 2009.

FENNER, M. Seed ecology. London: Chapman & Hall. 1993.

FRANZON, R.C. Propagação vegetativa e modo de reprodução da pitangueira (Eugenia uniflora L.). 100 f. 2008. Tese (Doutorado em Agronomia) - Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2008.

FRUTIFATOS. Informação para a fruticultura irrigada, Brasília, v.2, n.2, 64p. 2002.

GOMES, G. C.; RODRIGUES, W. F.; GOMES, F. R. C.; BARBIERI, R. L.; GARRASTAZU, M. C. Conservação de frutíferas nativas: localização, fenologia e reprodução. Pelotas: Embrapa Clima Temperado, 36 p. 2007. (Documentos, 183).

IPA (Empresa Pernambucana de Pesquisa Agropecuária). Pitanga cultivar tropicana, 4p. 2000. (Fôlder).

LORENZI, H. Árvores do Brasil - Manual de Identificação e Cultivo de Plantas Arbóreas do Brasil. vol. 2. 2 ed. Nova Odessa : Instituto Plantarum, 2002. 384 p.

MARIN, R.; PIZZOLI, G.; LIMBERGER, R.; APEL, M.; ZUANAZZI, J.A.S.; HENRIQUES, A.T. Propriedades nutracêuticas de algumas espécies frutíferas nativas do sul do Brasil. In: RASEIRA, M.C.B.; ANTUNES, L.E.C.; TREVISAN, R.; GONÇALVES, E.D. Espécies frutíferas nativas do sul do Brasil. Pelotas: Embrapa Clima Temperado, p.107-122. 2004. (Documentos, 129)

MELO, E. A.; MACIEL, M. I. S.; LIMA, V. L. A. G.; NASCIMENTO, R. J. Capacidade antioxidante de frutas. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas, v. 44, n. 2, 2008a.

MELO, E.A.; MACIEL, M.I.S.; LIMA, V.L.A.G.; ARAÚJO, C.R. Teor de fenólicos totais e capacidade antioxidante de polpas congeladas de frutas. Alim. Nutr., v.19, n.1, p. 67-72, 2008b.

MONSELISE, S.P.; GOLDSCHMIDT, E.E. Alternate bearing in fruit trees: a review.

Horticultural Reviews, v. 4, p. 128 – 173, 1982.

RASEIRA, M. do C.B.; SIMONETTO, P. R.; GRELLMAN, E; NAKASU, B. H. Lançamento de cultivares de pessegueiro, ano 2000. Embrapa Clima Temperado. 2000.

ROESLER, R.; MALTA, L.G.; CARRASCO, L.C.; HOLANDA, R.B.; SOUSA, A.S.; PASTORE, G.M. Atividade antioxidante de frutas do cerrado. Ciênc. Tecnol. Aliment., v. 27, n. 1, p. 53-60, 2007.

SHIFRISS, C.; EIDELMAN, E. An approach to parthenocarpy in peppers. Hort Science, v. 21, n. 6, p. 1458-1459, 1986.

SILVA, F. A.S.; AZEVEDO, C.A.V. Principal Components Analysis in the Software Assistat-Statistical Attendance. In: WORLD CONGRESS ON COMPUTERS IN AGRICULTURE, 7, Reno-NV-USA: American Society of Agricultural and Biological Engineers, 2009

SOARES, I.A.A.; FREITAS, F. C. L.; NEGREIROS, M. Z.; FREIRE, G.M.; AROUCHA, E. M. M.; GRANGEIRO, L. C.; LOPES, W.A.R.; DOMBROSKI, J. L. D. Interferência das plantas daninhas sobre a produtividade e qualidade de cenoura. Planta Daninha, v. 28, p. 247-254, 2010

TREVISAN, R.; TREPTOW, R.O.; GONÇALVES, E.D.; ANTUNES, L.E.C.; HERTER, F.G. Atributos de qualidade considerados pelo consumidor de Pelotas/RS na compra do pêssego in natura. Current Agricultural Science and Technology, v. 12, n.3; p. 371-374, 2006.

VILLACHICA, H.; CARVALHO, J.E.U.; MULLER, C.H.; DIAZ, S.C.; ALMANZA, M. Frutales y hortalizas promissórios de la Amazonia. Lima: Tratado de Cooperaccion Amazonica, 1996, p. 227-231. (SPT-TCA, 44).

WAGNER JÚNIOR, AMÉRICO, PALADINI, MARCOS VILLY, DANNER, MOESES ANDRIGO, MOURA, GISELY CORREA DE, GUOLLO, KARINA, & NUNES, ISADORA BISCHOFF. Aspects of the sensorial quality and nutraceuticals of Plinia cauliflora fruits. Acta Scientiarum Agronomy, v. 39, n.4, p. 475-485, 2017.

Downloads

Publicado

2021-10-28

Como Citar

Pirola, K., Dotto, M., Wagner Júnior, A., & Cassol, D. A. (2021). QUALITY OF THE PIRENIC AND APIRENIC FRUITS OF SURINAM CHERRY TREE ACCESSES (Eugenia uniflora). Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 17(5), 55–65. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/ca/article/view/4019

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)