APLICAÇÃO DA ENERGIA DE MICRO-ONDAS PARA SECAGEM DA BANANA NANICA (Musa acuminata 'Dwarf Cavendish') SUBMETIDA AO PROCESSO DE OSMOSE

  • Lara Beatriz Geromel Centro Universitário do Norte Paulista/ Curso de Engenharia Química
  • Irene Rodrigues Freitas Centro Universitário do Norte Paulista/ Curso de Engenharia Química
Palavras-chave: caracterização; desidratação; tecnologia não convencional.

Resumo

No Brasil a banana é extremamente importante, pois é a segunda fruta mais cultivada depois das cítricas. Em vista disso, este trabalho tem como objetivo efetuar a desidratação osmótica da banana nanica (Musa acuminata 'Dwarf Cavendish') associada à secagem por micro-ondas. Foi realizada a caracterização da matéria-prima, a desidratação e a secagem em micro-ondas doméstico, a cinética de secagem, capacidade de reidratação e caracterização do produto final. Como resultado notou-se que a secagem por micro-ondas foi satisfatória para secagem. Foi obtido um teor de umidade de 29,38%, um pH de 4,77 e uma capacidade de reidratação de 174% na banana sem o pré-tratamento e 32,33%, 4,83% e 120% respectivamente, para a desidratada osmoticamente. O uso dessa combinação pode ser uma alternativa para prolongar a vida útil de frutas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Irene Rodrigues Freitas, Centro Universitário do Norte Paulista/ Curso de Engenharia Química

Curso Engenharia de Produção/Engenharia Química. Área de gerenciamento da qualidade, projetos, operações unitárias, materiais, fenômenos de transporte, gestão da qualidade, processos. Ciência e Tecnologia de Alimentos.

Referências

AOAC. Official Methods of Analysis of the Association of Official Analytical Chemists. Arlington: AOAC, 2000.

ARAÚJO, N. Banana em caixas e melhor climatização podem reduzir as perdas da fruta. Farming Brasil, 2016. Disponível em: https://sfagro.uol.com.br/banana/
. Acesso em: 27 mai. 2018.

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Levantamento sistemático da produção agrícola: Pesquisa mensal de previsão e acompanhamento das safras agrícolas no ano civil, 2017. Disponível em: ftp://ftp.ibge.gov.br/Producao_Agricola/Levantamento_Sistematico_da_Producao_Agricola_[mensal]/Fasciculo/2017/lspa_201701.pdf. Acesso em: 27 mai. 2018.

CORRÊA, J. L. G. et al. Analysis of osmotic dehydration variables influences on tomato (Licopersicon esculentum) drying. Boletim do Centro de Pesquisa e Processamento de Alimentos, v. 25, n. 2, p. 315-328, 2011.

EMBRAPA. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Mamão Formosa desidratado incorporado de frutooligossacarídeo, 2016. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/153436/1/folder-mamao-desidratado-Eliseth-Ronielli.pdf. Acesso em: 27 mai. 2018.


FRANCO, D. S. Forno Microondas e seu funcionamento. Instituto de Ciências Exatas - Universidade Federal de Juiz de Fora, 2018. Disponível em: http://www.ufjf.br/fisicaecidadania/conteudo/se-quiser-saber-mais-sobre-o-forno-microondas-e-seu-funcionamento/. Acesso em: 27 mai. 2018.

FREDO, C. E. et al. Previsões e Estimativas das Safras Agrícolas do Estado de São Paulo, 2° Levantamento, Ano Agrícola 2018/19 e Levantamento Final, Ano Agrícola 2017/18, Novembro de 2018. Análises e Indicadores do Agronegócio, v. 14, n. 2, 2019.

GARCIA-PATERNINA, M.; ALVIS-BERMUDEZ, A.; GARCIA-MOGOLLON, C. A. Evaluation of the Osmotic Dehydration Pretreatment and Microwave in the Obtaining of Flakes of Mango (Tommy Atkins). Información tecnológica, v. 26, n. 5, p.63-70, 2015.

GOMES, M. Produção brasileira de banana atinge R$ 14 bilhões por ano. Correio Braziliense, 23 outubro 2017. Economia – Correio Braziliense. Disponível em: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2017/10/23/internas_economia,635500/producao-brasileira-de-banana-atinge-r-14-bilhoes-por-ano.shtml. Acesso em: 27 mai. 2018.

HATTENHAUER S. K.; CARVALHO R. I. N. d. Caracterização física e química da banana ‘Nanica’ em função da época de colheita e do diâmetro do fruto em Corupá, SC. Agropecuária Catarinense, v.29, n.2, p.80-83, 2016.

MONTEIRO R. L.; CARCIOFI B. A. M.; LAURINDO J. B. A microwave multi-flash drying process for producing crispy bananas. Journal of Food Engineering, v. 178, 2016.

PEREIRA, N. R.; MARSAIOLI, A.; AHRNÉ, L. M. Effect of microwave power, air velocity and temperature on the final drying of osmotically dehydrated bananas. Journal of Food Engineering, v. 81, n. 1, p. 79-87, 2007.

PEREIRA, N. Estudo da aplicação de microondas na secagem de bananas tratadas osmoticamente. Dissertação (Doutorado). Engenharia de Alimentos. Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2007.

RIBEIRO, R. C. Tomates semi desidratados obtidos por secagem micro-ondas convectiva precedida por desidratação osmótica. 92 f. Dissertação (Mestrado). Engenharia Agrícola. Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.

RODRIGUES, F. M.; GUERRA, A. F.; RODRIGUES, L. G. da S. M.; CHÁVEZ, D. W. H. Produção de banana (Musa paradisiaca.) desidratada osmoticamente seguida por secagem com circulação de ar e caracterização físico química. Enciclopédia Biosfera, v.9, nº.16, p. 1750-1758, 2013

SEBRAE. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Conheça o mercado da bananicultura, 2016. Disponível em: < http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/conheca-o-mercado-da-bananicultura,187b9e665b182410VgnVCM100000b272010aRCRD>. Acesso em: 27 mai. 2018.

SCHIFFMANN, R. F. Microwave process for the food industry. Handbook of Microwave Technology for Food Applications, p. 299-338, 2001.

SERENO, A. M.; HUBINGER, M. D.; COMESANÃ, J. F.; CORREA, A. Prediction of water activity of osmotic solutions. Journal of Food Engineering, v. 49, n. 1, p. 103-114, 2001.
Publicado
2020-06-15
Como Citar
Geromel, L. B., & Rodrigues Freitas, I. (2020). APLICAÇÃO DA ENERGIA DE MICRO-ONDAS PARA SECAGEM DA BANANA NANICA (Musa acuminata ’Dwarf Cavendish’) SUBMETIDA AO PROCESSO DE OSMOSE. Colloquium Exactarum. ISSN: 2178-8332, 12(1), 1-10. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/ce/article/view/3421