PRÁTICA HABITUAL DE ATIVIDADE FÍSICA E PREVALÊNCIA DE DOENÇAS CRÔNICO-DEGENERATIVAS EM ESTUDANTES DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Autores

  • Felipe Henrique Mendes Universidade do Oeste Paulista
  • Giovani Ferreira da Silva Universidade do Oeste Paulista
  • Thiago Alves Garcia Universidade Estadual Paulista
  • Guilherme Akio Tamura Ozaki Universidade Estadual Paulista
  • Tatiana Emy Koike Universidade Estadual Paulista
  • Aline Duarte Ferreira Ceccato Universidade do Oeste Paulista
  • Marcelo José Alves Universidade do Oeste Paulista
  • Éverton Alex Carvalho Zanuto Universidade do Oeste Paulista
  • Robson Chacon Castoldi Universidade do Oeste Paulista
  • Regina Celi Trindade Camargo Universidade Estadual Paulista
  • José Carlos Silva Camargo Filho Universidade Estadual Paulista - UNESP

Palavras-chave:

Atividade Motora, Educação Física e Treinamento, Exercício Físico, Estilo de Vida Sedentário, Morbidade, Doença Crônica.

Resumo

O objetivo do presente estudo foi analisar o nível de atividade física e ocorrência de doenças crônico-degenerativas em estudantes do curso de Bacharelado em Educação Física. A amostra foi composta de 237 alunos do curso de Educação Física. Para realização do presente estudo foram disponibilizados o Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ) e um questionário de morbidade referida, baseado no “Standard Health Questionnaire for Washington State”. Após a coleta dos dados, foram realizadas as análises de frequência (média e desvio) e de associação pelo teste do Qui-Quadrado, o nível de significância foi de 5%. Foi observado que dos avaliados 91,1% são ativos fisicamente e 8,9% são sedentários, e os resultados obtidos de doenças crônico-degenerativas mostraram que os alunos se encontram com a mesma prevalência de doenças que seus pais, segundo os dados em porcentagem, os achados foram 27,8% Hipertensos, 24,5% tem doenças Metabólicas, 7,6% doenças Cardiovasculares e 23,6% tem doenças Osteomuscular.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Henrique Mendes, Universidade do Oeste Paulista

Departamento de Educação Física - UNOESTE.

Giovani Ferreira da Silva, Universidade do Oeste Paulista

Departamento de Educação Física - UNOESTE.

Thiago Alves Garcia, Universidade Estadual Paulista

Departamento de Fisioterapia - UNESP.

Guilherme Akio Tamura Ozaki, Universidade Estadual Paulista

Departamento de Fisioterapia - UNESP.

Tatiana Emy Koike, Universidade Estadual Paulista

Departamento de Fisioterapia - UNESP.

Aline Duarte Ferreira Ceccato, Universidade do Oeste Paulista

Departamento de Educação Física - UNOESTE. Departamento de Fisioterapia - UNESP.

Marcelo José Alves, Universidade do Oeste Paulista

Departamento de Educação Física - UNOESTE.

Éverton Alex Carvalho Zanuto, Universidade do Oeste Paulista

Departamento de Educação Física - UNOESTE.

Robson Chacon Castoldi, Universidade do Oeste Paulista

Departamento de Educação Física - UNOESTE. Faculdade de Ciências Médicas - UNICAMP. Programa de Pós-Graduação em Ciências da Cirurgia - UNICAMP.

Regina Celi Trindade Camargo, Universidade Estadual Paulista

Departamento de Fisioterapia - UNESP.

José Carlos Silva Camargo Filho, Universidade Estadual Paulista - UNESP

Departamento de Fisioterapia - UNESP.

Publicado

2018-04-03

Como Citar

Mendes, F. H., da Silva, G. F., Garcia, T. A., Ozaki, G. A. T., Koike, T. E., Ceccato, A. D. F., Alves, M. J., Zanuto, Éverton A. C., Castoldi, R. C., Camargo, R. C. T., & Camargo Filho, J. C. S. (2018). PRÁTICA HABITUAL DE ATIVIDADE FÍSICA E PREVALÊNCIA DE DOENÇAS CRÔNICO-DEGENERATIVAS EM ESTUDANTES DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 9(3), 59-65. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/cv/article/view/1366

Edição

Seção

Artigos Originais

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 > >>