PRÍONS E DOENÇAS PRIÔNICAS: UMA REVISÃO

Autores

  • Vinicio Berti Universidade do Oeste Paulista UNOESTE

Resumo

Designa-se por “príon” a forma alterada de uma proteína da superfície neuronal. Os príons são notáveis pelo fato de serem capazes de induzirem sua contraparte normal a assumir a configuração patológica em uma espécie de reação em cadeia, podendo inclusive serem transmitidos de um indivíduo para outro e até mesmo entre espécies diferentes. Os príons são causadores de uma série de patologias neurodegenerativas que afetam o homem (doença de Creutzfeldt-Jakob, síndrome de Gerstmann-Straussler-Scheinker, insônia familar fatal, kuru) e animais como bovinos (encefalopatia espongiforme bovina ou “doença da vaca louca”), cervídeos (doença do esgotamento crônico) e ovinos (scrapie). No presente artigo, oferecemos uma visão geral à respeito da natureza dos príons, assim como uma breve discussão sobre  as doenças provocadas por príons que afetam o homem.

Palavras-chave: príon, doença de Creutzfeld-Jakob, encefalopatia espongiforme transmissível, síndrome de Gerstmann-Straussler-Scheiker, encefalopatia espongiforme bovina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-07-16

Como Citar

Berti, V. (2020). PRÍONS E DOENÇAS PRIÔNICAS: UMA REVISÃO. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 12(2), 47-58. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/cv/article/view/3376