FERTILIZATION RECOMMENDATION FOR Brassica oleracea USING BULLETIN 100 IS STILL VALID AFTER MORE THAN TWO DECADES

Autores

  • Milton de Albuquerque do Canto e Silva
  • Felipe Quartucci Faculdade de Ensino Superior Santa Bárbara

Palavras-chave:

dose; época; fertilizante; fonte; local

Resumo

O Manejo de Nutrientes 4C é um conceito que visa otimizar a fertilização de culturas agrícolas, englobando aspectos sociais, econômicos e ambientais. Este conceito envolve 4 princípios científicos (a fonte certa de fertilizante, a dose certa, a época certa e o local certo) que devem ser definidos levando em conta condições e conhecimentos locais. Este trabalho teve como objetivo determinar as melhores práticas de fertilização para brócolis na região de Tatuí-SP, utilizando os princípios do manejo de nutrientes 4C. Foram instalados quatro experimentos, cada um referindo-se a um princípio 4C, comparando a fertilização padrão aplicada na região com diferentes opções de manejo. A dose certa foi a sugerida pelos boletins de fertilização. Um aumento ou diminuição de 25% na dose causou uma redução na produtividade dos brócolis. A fonte que promoveu o maior crescimento foi a mineral, seguida por uma combinação de mineral e orgânico. Em relação à época, a prática padrão aplicada na região, que é aplicar 100% de N e K no plantio, não diferiu da divisão da dose em 3 parcelas. Por fim, a aplicação do fertilizante na linha de plantio promoveu melhor crescimento do que a aplicação na superfície do solo. A fertilização padrão praticada na região promoveu o maior crescimento. Porém, existem outras possibilidades em termos de época e local que também resultaram em maior crescimento, e a decisão deve ser tomada de acordo com a realidade de cada agricultor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Milton de Albuquerque do Canto e Silva

Engenheiro Agrônomo

Produtor rural

Felipe Quartucci, Faculdade de Ensino Superior Santa Bárbara

Docente na Faculdade de Ensino Superior Santa Bárbara (FAESB - Tatuí), no curso de Engenharia Agronômica, áreas de concentração Ciências do Solo

Doutorando em Ciências Agrícolas na Universidade de Bonn, Alemanha

Referências

AGUIAR, A. T. DA E. et al. Boletim 200 - Instruções Agrícolas para as Principais Culturas Econômicas. 7. ed. Campinas, SP: Instituto Agronômico de Campinas IAC, 2014.

ALMEIDA, J. A.; TORRENT, J.; BARRÓN, V. Cor de solo, formas do fósforo e adsorção de fosfatos em Latossolos desenvolvidos de basalto do extremo-sul do Brasil. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 27, n. 6, p. 985–1002, 2003.

ALVARES, C. A. et al. Köppen’s climate classification map for Brazil. Meteorologische Zeitschrift, v. 22, n. 6, p. 711–728, 2013.

BARBOSA, N. C. et al. Distribuição vertical do fósforo no solo em função dos modos de aplicação. Bioscience Journal, v. 31, n. 1, p. 87–95, 2015.

BERNARDI, A. C. C.; MACHADO, P. L. O. A. Uso agrícola dos solos do Brasil e balanço de nutrientes. In: NIELSON, H.; SARUDIANSKY, R. (Eds.). Minerales para la agricultura en Latinoamérica. Buenos Aires: CEPS, 2005. p. 127–133.

BRUULSEMA, T.; LEMUNYON, J.; HERZ, B. Know your fertilizer rights. Crops & Soils, v. 42, n. 2, p. 13–18, 2009.

CARDOSO, A. I. I. et al. Phosphorus sources associated with organic compound in broccoli production and soil chemical attributes. Horticultura Brasileira, v. 37, p. 228–233, 2019.

CASARIN, V.; STIPP, S. R. Quatro medidas corretas que levam ao uso eficiente dos fertilizantes. Informações Agronômicas, n. 142, p. 14–20, 2013.

CECÍLIO FILHO, A. B.; CARMONA, V. M. V.; SCHIAVON JUNIOR, A. A. Broccoli growth and nutrient accumulation. Científica, v. 45, n. 1, p. 95–104, 2017.

CHAVES JÚNIOR, O. J. et al. Genetic variability among broccoli genotypes based on biochemical and molecular traits. Horticultura Brasileira, v. 39, n. 3, p. 288–293, 2021.

CHIVENGE, P.; VANLAUWE, B.; SIX, J. Does the combined application of organic and mineral nutrient sources influence maize productivity? A meta-analysis. Plant and Soil, v. 342, n. 1–2, p. 1–30, 2011.

COELHO, M. R. et al. O solo e a sustentabilidade agrícola no Brasil: um enfoque pedológico. Boletim Informativo da SBCS, p. 30–37, 2014.

FIXEN, P. E. Balanço de nutrientes em terras cultivadas: um desafio global para o setor de fertilizantes. Informações agronômicas, n. 133, p. 1–6, 2011.

JOHNSTON, A. M.; BRUULSEMA, T. W. 4R nutrient stewardship for improved nutrient use efficiency. Procedia Engineering, v. 83, p. 365–370, 2014.

MELO, R. A. DE C. E. A cultura do brócolis. Brasília, DF: Embrapa, 2015.

MEURER, E. J. Potássio. In: FERNANDES, M. S.; SOUZA, S. R. DE; SANTOS, L. A. (Eds.). Nutrição Mineral de Plantas. [s.l.] Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2006. p. 281–298.

MIKKELSEN, R. L. The “4R” nutrient stewardship framework for horticulture. HortTechnology, v. 21, n. 6, p. 658–662, 2011.

NKEBIWE, P. M. et al. Fertilizer placement to improve crop nutrient acquisition and yield: A review and meta-analysis. Field Crops Research, v. 196, p. 389–401, 2016.

NOVAIS, R. F.; SMYTH, T. J.; NUNES, F. N. Fósforo. In: NOVAIS, R. F. et al. (Eds.). Fertilidade do solo. [s.l.] Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2007.

OLIVEIRA, F. C. et al. Produtividade do brócolis de cabeça sob diferentes doses de adubação nitrogenada. Revista Agrarian, v. 9, n. 34, p. 326–333, 2016.

OUDA, B. A.; MAHADEEN, A. Y. Effect of fertilizers on growth, yield, yield components, quality and certain nutrient contents in broccoli (Brassica oleracea). International Journal of Agriculture and Biology, v. 10, n. 6, p. 627–632, 2008.

POPPIEL, R. R. et al. Mapping at 30 m resolution of soil attributes at multiple depths in midwest Brazil. Remote Sensing, v. 11, n. 24, 2019.

PRADO, R. B. et al. Mapping soil fertility at different scales to support sustainable Brazilian agriculture. International Journal of Biological, Biomolecular, Agricultural, Food and Biotechnological Engineering, v. 6, n. 9, p. 137–145, 2012.

RAIJ, B. VAN et al. Recomendações de adubação e calagem para o Estado de São Paulo 2.ed. rev. e atual. Campinas: Instituto Agronômico/Fundação IAC, 1997.

RAIJ, B. VAN. Potássio. In: Fertilidade do Solo e Manejo de Nutrientes. Piracicaba: International Plant Nutrition Institute IPNI, 2011a. p. 249–264.

RAIJ, B. VAN. Fósforo. In: RAIJ, B. VAN (Ed.). Fertilidade do Solo e Manejo de Nutrientes. Piracicaba: International Plant Nutrition Institute IPNI, 2011b. p. 217–248.

SANTOS, D. R.; GATIBONI, L. C.; KAMINSKI, J. Fatores que afetam a disponibilidade do fósforo e o manejo da adubação fosfatada em solos sob sistema plantio direto. Ciencia Rural, v. 38, n. 2, p. 576–586, 2008.

SANWAL, S. K. et al. Growth, yield, and dietary antioxidants of broccoli as affected by fertilizer type. Journal of Vegetable Science, v. 12, n. 2, p. 13–26, 2006.

SILVA, A. L. P. et al. Potassium fertilization of cauliflower and broccoli in a potassium-rich soil. Ciencia e Investigacion Agraria, v. 43, n. 1, p. 151–157, 2016.

SIMONNE, E. H. et al. Localized application of fertilizers in vegetable crop production. In: TEI, F.; NICOLA, S.; BENINCASA, P. (Eds.). . Advances in research on fertilization management of vegetable crops. [s.l.] Springer, Cham, 2017. p. 149–181.

TEI, F. et al. Nitrogen management of vegetable crops. Agricultural Water Management, v. 240, n. January, p. 106316, 2020.

TEMPLETON, G. F. A two-step approach for transforming continuous variables to normal: Implications and recommendations for IS research. Communications of the Association for Information Systems, v. 28, n. 1, p. 41–58, 2011.

TRANI, P. E. et al. Brócolos, couve-flor e repolho. In: RAIJ, B. V. et al. (Eds.). Recomendações de adubação e calagem para o Estado de São Paulo. Campinas: IAC, 1997. p. 175.

TREVISAN, J. N. et al. Rendimento de cultivares de brócolis semeadas em outubro na região centro do Rio Grande do Sul. Ciência Rural, v. 33, n. 2, p. 233–239, 2003.

URRUTIA, O. et al. Theoretical chemical characterization of phosphate-metal-humic complexes and relationships with their effects on both phosphorus soil fixation and phosphorus availability for plants. Journal of the Science of Food and Agriculture, v. 93, n. 2, p. 293–303, 2013.

VIDAL NETO, F. DAS C. et al. O melhoramento genético no contexto atual. I Simpósio Nordestino de Genética e Melhoramento de Plantas. Anais...Fortaleza-CE: Sociedade Brasileira de Melhoramento de Plantas – Regional Ceará; Embrapa Agroindústria Tropical, 2009

WEINGARTNER, S. et al. Rendimento de cebola em função da dose e do modo de aplicação de fósforo. Revista de Ciencias Agroveterinarias, v. 17, n. 1, p. 23–29, 2018.

Downloads

Publicado

2023-01-18

Como Citar

de Albuquerque do Canto e Silva, M., & Quartucci, F. (2023). FERTILIZATION RECOMMENDATION FOR Brassica oleracea USING BULLETIN 100 IS STILL VALID AFTER MORE THAN TWO DECADES . Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 18(4), 21–32. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/ca/article/view/4248