CONHECIMENTO NECESSÁRIO PARA FUGIR DO JUROS NEGATIVOS

Autores

  • Alexandre Godinho Bertoncello UNOESTE
  • Felipe Natan dos Anjos Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE

Palavras-chave:

Endividamento, educação financeira, administração

Resumo

Os juros no Brasil foram historicamente altos e por este motivo a forma de investimento no país sempre foi pouco sofisticada, grandes investidores faziam rendas fixas, como o CDI e pequenos investidores aplicavam na poupança. No presente cenário nacional 2019 / 2020 é possível observar que o Brasil terá condições macroeconômicas muito diferentes das vividas nos últimos anos, passando a ter diminuição da oferta agregada governamental, redução do aumento da dívida pública e das famílias, e uma grande redução nas taxas de juros. Nos próximos anos será importante diversificar os investimentos, afinal o fenômeno de juros negativos presente em outros mercados será uma realidade nacional. Para obter respostas foram utilizadas abordagens quantitativas e exploratórias, e posteriormente o método comparativo, para corroborar na correlação entre acúmulo de capital e o cenário macroeconômico. Como resultado foi possível averiguar que não há correlação entre taxa base de juros e endividamento e sim, uma relação de rentabilidade de investimentos tradicionais e os juros, ao mesmo tempo, níveis educacionais tem relação direta com o endividamento e assim conclui-se que existe uma nova realidade monetária, mas ainda não temos uma nova realidade de investidores e tomadores de crédito no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AKAMINE, C. T; YAMAMOTO, R. K. Estudo Dirigido de Estatística Descritiva. 3°edição São Paulo: editora Érika, 2013.

ALEXANDRE, T.; OLIVEIRA, J. R. S.; BERTONCELLO, A. G. Impacto da Educação Superior para a Mobilidade Social. Revista Colloquium Socialis Vol. 1 N 3. Presidente Prudente 2017. http://journal.unoeste.br/index.php/cs/article/view/2232/2099 https://doi.org/10.5747/cs.2017.v01.n3.s016

BARBOSA FILHO, F. de H. A crise econômica de 2014/2017. Estudos Avançados, v. 31, n. 89, p. 51-60, 2017. https://doi.org/10.1590/s0103-40142017.31890006

BACEN. Nota para a Imprensa de Política Monetária e Operações de Crédito Nova estrutura de dados de crédito – Nota Metodológica, Banco Central do Brasil,201-, Disponível em: https://www.bcb.gov.br/ftp/infecon/notaempr.pdf. Acesso em 03 maio. 2020

BANCO CENTRAL DO BRASIL - BCB. Caderno de Educação Financeira

Gestão de Finanças Pessoais: 2013. Disponível em: https://www.bcb.gov.br/content/cidadaniafinanceira/documentos_cidadania/Cuidando_do_seu_dinheiro_Gestao_de_Financas_Pessoais/caderno_cidadania_financeira.pdf. Acesso em: 23 mar.2020

BRUNO, M. A. P.; CAFÉ A. R. D. Determinantes das Taxas de Lucro e de Acumulação no Brasil: os fatores estruturais da deterioração conjuntural de 2014-2015. Revista de Economia Política vol. 38 N 2, p. 237-260 2018. http://www.rep.org.br/PDF/151-2.PDF. https://doi.org/10.1590/0101-31572018v38n02a02

CAVALCANTE; MELO; ALMEIDA. A importância da educação financeira na tomada de decisões: um estudo com os servidores do centro administrativo e financeiro (caf) do município de quixadá-ce. Revista Expressão Católica, Quixadá vol. 3, n 1. (2014): Disponível em: file:///C:/Users/joaoz/Documents/Artigo%20de%20apoio%203.pdf. Acesso em: 10 mar. 2020 https://doi.org/10.25190/rec.v3i1.1334

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DO COMÉRCIO DE BENS, SERVIÇOS E TURISMO - CNC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor: abril 2019. Disponível em: file:///C:/Users/joaoz/Documents/PEIC%202019.pdf. Acesso em. 06 nov. 2019.

FERREIRA. A.P.; GONZALES. A.; SANTOS. F.A.; Efeitos de eventual término da isenção do imposto de renda dentro de fundos de investimento imobiliário. Refas – ISSN 2359-182x, Vol. 8, N.3. Fev.2020

FIGUEIRA, R. F.; PEREIRA, R. C. F. Devo, não nego, pago se puder: uma análise dos antecedentes do endividamento do consumidor. Revista Brasileira de Marketing – ReMark, Vol. 13, N. 5. 2014 Disponível em: file:///C:/Users/joaoz/Documents/Artigo%20financeiro%204.pdf. Acesso em. 06 nov.2019. https://doi.org/10.5585/remark.v13i5.2744

FIGUEIREDO, F. Métodos quantitativos em ciência política. Curitiba: Intersaberes, 2019.

FIORI, D.D.; Et al. o efeito da educação financeira sobre a relação entre adimplência. SINERGIA, Rio Grande, v. 21, n. 2, p. 31-45, jul./dez. 2017. Disponível em: file:///C:/Users/Dell/Downloads/7215-22804-1-PB.pdf. Acesso em: 02 maio.2020. https://doi.org/10.17648/sinergia-2236-7608-v21n2-7215

GIL, A. C. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

________. Métodos e técnicas de pesquisa social, 6 ed. São Paulo: Atlas, 2012.

LIMA, T. C. S.; MIOTO, R. C. T. Procedimento metodológico na construção do conhecimento científico: A pesquisa bibliográfica. Katálysis, Florianópolis vol. 10, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S141449802007000300004&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 20 out. 2019. https://doi.org/10.1590/S1414-49802007000300004

MASCARENHAS, S. A. Metodologia científica. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2012.

MINISTERIO DA EDUCAÇÂO - MEC: apoia inserção da temática educação financeira no currículo da educação básica: fevereiro 2016. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/busca-geral/211-noticias/218175739/34351-mec-apoia-insercao-da-tematica-educacao-financeira-no-curriculo-da-educacao-basica. Acesso em: 22 mar. 2020.

MOREIRA, R. C.; CARVALHO, H. L. F. S. As finanças pessoais dos professores da rede municipal de ensino de campo Formoso-BA: Um estudo na Escola José de Anchieta. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, Salvador Vol. 3, n. 1 (2013): Disponível em: file:///C:/Users/joaoz/Documents/Artigo%20financeiro%202.pdf. Acesso em. 03 nov. 2019. https://doi.org/10.18028/2238-5320/rgfc.v3n1p122-137

OLIVIERI, M. F. A. Educação Financeira. ENIAC, Guarulhos Vol. 2, n. 1 (2013). Disponível em: https://ojs.eniac.com.br/index.php/EniacPesquisa/article/view/108/pdf_9. Acesso em 03 nov. 2019. https://doi.org/10.22567/rep.v2i1.108

Serasa Consumidor: Feirão Limpa Nome HISTÓRICO: 7 em cada 10 pessoas que viram sua dívida renegociaram: novembro 2017. Disponível em: https://www.serasaexperian.com.br/sala-de-imprensa/feirao-limpa-nome-historico-7-em-cada-10-pessoas-que-viram-sua-divida-renegociaram. Acesso em. 22 mar. 2020.

TIRYAKI, G. F.; GAVAZZA, I. O.; ANDRADE, C. M.; MOTA, A. L. Ciclos de crédito, inadimplência e as flutuações econômicas no Brasil. Revista de Economia Contemporânea (2017) 21(1): p. 1-33 Disponível em: file:///C:/Users/Dell/Downloads/artigo%20de%20crédito.pdf. Acesso 03 maio. 2020. https://doi.org/10.1590/198055272112

Publicado

2020-12-11

Como Citar

Bertoncello, A. G., & Anjos, F. N. dos. (2020). CONHECIMENTO NECESSÁRIO PARA FUGIR DO JUROS NEGATIVOS. Colloquium Socialis. ISSN: 2526-7035, 4(2), 48-56. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/cs/article/view/3850

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##