VALORES HEMATOLÓGICOS EM FRANGOS DE CORTE DE CRIAÇÃO INDUSTRIAL

Autores

  • Adriana Borsa Osvaldo Borsa; Martha Vianna Borsa

Palavras-chave:

avicultura, sanidade avícola, hematologia, diagnóstico laboratorial

Resumo

RESUMO O uso da hematologia representa importante ferramenta para o estabelecimento de diagnóstico de diversas doenças bem como para a compreensão dos mecanismos de patogênese das mesmas. No Brasil existem poucas referências bibliográficas sobre os valores hematológicos aviários, bem como sobre os fatores que podem influenciar estes parâmetros. Tendo em vista estas questões, objetivou-se com este trabalho a determinação dos valores hematológicos de frangos de corte, machos, linhagem comercial, criados em sistema industrial, entre 7 e 42 dias de idade, idade em que normalmente as aves são abatidas. Os resultados demonstraram que o número total de hemácias (Hm) ficou entre 1,69 e 2,03 X 106/µL e o volume globular (VG) entre 29,6 e 33,2%. A taxa de hemoglobina entre 8,26 e 10,38g/dL. O número total de leucócitos variou entre 11900 e 18500 X 103 /µL. Contudo, as variações dos valores destes parâmetros entre as diferentes faixas etárias não foram consideradas significativas (p<0,05). Concluiu-se com este trabalho que há a necessidade de realização de mais pesquisas na área a fim de melhor estabelecer-se discutir-se os valores hematológicos de referência para frangos de corte no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-04-07

Como Citar

Borsa, A. (2011). VALORES HEMATOLÓGICOS EM FRANGOS DE CORTE DE CRIAÇÃO INDUSTRIAL. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 5(1), 25–31. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/ca/article/view/331