GENOTIPAGEM DO GENE KAPPA CASEÍNA E SUA INFLUÊNCIA NA PORCENTAGEM DE CASEÍNA E PRODUÇÃO DE QUEIJO FRESCAL

Autores

  • Andressa Bianca Silva Veronezi Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Luciana Machado Guaberto Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Diana Silva Araujo Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Telma Reginato Martins UNOESTE

Palavras-chave:

caseína, genotipagem, k-CN, PCR-RFLP, queijo frescal

Resumo

O Brasil é o quarto maior produtor de leite do mundo e a biologia molecular permite genotipar o rebanho dos pecuaristas visando maior produtividade e rendimento de teores de proteínas. O objetivo do presente estudo foi genotipar o gene K-CN em 18 vacas do rebanho leiteiro das raças Holandesa, Girolando e Mestiços, utilizando a técnica PCR- RFLP, e comparar com o rendimento de queijo frescal. Os resultados mostraram que o genótipo AB apresentou maior influência no rendimento de queijo frescal entre as três raças estudadas (p=0,01). Esses resultados indicam que as variações genéticas para K-CN podem ser usadas para aplicação da seleção assistida por marcadores visando à produção de queijo frescal para os animais da raça Holandesa, Girolando e as vacas sem raça definida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Como Citar

Veronezi, A. B. S., Guaberto, L. M., Araujo, D. S., & Martins, T. R. (1). GENOTIPAGEM DO GENE KAPPA CASEÍNA E SUA INFLUÊNCIA NA PORCENTAGEM DE CASEÍNA E PRODUÇÃO DE QUEIJO FRESCAL. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 9(1), 45-51. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/cv/article/view/1986

Edição

Seção

Artigos Originais

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##