AVALIAÇÃO DA FORÇA MUSCULAR DE MEMBROS INFERIORES EM IDOSAS PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA

  • Giovanna Neves Bresqui
  • Elaine Aparecida Lozano da Silva
  • Juliana Rosini da Silva
  • Vinícius Gustavo Gimenes Turato Universidade Estadual Paulista – FCT/UNESP
  • Andressa Sampaio Pereira
  • Cláudia Regina Sgobbi de Faria
  • Regina Celi Trindade Camargo
Palavras-chave: atividade física, envelhecimento, força muscular, qualidade de vida, idosos

Resumo

O envelhecimento é acompanhado de várias manifestações fisiológicas, dentre elas, a redução da força muscular, sendo considerado um dos fatores determinantes para a manutenção da capacidade funcional, pois está relacionada diretamente com a independência e a realização das atividades de vida diária, assim como a qualidade de vida dos idosos. O objetivo do estudo foi analisar a força muscular de membros inferiores em idosas praticantes de atividade física. Trata-se de uma amostra composta por 62 voluntários do sexo feminino com idade igual ou superior a 60 anos. Realizou-se o teste de uma repetição máxima (1RM). Os resultados demonstraram aumento significativo da força muscular em relação à extensão e flexão de joelho comparando-se os períodos de pré e pós-teste. Portanto, conclui-se que a prática de atividade física favorece o aumento da força muscular de membros inferiores, que contribui com a melhora da qualidade de vida dos idosos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-06-17
Como Citar
Neves Bresqui, G., Lozano da Silva, E. A., Rosini da Silva, J., Gimenes Turato, V. G., Sampaio Pereira, A., Sgobbi de Faria, C. R., & Celi Trindade Camargo, R. (2015). AVALIAÇÃO DA FORÇA MUSCULAR DE MEMBROS INFERIORES EM IDOSAS PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 7(1), 38-45. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/cv/article/view/1261
Seção
Artigos Originais

Outros artigos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>