VARIÁVEIS DENDROMÉTRICAS E PRODUÇÃO DE Eucalyptus benthamii EM DIFERENTES ESPAÇAMENTOS

Autores

  • Luciano Farinha Watzlawick Unicentro
  • Cristiane Carla Benin

Palavras-chave:

Vital space; Planted Forests; Forest management.

Resumo

Neste estudo objetivou-se avaliar o efeito do espaçamento de plantio na produção e nas variáveis dendrométricas, em plantio experimental com sementes melhoradas da espécie E. benthamii, aos seis anos de idade. O delineamento experimental adotado foi em blocos ao acaso, com quatro repetições de vinte árvores. Os tratamentos foram quatro espaçamentos de plantio 2x3, 3x3, 3x4 e 4x4m. Após os procedimentos em campo (inventário florestal, amostragem e cubagem de 79 árvores), obtiveram-se os principais parâmetros dendrométricos em cada espaçamento. As alturas foram determinadas por relação hipsométrica e o volume das demais árvores do povoamento foi estimado pelo modelo de Schumacher - Hall. Após atender as premissas estatísticas, realizou-se a ANOVA para avaliar as variáveis dendrométricas (DAP, altura total, área transversal, área basal, volume.arv-1, volume.ha-1), sendo as médias dos tratamentos comparadas pelo teste de Tukey. As correlações entre as variáveis dendrométricas com o espaço vital foram avaliadas a partir do coeficiente de correlação linear de Pearson, ao nível de 95% de probabilidade de confiança. De modo geral, as variáveis dendrométricas apresentaram alta correlação com o espaçamento. Os espaçamentos mais amplos favoreceram o diâmetro, altura, área transversal e o volume individual, enquanto os menores espaços vitais foram responsáveis pelos maiores valores de área basal e volume por hectare. A produção oscilou de 238,90 m³.ha-1 no maior espaçamento a 392,08 m³.ha-1 no menor espaçamento. Concluiu-se que houve efeito do espaçamento do plantio, e que com as tendências observadas é oportuno planejar a produção florestal em função do espaçamento de plantio adotado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-01-13

Como Citar

Watzlawick, L. F., & Benin, C. C. (2021). VARIÁVEIS DENDROMÉTRICAS E PRODUÇÃO DE Eucalyptus benthamii EM DIFERENTES ESPAÇAMENTOS. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 16(6), 111–120. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/ca/article/view/3042