PREVALÊNCIA DE SEDENTARISMO, OBESIDADE E RISCO DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES EM FREQUENTADORES DO CEAFIR.

  • Marianne Penachini da Costa UNESP
  • Natália Turri da Silva UNESP
  • Thais Roque Giacon UNESP
  • Ana Laura Ricci Vitor UNESP
  • Luiz Carlos Marques Vanderlei FCT - UNESP, Pres. Prudente
Palavras-chave: prevenção e controle, estilo de vida sedentário, obesidade

Resumo

A obesidade e o sedentarismo são importantes fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, sendo a prática de atividade física fundamental como forma de prevenção. Para conhecer como esses fatores de risco se apresentam e permitir melhor forma de abordagem a fim de prevenção, este trabalho teve por objetivo analisar a prevalência de sedentarismo (por meio do questionário internacional de atividade física), obesidade (por meio do índice de massa corporal - IMC) e perfil de risco (por meio da relação cintura quadril - RCQ) em 74 frequentadores do Centro de Estudos e Atendimentos em Fisioterapia e Reabilitação. Os resultados encontrados mostraram 35,12% da população classificada como irregularmente ativas e sedentárias; 67,56% classificadas com sobrepeso e obesidade e 56,54% consideradas acima do ponto de normalidade para a RCQ, o que configura maior risco para doenças cardiovasculares. Desta forma, a alta prevalência de sobrepeso e obesidade bem como de indivíduos caracterizados como irregularmente ativos e sedentários, demonstra a importância de programas de prevenção que visam evitar complicações de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-08-18
Como Citar
Costa, M. P. da, Silva, N. T. da, Giacon, T. R., Vitor, A. L. R., & Vanderlei, L. C. M. (2011). PREVALÊNCIA DE SEDENTARISMO, OBESIDADE E RISCO DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES EM FREQUENTADORES DO CEAFIR. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 3(1), 22-26. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/cv/article/view/562

Outros artigos do(s) mesmo(s) autor(es)