ADAPTAÇÃO ACADÊMICA E SAÚDE MENTAL DE ESTUDANTES DE MEDICINA NA COVID19: ESTUDO EXPLORATÓRIO NO BRASIL

Autores

  • Gabriela Tacaci Michelis Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Julia Galvão Universidade de Taubaté - UNITAU
  • Samara Almeida de Freitas Universidade de Taubaté - UNITAU
  • Camelia Murgo Mansão UNOESTE
  • Celeste Corral Tacaci Neves Baptista Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE

Palavras-chave:

Infecções por Coronavírus, Pandemias, Comportamento Adaptativo, Estudantes de Medicina, Saúde Mental

Resumo

Pesquisas demonstram que os estudantes universitários estão mais vulneráveis à ocorrência de transtornos mentais do que a população em geral. Nesse sentido, o curso de Medicina, em especial, é considerado uma grande fonte de estresse. Este estudo teve como objetivo caracterizar as variáveis de adaptação acadêmica (pessoal, interpessoal, carreira, estudo e institucional) dos estudantes frente ao período de pandemia do COVID-19, bem como apresentar as estatísticas descritivas referentes às variáveis emocionais, físicas e comportamentais associadas à saúde mental (estresse, depressão e ansiedade). Participaram da pesquisa 513 estudantes de medicina, com idades variando entre 18 e 29 anos (M = 22,41; DP = 2,49), oriundos de universidades públicas (18,7%; n = 96) e privadas (81,3%; n = 417). Foram utilizados três questionários para a coleta dos dados: o Questionário de Vivências Acadêmicas - versão reduzida (QVA-r); a Escala de Depressão, Ansiedade e Stress DASS-21 e um questionário sociodemográfico. A maior parte da amostra relatou prejuízos nos níveis de concentração (79,5%) e no desempenho acadêmico (59,8%) durante a pandemia, sendo que este contingente também não se sentiu apoiado pela universidade para lidar com as questões deste período. Em relação à atuação profissional, a maior parte dos estudantes (53,6%) não se sente preparado para orientar condutas, bem como tem a percepção de que a pandemia interfere na relação com os pacientes na atenção básica (93,8%). Em relação aos níveis de depressão, ansiedade e estresse, os alunos de primeiro e segundo ano apresentaram maiores médias quando comparado a alunos em estágios mais avançados. Este artigo contribuiu para identificar o impacto do ensino remoto na formação dos futuros médicos e, assim, fomentar a pesquisa e o estudo dessa nova adaptação frente à pandemia atual da COVID-19

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camelia Murgo Mansão, UNOESTE

Departamento de Psicologia Orientação Vocacional e Profissional

Referências

ARÁUJO, F.; et al. Impact Of Sars-Cov-2 And Its Reverberation In Global Higher Education And Mental Health. Psychiatry research. v. 288, n. 112977. 2020.

CAO, W.; et al. The psychological impact of the COVID-19 epidemic on college students in China. Psychiatry research. v. 287, n.112934. 2020

CARRASCOA, M.; et al. Medical Interns and COVID-19: results of national research. Rev Bras Educ Med. v. 66, n 6, p. 812–817. 2020.

DA COSTA, D.S,; et al. Sintomas de depressão, ansiedade e estresse em estudantes de Medicina e estratégias institucionais de enfrentamento. Rev Bras Educ Med. V.44, n. 1, p. 1-10. 2020

DIAS, J.C.R.; et al. Escala de estresse percebido aplicada a estudantes universitários: estudo de validação. Psychology, Community & Health , [Sl], v. 4, n. 1, p. 1-13, mar. 2015.

GRANADO, J.I.; et al. Integração acadêmica de estudantes universitários: contributos para a adaptação e validação do QVA-r no Brasil. Psicologia e Educação. v.IV, n, 2, p. 35-41. Dez. 2005.

IGUE, É.A.; BARIANI, I.C.D.; MILANESI, P.V.B. Vivência acadêmica e expectativas de universitários ingressantes e concluintes. Psico-USF. v. 13, n. 2, p. 155–64. dez 2008.

KAZMI, S.S.H. COVID-19 e Lockdwon: A Study on the Mental Health. abr 2020

LOVIBOND, P.F.; LOVIBOND S.H. A estrutura dos estados emocionais negativos: Comparação das Escalas de Depressão, Ansiedade e Estresse (DASS) com os Inventários de Depressão e Ansiedade de Beck. Behavior Research and Therapy. v. 33, n. 3, p. 335-343. 1955

MALAJOVICH, N.; et al. A juventude universitária na contemporaneidade: a construção de um serviço de atenção em saúde mental para estudantes. v. 11 n. 21, p. 22. 2017

MEO, S.A.; et al. COVID-19 Pandemic: Impact of Quarantine on Medical Students’ Mental Wellbeing and Learning Behaviors. Pak J Med Sci. Disponível em: http://pjms.org.pk/index.php/pjms/article/view/2809 Acesso em: 11 de maio de 2020

OBSERVATÓRIO DO FÓRUM NACIONAL DE PRÓ-REITORES DE ASSUNTOS ESTUDANTIS (FONAPRACE). V Pesquisa Nacional de Perfil Socioeconômico e Cultural dos (as) Graduandos (as) das IFES. Universidade Federal de Uberlândia; 2018. Disponível em: https://www.andifes.org.br/wp-content/uploads/2019/05/V-Pesquisa-do-Perfil-Socioecon%C3%B4mico-dos-Estudantes-de-Gradua%C3%A7%C3%A3o-das-Universidades-Federais-2.pdf

RODRIGUES, B.B.; et al. Aprendendo com o Imprevisível: Saúde Mental dos Universitários e Educação Médica na Pandemia de Covid-19. Rev Bras Educ Médica. v. 44, n. 1, p. 149. 2020

ROTENSTEIN, L.S.; et al. Prevalence of Depression, Depressive Symptoms, and Suicidal Ideation Among Medical Students: A Systematic Review and Meta-Analysis. JAMA. v.316, n. 21, p. 2214–2236. 2016

SALARI, N.; et al. Prevalence of stress, anxiety, depression among the general population during the COVID-19 pandemic: a systematic review and meta-analysis. Glob Health. v. 16, n.1, p.57. dez 2020.

SANTOS, B.M.. et al. Educação Médica durante a Pandemia da Covid-19: uma Revisão de Escopo. Rev Bras Educ Médica. v. 44, n. 1, p.139. 2020

SILVA, R.C.; PEREIRA A.A,; MOURA, E.P. Qualidade de Vida e Transtornos Menores dos Estudantes de Medicina do Centro Universitário de Caratinga (UNEC). Rev Bras Educ Médica. v. 44, n. 2, p. 64. 2020

SOARES, A.B.; et al. Vivências, Habilidades Sociais e Comportamentos Sociais de Universitários. Psicol Teor E Pesqui. v. 34, n. 34311. 2018

SUEHIRO, Adriana Cristina Boulhoça. Estudante universitário: características e experiências de formação. Psico-USF (Impr.), Itatiba, v. 9, n. 1, p. 105-106, June 2004

UDDIN, M.; et al. SARS-CoV-2/COVID-19: Genômica Viral, Epidemiologia, Vacinas e Intervenções Terapêuticas. Vírus. v. 12, n.5, p. 526. 2020

VIGNOLA, R.C.; TUCCI, A.M. Adaptation and validation of the depression, anxity and stress scale (DASS) to Brazilian Portuguese. J Affect Disord, v. 155, p. 104-109. 2014

ZHAI, Y.; DU, X. Abordando a saúde mental nas unicersidades em meio à pandemia de COVID-19. Psychiatry Res. v. 288. 2020

Downloads

Publicado

2021-11-18

Como Citar

Michelis, G. T., Galvão, J., Freitas, S. A. de, Mansão, C. M., & Baptista, C. C. T. N. (2021). ADAPTAÇÃO ACADÊMICA E SAÚDE MENTAL DE ESTUDANTES DE MEDICINA NA COVID19: ESTUDO EXPLORATÓRIO NO BRASIL . Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 18(1), 159–170. Recuperado de https://journal.unoeste.br/index.php/ch/article/view/4224