USO DE HIPERPLASIA GENGIVAL FIBROSA EM REGIÃO DE TUBER COMO ALTERNATIVA PARA CORREÇÃO DE DEFEITO ALVEOLAR: RELATO DE CASO

Autores

  • Aline Colnago Ribeiro
  • Letícia Melluzzi Babolin da Silva Unoeste
  • Paulap Lazilha Faleiros Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Rosalinda Tanuri Zaninotto Venturim Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE

Resumo

As diversas técnicas cirúrgicas periodontais pré protéticas propostas atualmente, propiciam um futuro trabalho protético com melhores resultados estéticos e funcionais. O objetivo desse estudo foi relatar um caso clínico de cirurgia periodontal para correção de defeito do rebordo alveolar, por meio de enxerto de tecido conjuntivo subepitelial. Paciente apresentava crescimento hiperplásico fibroso, na região de túber da maxila e defeito de rebordo na região do incisivo central superior. Após planejamento do caso, foram realizadas, concomitantemente, duas cirurgias plásticas periodontais pré protéticas. Na primeira cirurgia, um enxerto de tecido conjuntivo foi removido da região doadora, do túber da maxila e em seguida foi adaptado na região anterior superior, área receptora onde se encontrava o defeito de rebordo. Observou-se, após 45 dias no pós-operatório, que a escolha da técnica cirúrgica, o tipo de enxerto utilizado para correção do defeito de rebordo, foram pré-requisitos para o futuro sucesso estético e funcional na reabilitação protética.

Palavras-chave: periodontia, processo alveolar, cirurgia plástica, enxerto de tecido conjuntivo, prótese.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Henriques PG. Aumento do rebordo alveolar com tecido mole. In: Henriques PG. Estética em periodontia e cirurgia plástica periodontal. 2ed. São Paulo: Editora Santos; 2004. p.175-93.

Salomão M, Alvarez FK, Siqueira JTT. Regeneração óssea guiada em defeitos extensos pós-exodontias utilizando membrana exposta ao meio bucal. Rev Implantnews. 2010;7(6):753-9.

Moraes TM, Rodrigues RQF, Rodrigues RA, Macen MCB. Enxerto de tecido conjuntivo subepitelial para aumento de rebordo: relato de caso. Rev Saúde Ciên online. 2016;5(1):91-8.

Shetty D, Dharmadhikari S, Shetty Arvind, Bapat R. A Case report augmentation using onlay interpositional graft: an approach to improve prosthetic prognosis of a deficit ridge. Adv Hum Biol. 2014;4(1):50-5.

Romanos AH, Gerus NC, Abou-Arraj RV. Pedicle connective tissue graft with novel palatal tunneling. Clin Adv Periodontics. 2013;3(4):191-8. DOI: https://doi.org/10.1902/cap.2013.120125

Zaccara IM, Varela HÁ, Morais MHS, Menezes KM, Fernandes-Costa NA, Gurgel BCV. Previsibilidade do recobrimento radicular de recessão gengival classe III de Miller – uma revisão de literatura. Braz J Periodontal. 2013;23(3):28-64.

Oliveira GHC, Soares MS, Borges GJ, Fernandes JMA. Retalho posicionado lateralmente e enxerto de tecido conjuntivo subepitelial no tratamento das recissões teciduais marginais. Rev Odontol, Braz Central. 2011;50(52):99-102.

Almeida JM, Novaes VN, Faleiro PL, Macarimi VC, Bosco AF, Theodoro LH, Garcia VG. Aumento de gengiva queratinizada em mucosa peri-implantar. Rev Odontol UNESP. 2012;41(5):365-9. DOI: https://doi.org/10.1590/S1807-25772012000500012

Hassumi MY, Morais TC, Nunes RC. Manipulação de tecidos moles na implantodontia: uma revisão da literatura. Rev Amazônica. 2014;2(1):12-8.

Borghetti A, Glise JM. Adequação da crista edêntula à prótese fixada em pilares naturais. In: Borghetti A, Monnet-Corti V. Cirurgia plástica periodontal. São Paulo: Editora Artmed; 2002. p.387-417.

Pazmino VFC, Sanchez MPR, Maciel J, Almeida JM, Bassi APF. Aumento da mucosa queratinizada em área peri-implantar com enxerto gengival livre. Rev Perionews. 2015;9(6):550-4.

Carvalho LP, Camargos SDS, Costa MMA, Dietrich L, Ferreira AR. Técnica cirúrgica de enxerto gengival misto: relato de caso clínico. Rev Odontol Contempor. 2018;5(2):73-9.

Wang CW, Li CC, Krawczk W, Kim DM. Root coverage procedure with conective tissue graft harvested from a distal wedg: a case report. Clin Adv Periodontics. 2016;6(3):134-9. DOI: https://doi.org/10.1902/cap.2016.150070

Pinto FR, Menezes KM, Costa ANF, Moranza TA, Ciotti DL, Gurgel BCV. Enxerto de tecido conjuntivo em paciente com implante dentário na região anterior - caso clinico. Rev Assoc Paul Cir Dent. 2014;68(2):106-11.

Guimarãe G, Romano TG, Nardo AP, Aleixo RQ. Enxerto de tecido conjuntivo subepitelial para o tratamento da recessão gengival classe II – relato de caso. Saber Cient Odontol. 2012;2(1):84-94.

Martins TM, Bosco AF, Gazoni GG, Garcia SF. Laterally positioned flap associated with subepithelial connective tissue graft for coverage of isolated gingival recession. RSBO. 2011;8(4):864-8.

Aroni MAT, Oliveira GJPL, Changoluisa G, Camacho FMT. Coverage of Miller class I and II gingival recessions treated with subepithelial connective tissue graft, acellular dermal matrix, and enamel matrix proteins. Pilot study. Rev Odontol UNESP. 2016;45(2):78-84. DOI: https://doi.org/10.1590/1807-2577.19515

Nonato DWF. Reabilitação implantossuportada em área estética associada a enxerto de tecido conjuntivo. 2018. 51p. [Monografia]. Especialista em Implantodontia na Faculdade ILAPEO, Curitiba, 2018.

Silva AP, Rodrigues TL, Martins ARLA, Dantas EM, Gurgel BCV. Tratamento das recessões gengivais utilizando o enxerto de tecidos conjuntivos isolado e associado às proteínas derivadas da matriz do esmalte – uma revisão integrativa. Braz J Periodontol. 2018;28(1):35-42.

Rodrigues DC, Alves R, Segundo TK. Emprego do enxerto de tecido conjuntivo subepitelial no recobrimento radicular. RGO. 2010;58(1):115-8.

Ribas AR, Gomes JT, Silva AO, Maia LP. Enxerto gengival livre verus enxerto de tecido conjuntivo livre – relato de caso clínico. Braz J Periodontal. 2016;26(4):64-70.

Borghetti A, Monnet-Corti V. Enxerto de conjuntivo: indicações e remoção. In: Borghetti A, Monnet-Corti V. Cirurgia plástica periodontal. São Paulo: Editora Artmed; 2002. p.201-16.

Ferreira LPM, Cunha FA, Souza MT, Souza LC. Membrana de origem suína: uma possível alternativa aos enxertos gengivais livres? Rev Perionews. 2015;9(6):501-7.

Alencar CRB, Andrade FJP, Catão MHCV. Cirurgia oral em pacientes idosos: considerações clínicas, cirúrgicas e avaliação de riscos. RSBO. 2010;8(2):200-10.

Bridi MP, Ribeiro ET, Bertollo RM, Salim MAA, Kano SC, Castro MCC, Rezende RA, Frigo L, Silva DN. Prevalência de cirurgias pré-protéticas em pacientes atendidos na disciplina de Cirurgia Bucomaxilofacial ll da UFES no período de 2010 a 2013. Rev Bras Pesq Saúde. 2010;17(1):73-80. DOI: https://doi.org/10.21722/rbps.v17i1.12452

Venturim RTZ, Joly JC, Venturim LR. Técnicas cirúrgicas de enxerto de tecido conjuntivo para o tratamento da recessão gengival. RGO. 2011;59: 147-52.

Serrilho RP, Tolentino LS, Pinto GNS. Enxerto de tecido mole como opção para suprir defeitos peri-implantares. Relato de caso clinico. Rev Assoc Paul Cir Dent. 2015;69(4):350-4.

Molon RF, Avila ED, Souza JAC, Nogueira AVB, Cirelli CC, Cirelli JA. Combination of orthodontic movement and periodontal therapy for full root coverage in a miller class III recession: a case report with 12 years of follow-up. Braz Dent J. 2012;23(6):758-63. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-64402012000600022

Henriques PG. Princípios biológicos e clínicos dos enxertos de tecido mole. In: Henriques PG. Estética em periodontia e cirurgia plástica periodontal. 2ed. São Paulo: Editora Santos; 2004. p.45-53.

Figueiredo CM, Dias RP, Amado FM, Rossi FCC, Ishikiriama BLC, Oliveira TM, Santos CF. Uso de implantes, enxerto ósseo e condicionamento do tecido gengival perimplantar na reabilitação estética de área anterior de maxila. Odontol Clín-Cient. 2011;10(3):285-91.

Monnet-Corti V, Borghetti A. Cuidados pós-operatórios, cicatrização, complicações e insucessos em cirurgia plástica periodontal. In: Monnet-Corti V, Borghetti A. Cirurgia plástica periodontal. São Paulo: Editora Artmed; 2002. p.260.

Publicado

2020-09-28

Como Citar

Colnago Ribeiro , A. ., Melluzzi Babolin da Silva, L., Faleiros, P. L., & Venturim, R. T. Z. (2020). USO DE HIPERPLASIA GENGIVAL FIBROSA EM REGIÃO DE TUBER COMO ALTERNATIVA PARA CORREÇÃO DE DEFEITO ALVEOLAR: RELATO DE CASO. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 12(2), 93-101. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/cv/article/view/3392

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##