IMAGENS DIGITALIZADAS NA AVALIAÇÃO DO TESTE DE TETRAZÓLIO EM SEMENTES DE TRIGO

Autores

  • Emanueli Bastos Garcia Universidade Estadual de Londrina
  • Marizangela Rizzatti Ávila† Instituto Agronômico do Paraná - IAPAR
  • Nelson da Silva Fonseca Júnior Instituto Agronômico do Paraná - IAPAR
  • Getulio Takashi Nagashima Instituto Agronômico do Paraná - IAPAR

Palavras-chave:

Germinação, scanner, Triticum aestivum L, vigor

Resumo

O teste de tetrazólio pode ser uma alternativa para obtenção de resultados rápidos do potencial fisiológico de sementes. Nesse contexto, o objetivo do presente estudo foi avaliar a eficiência do teste de tetrazólio através da avaliação por análise de imagens digitalizadas na determinação da qualidade fisiológica de sementes de trigo. O experimento foi realizado com 22 lotes de sementes de trigo, submetidos à determinação do potencial fisiológico, incluindo o teste de tetrazólio avaliado por meio de análise de imagens digitalizadas. Para digitalização, após bissecção longitudinal, e coloração em solução de 0,075% de tetrazólio, as sementes foram agrupadas sobre vidro de scanner de mesa, armazenadas e classificadas em quatro classes de vigor. Os dados foram submetidos à análise de variância, com médias agrupadas pelo teste Scott-Knott, a 5% de significância; também foi realizada análise dos coeficientes de correlação simples entre os resultados dos testes de tetrazólio e demais testes. A avaliação do teste de tetrazólio através da análise de imagens digitalizadas agrupou os lotes em três níveis de vigor. O método é eficiente na determinação de vigor e viabilidade de sementes de trigo, devido a possibilidade de ampliação das imagens que permite análise precisa das estruturas do eixo embrionário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Emanueli Bastos Garcia, Universidade Estadual de Londrina

Doutoranda na Universidade Estadual de Londrina, Departamento de Agronomia, Rodovia Celso Garcia Cid 445, Km 380, Campus Universitário, 86057-970, Londrina, Paraná, Brasil.

Marizangela Rizzatti Ávila†, Instituto Agronômico do Paraná - IAPAR

†Pesquisadora no Instituto Agronômico do Paraná, Área de Propacação Vegetal, Rodovia Celso Garcia Cid, 86047-902, Londrina, Paraná, Brasil.

Nelson da Silva Fonseca Júnior, Instituto Agronômico do Paraná - IAPAR

Pesquisador no Instituto Agronômico do Paraná, Área de Melhoramento Vegetal, Rodovia Celso Garcia Cid, 86047-902, Londrina, Paraná, Brasil.

Getulio Takashi Nagashima, Instituto Agronômico do Paraná - IAPAR

Pesquisador no Instituto Agronômico do Paraná, Área de Ecofisiologia, Rodovia Celso Garcia Cid, 86047-902, Londrina, Paraná, Brasil.

Referências

ABATI, J.; BRZEZINSKI, C. R.; FOLONI, J. S. S.; ZUCARELI, C.; BASSOI, M. C.; HENNING, F. A. Seedling emergence and yield performance of wheat cultivars depending on seed vigor and sowing density. Journal of Seed Science, v. 39, n. 1, p. 58-65, 2017. https://dx.doi.org/10.1590/2317-1545v39n1171002

BRASIL. Ministério da Agricultura e Reforma Agrária. Secretaria Nacional de Defesa Agropecuária. Departamento Nacional de Defesa Vegetal. Coordenação de Laboratório Vegetal. Regras para análise de sementes, Brasília, DF, 2009. 395 p.

CARVALHO, T. C.; KRZYZANOWSKI. F. C.; OHLSON. O. C.; PANOBIANCO. M. Improved assessment of wheat seeds vigor. Ciência e Agrotecnologia, v. 36, n. 6, p. 608-614, 2012. https://doi.org/10.1590/S1413-70542012000600002

CARVALHO, T. C.; KRZYZANOWSKI, F. C.; OHLSON, O. C.; PANOBIANCO, M.. Tetrazolium test adjustment for wheat seeds. Journal of Seed Science, v. 35, n. 3, p. 361-367, 2013. https://doi.org/10.1590/S2317-15372013000300013

CARVALHO, T. C.; NOVEMBRE, A. D. L. C. Comparação de métodos para avaliação de injúrias mecânicas em sementes de duas cultivares de soja. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v.7, n.3, p.372-379, 2012. 10.5039/agraria.v7i3a1075

COSTA, C. J.; TRZECIAK, M. B.; VILLELA, F. A. Potencial fisiológico de sementes de brássicas com ênfase no teste de envelhecimento acelerado. Horticultura Brasileira, v. 26, n. 2, 2008. http://www.scielo.br/pdf/hb/v26n2/03.pdf

CUSTÓDIO, C. C.; DAMASCENO, R. L.; MACHADO NETO, N. B. Imagens digitalizadas na interpretação do teste de tetrazólio em sementes de Brachiaria brizantha. Revista Brasileira de Sementes, v. 34, n. 2, p. 334-341, 2012. https://doi.org/10.1590/S0101-31222012000200020.

CRUZ, C. D. Programa GENES - Aplicativo Computacional em Genética e Estatística. Viçosa: UFV, 1997. 442 p.

DAVIS, J. A. Elementary survey analysis. Englewood: Prentice-Hall, 1971. 206 p.

DIAS, M. C. L. L.; BARROS, A. S. R. Metodologia do teste de tetrazólio em sementes de milho. In: KRZYZANOWSKI, F. C.; VIEIRA, R. D., FRANÇA NETO, J. B. Vigor de sementes: conceitos e testes. Londrina: ABRATES, v. 1, 1999. p. 1-10.

FANAN, S.; MEDINA, P. F.; LIMA, T. C.; JULIO MARCOS, J. Avaliação do vigor de sementes de trigo pelos testes de envelhecimento acelerado e de frio. Revista Brasileira de Sementes, v. 28, n. 2, p.152-158, 2006. https://doi.org/10.1590/S0101-31222006000200021.

FORSYTH, D. A.; PONCE, J. Computer vision: a modern approach. Upper Saddle River: Prentice Hall, 2003. 792 p.

GOMES, F. P. Curso de estatística experimental. São Paulo: Nobel, 1985. 467 p.

GONZALEZ, R. C.; WOODS, R. Processamento digital de imagens. São Paulo: Saraiva, 2009. 509 p.

HÖFS, A.; SCHUCH, L. O. B.; PESKE, S. T.; BARROS, A. C. S. A. Emergência e crescimento de plântulas de arroz em resposta à qualidade fisiológica de sementes. Revista Brasileira de Sementes, v. 26, n. 1, p. 92-97, 2004. https://doi.org/10.1590/S0101-31222004000100014.

INTERNATIONAL SEED TESTING ASSOCIATION - ISTA. Biochemical test for viability: the topographical tetrazolium test. In: International rules for seed testing. Zurich: Bassersdorf, 2008. p. 1-30.

LOPES, R. R.; FRANKE, L. B.; NUNES, F. S. Metodologia alternativa do teste de envelhecimento acelerado para sementes de azevém. Scientia Agraria, v. 10, n. 2, p. 89-94, 2009. https://doi.org/10.1590/S0103-84782011000100006

LUDWIG, M. P.; SCHUCH, L. A. B.; LUCCA FILHO, O. A.; AVELAR, S. A. G.; MIELEZRSKI, F.; OLIVEIRA, S.; CRIZEL, R. L. Desempenho de sementes e plantas de milho híbrido originadas de lotes de sementes com alta e baixa qualidade fisiológica. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, v. 8, n. 1, p. 83-92, 2009. https://doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v8n01p%25p

MAGUIRE, J. D. Speeds of germination-aid selection and evolution for seedling emergence and vigor. Crop Science, v.2, n.2. p. 176-177, 1962. https://doi.org/10.2135/cropsci1962.0011183X000200020033x

MAIA, L. G. S.; SILVA, C. A.; RAMALHO, M. A. P.; ABREU, A. F. B. Variabilidade genética associada à germinação e vigor de sementes de linhagens de feijoeiro comum. Ciência e Agrotecnologia, v. 35, n. 2, p. 361-367, 2011. https://doi.org/10.1590/S1413-70542011000200018.

MARCOS FILHO, J.; KIKUTI, A. L. P.; LIMA, L. B. Métodos para avaliação do vigor de sementes de soja, incluindo a análise computadorizada de imagens. Revista Brasileira de Sementes, v. 31, n. 1, p.102-112, 2009.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO - MAPA. Instrução Normativa Nº25, de 16 de dezembro de 2005. Anexo XII - Padrões para produção e comercialização de sementes de trigo e de trigo duro.

SILVEIRA, G. da; CARVALHO, F. I. F. de; OLIVEIRA, A. C. de; VALÉRIO, I. P.; BENIN, G.; RIBEIRO, G.; CRESTANI, M.; LUCHE, H. S.; SILVA, J. A. G. Efeito da densidade de semeadura e potencial de afilhamento sobre a adaptabilidade e estabilidade em trigo. Bragantia, v. 69, n.1, p.63-70, 2010. https://doi.org/10.1590/S0006-87052010000100009

Downloads

Publicado

2021-01-13

Como Citar

Bastos Garcia, E., Rizzatti Ávila†, M. ., da Silva Fonseca Júnior, . N. ., & Takashi Nagashima, G. . (2021). IMAGENS DIGITALIZADAS NA AVALIAÇÃO DO TESTE DE TETRAZÓLIO EM SEMENTES DE TRIGO. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 16(6), 67–78. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/ca/article/view/3509