ESTUDO RETROSPECTIVO DA OCORRÊNCIA DE FALHAS REPRODUTIVAS EM VACAS LEITEIRAS

Autores

  • Vitor Lemes Silva
  • Flávio Henrique de Paula
  • Aline Sousa Camargos
  • Jeferson Corrêa Ribeiro
  • Andreia Santos Cezário
  • Wallacy Barbacena Rosa dos Santos

Palavras-chave:

aborto, natimorto e pecuária

Resumo

Para a adequação da atividade leiteira, é de fundamental importância a determinação de uma produção mais rentável com o uso intensivo da área para a produção de forragem, um controle da eficiência reprodutiva e menor idade ao primeiro parto. Este estudo objetivou quantificar a ocorrência de abortos e natimortos em vacas leiteiras nas fazendas São Caetano e Chapadão no munícipio de Morrinhos-Go. O acompanhamento das falhas reprodutivas foi feito diariamente durante seis anos, de 2008 a 2013. O técnico responsável pelo setor registrava as ocorrências nas agendas de escrituração zootécnica das fazendas. Em 2014, os dados foram recuperados dos arquivos das fazendas e lançados em planilha digital. Para a análise estatística, as variáveis das taxas de aborto e natimorto (%) foram submetidas à análise de variância, ao nível de significância de 5%, tendo como causa de variação o ano. A taxa de aborto observada foi 3,93% e a taxa de natimortalidade 2,89% ambas consideradas baixas. Não houve diferença significativa entre os anos acompanhados (p < 0,05) em ambos. A natimortalidade e o aborto não são considerados problemas nas fazendas estudadas, devido às boas práticas de controle e manejo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-03-01

Como Citar

Lemes Silva, V., Henrique de Paula, F., Sousa Camargos, A., Corrêa Ribeiro, J., Santos Cezário, A., & dos Santos, W. B. R. (2018). ESTUDO RETROSPECTIVO DA OCORRÊNCIA DE FALHAS REPRODUTIVAS EM VACAS LEITEIRAS. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 13(3), 138–141. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/ca/article/view/2148