LESÃO MEDULAR POR MERGULHO EM ÁGUAS RASAS

  • Daniella Augusta Moraes Sanches Universidade do Oeste Paulista
  • Bruna Mariane Nunes Lopes Universidade do Oeste Paulista
  • Gabriel Tiago Viani Silva Universidade do Oeste Paulista
  • Giovanna Neves Bresque Universidade do Oeste Paulista
  • Renata Aparecida de Oliveira Lima Universidade do Oeste Paulista
  • Renata Calciolari Rossi e Silva Universidade do Oeste Paulista
Palavras-chave: lesão medular, mergulho em águas rasas, fisioterapia, reabilitação, neurologia

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar as principais alterações funcionais e motoras antes e após o tratamento fisioterapêutico de um paciente portador de lesão medular decorrente de mergulho em águas rasas. Foi analisado retrospectivamente o prontuário de 01 paciente portador de lesão medular por mergulho em águas rasas submetido à reabilitação na Clínica de Fisioterapia da Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) entre os anos de 2008 a 2011, realizando duas sessões semanais de 01 hora de duração cada uma. Nos métodos o paciente obteve melhora da força muscular sendo observado as evoluções nas manobras deficitárias. Devido ao tratamento fisioterapêutico o paciente também apresentou melhora da funcionalidade, sendo observadas as evoluções em suas transferências, ou seja, mudanças de posições, entre os anos de 2008 a 2011. Conclui-se que paciente portador de lesão medular apresenta melhora da força muscular e do padrão funcional quando submetido à reabilitação fisioterapêutica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniella Augusta Moraes Sanches, Universidade do Oeste Paulista
Aluna de graduação em Fisioterapia
Bruna Mariane Nunes Lopes, Universidade do Oeste Paulista
Aluna de graduação em Fisioterapia
Gabriel Tiago Viani Silva, Universidade do Oeste Paulista
Aluno de graduação em Radiologia
Giovanna Neves Bresque, Universidade do Oeste Paulista
Aluna de graduação em Fisioterapia
Renata Aparecida de Oliveira Lima, Universidade do Oeste Paulista
Docente do curso de graduação em Fisioterapia
Renata Calciolari Rossi e Silva, Universidade do Oeste Paulista
Doutora em Patologia Geral pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro Mestre em Patologia Geral pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro Especialista em Saúde Coletiva pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro Fisioterapeuta pela Universidade de Uberaba Professora de Patologia Geral e Patologia dos Órgãos e Sistemas no curso de Medicina na UNOESTE Professora de Metodologia da Pesquisa Científica no curso de Fisioterapia na UNOESTE
Publicado
2012-12-17
Como Citar
Sanches, D. A. M., Lopes, B. M. N., Silva, G. T. V., Bresque, G. N., Lima, R. A. de O., & Rossi e Silva, R. C. (2012). LESÃO MEDULAR POR MERGULHO EM ÁGUAS RASAS. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 4(1), 18-26. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/cv/article/view/613

Outros artigos do(s) mesmo(s) autor(es)