ANÁLISE DAS PROPRIEDADES E VIABILIDADE ECONÔMICA DA CERÂMICA VERMELHA UTILIZADA COMO AGREGADO RECICLADO MIÚDO PARA PAVIMENTAÇÃO

Autores

  • José Wilson dos Santos Ferreira
  • Daniele Araujo Altran UNOESTE
  • Filipe Bittencourt Figueiredo
  • Cássio Fabian Sarquis de Campos

Palavras-chave:

Cerâmica Vermelha, Pavimentação, Agregado Miúdo

Resumo

Sendo a construção civil um dos principais setores responsáveis pelo desperdício de matéria prima, é imprescindível que o próprio setor busque mecanismos a fim de minimizar o gasto excessivo e promover a eficiência de sua produção. Em virtude do montante de Resíduos de Construção e de Demolição (RCD) gerados e da Política Nacional dos Resíduos Sólidos, o trabalho buscou analisar a viabilidade de se substituir os agregados miúdos comuns pelos reciclados, a partir do beneficiamento da cerâmica vermelha, a fim de serem aplicados nas camadas de pavimentação flexíveis. Subsidiado pela NBR 15116, o material não apresentou resultados satisfatórios tanto nas análises físicas quanto mecânicas. Assim, estudos futuros deverão pautar-se na melhoria da qualidade do material, de modo que possa contribuir para o cumprimento de um dos principais pontos da Lei Federal 12305/10, referente ao descarte em aterros sanitários apenas dos resíduos que não possam ser reutilizados ou reciclados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-06-08

Como Citar

Wilson dos Santos Ferreira, J., Araujo Altran, D., Bittencourt Figueiredo, F., & Fabian Sarquis de Campos, C. (2017). ANÁLISE DAS PROPRIEDADES E VIABILIDADE ECONÔMICA DA CERÂMICA VERMELHA UTILIZADA COMO AGREGADO RECICLADO MIÚDO PARA PAVIMENTAÇÃO. Colloquium Exactarum. ISSN: 2178-8332, 8(3), 01–12. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/ce/article/view/1856

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)