BACTÉRIAS PROMOTORAS DO CRESCIMENTO RADICULAR EM PLÂNTULAS DE DOIS CULTIVARES DE ARROZ IRRIGADO POR INUNDAÇÃO

Autores

  • Israel Mendes Sousa Universidade Federal de Goiás
  • Adriano Stephan Nascente Embrapa Arroz e Feijão
  • Marta Cristina Corsi de Filippi

Palavras-chave:

bioagentes, desenvolvimento sustentável, microrganismos indutores de crescimento, Oryza sativa

Resumo

Para o crescimento e desenvolvimento as plantas, na natureza, contam com os benefícios de microrganismos residentes em sua rizosfera. Rizobactérias promotoras de crescimento vegetal (RPCV) são exemplos desses microrganismos que interagem de forma benéfica com espécies vegetais. Portanto, a inoculação de sementes com RPCV pode representar uma alternativa importante e sustentável para melhorar o desenvolvimento inicial e a produção de plantas cultivadas. Objetivou-se com esse estudo determinar o efeito da microbiolização de sementes com RPCV no comprimento radicular de plântulas de arroz irrigado. Em condições controladas, conduziram-se dois experimentos com cultivares de arroz irrigado (BRS Catiana e A 702 CL), em delineamento inteiramente casualizado, com sete tratamentos e 10 repetições. Os tratamentos constituíram-se de seis microrganismos: BRM32109 (Bacillus sp.), BRM32110 (Bacillus sp.), BRM32111 (Pseudomonas sp.), BRM32112 (Pseudomonas fluorescens), BRM32113 (Burkholderia pyrrocinia), BRM32114 (Serratia sp.) e um controle (sem microrganismo). Os dados foram submetidos à análise de variância, as médias entre os tratamentos com RPCV foram comparadas pelo teste LSD (p≤0,05) e, os tratamentos com microrganismos foram comparados individualmente com o controle pelo teste de Dunnett (p≤0,05). Somente a cultivar BRS Catiana apresentou diferença entre os tratamentos. Os maiores comprimentos radiculares foram apresentados pelas sementes tratadas com os isolados BRM32110, BRM32112, BRM32109 e BRM32114. Para ambas cultivares houve significância quando comparado microrganismos e controle. Destaque para as sementes da cultivar BRS Catiana, que quando tratadas com os isolados BRM32110 e BRM32112 apresentaram aumento médio de 25,7% no comprimento radicular, em comparação com o tratamento controle. Para a cultivar A 702 CL, todos os microrganismos proporcionaram incrementos com um valor médio de 31% no comprimento radicular das plântulas de arroz. Com base nos resultados pode-se inferir que as RPCV proporcionam incrementos significativos no comprimento radicular de plântulas de cultivares de arroz irrigado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-04-24

Como Citar

Sousa, I. M., Nascente, A. S., & Filippi, M. C. C. de. (2019). BACTÉRIAS PROMOTORAS DO CRESCIMENTO RADICULAR EM PLÂNTULAS DE DOIS CULTIVARES DE ARROZ IRRIGADO POR INUNDAÇÃO. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 15(2), 140–145. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/ca/article/view/2714

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)