INTERAÇÃO ENTRE MOLIBDÊNIO E NITROGÊNIO NO CRESCIMENTO DE BRACHIARIA BRIZANTHA CV. MARANDU

Autores

  • Danilo Zanutto de Oliveira Medeiros UNOESTE
  • Gustavo Maia Souza UNOESTE

Resumo

Com o empobrecimento dos solos da região sudeste do país, o gênero Brachiaria vem sendo um importante aliado aos pecuaristas, na condição de suportar solos com baixa fertilidade. Desta forma, este estudo tem como objetivo verificar os efeitos de diferentes doses de Mo (0, 30 ,60 ,90 g ha-1) sobre a fisiologia e produção de B. brizantha cv. Marandu, e sua interação com diferentes doses de nitrogênio (0, 40, 80 kg ha-1). Para tanto foram avaliados durante um processo de simulação de pastoreio em casa de vegetação o teor de proteína bruta, produção de matéria seca, número de perfilhos e atividade da enzima nitrato redutase. A hipótese deste trabalho considerou que, uma vez que o Mo afeta o metabolismo do nitrogênio, interferindo na atividade da nitrato redutase (NR), espera-se que diferentes doses desse micronutriente influencie o crescimento da B. brizantha cv. Marandu. Entretanto, nossos resultados não evidenciaram um clássico padrão de dose-efeito em relação ao Mo. Por outro lado, os resultados sugeriram que as suplementações com Mo em B. brizantha cv Marandu devem ser realizadas em conjunto com uma adubação nitrogenada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-12-07

Como Citar

Medeiros, D. Z. de O., & Souza, G. M. (2006). INTERAÇÃO ENTRE MOLIBDÊNIO E NITROGÊNIO NO CRESCIMENTO DE BRACHIARIA BRIZANTHA CV. MARANDU. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 1(2), 06–15. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/ca/article/view/91