EFEITO DE UM PROGRAMA DE RESSIGNIFICAÇÃO DA EDUCAÇÃO NO CLIMA ESCOLAR EM DUAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL - SÉRIES INICIAIS

Autores

  • Juliana Freire Bidóia Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP
  • Alessandra de Morais Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP
  • Cristiane Paiva Alves Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP
  • Patrícia Unger Raphael Bataglia Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP

Palavras-chave:

clima escolar, ressignificação da educação, ensino fundamental, séries iniciais

Resumo

Este trabalho tem como tema um processo de ressignificação da educação tomando como um dos parâmetros de análise o clima escolar. Entende-se por ressignificação da educação o processo de reflexão da comunidade escolar a respeito dos fins e meios do processo de ensino-aprendizagem. Um instrumento que possibilita a identificação da percepção dos atores em relação ao ambiente escolar é o Questionário do Clima Escolar. Esta pesquisa teve como objetivo analisar os efeitos de um programa de ressignificação da educação na qualidade do clima escolar, sob a perspectiva de estudantes, em duas escolas públicas municipais de Educação Infantil e Ensino Fundamental. Como instrumento foi utilizado o Questionário de Avaliação do Clima Escolar. Trata-se de uma pesquisa quase experimental, em que para a constatação dos efeitos do processo de ressignificação sobre a qualidade do clima escolar realizou-se pré-teste e pós-teste, ambos com aplicação do referido questionário em aproximadamente 500 estudantes do 3º ao 5º ano. Fizeram parte da pesquisa três escolas públicas municipais, com características semelhantes, sendo duas das escolas pertencentes ao grupo experimental, com a interveniência da variável independente (programa de ressignificação) e a outra do grupo controle. Os resultados permitiram identificar as transformações significantes nas escolas experimentais em comparação com a escola do grupo controle. A conclusão do trabalho serviu como base para retroalimentar as ações do programa em pauta no momento da devolutiva do diagnóstico inicial (pré-teste), em que os educadores participaram ativamente do processo de reflexão sobre os resultados do clima.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Freire Bidóia, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP

Mestre pelo Programa de Pós – Graduação em Educação da Faculdade de Filosofia e Ciências, UNESP

Alessandra de Morais, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP

Professora Assistente Doutora do Departamento Psicologia da Educação - DPE e do do Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE

Cristiane Paiva Alves, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP

Docente do Departamento de Fisioterapia e Terapia Ocupacional - DEFITOVice-Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Psicologia Moral e Educação Integral - GEPPEI

Patrícia Unger Raphael Bataglia, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP

Professora Assistente Doutora do Departamento Psicologia da Educação - DPE e do do Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE
Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Psicologia Moral e Educação Integral - GEPPEI

Referências

ASSUNÇÃO, A. A.; BARRETO, S. M.; GASPARINI, S. M. O professor, as condições de trabalho e os efeitos sobre sua saúde. Universidade Federal de Minas Gerais Educação e Pesquisa, São Paulo, v.31, n.2, mai./ago. 2005. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/ep/v31n2/a03v31n2.pdf. Acesso em: 12 mai.2018.

BARRERA, T.G.S. O movimento brasileiro de renovação educacional no início do século XXI. 2006, 276 p. Tese (Doutorado) - Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.
CAMPOLINA, Luciana Oliveira. Inovação Educativa e subjetividade: a configuração da Dimensão histórico-subjetiva implicada em um projeto inovador. 2012. 228p. Tese de Doutorado- Universidade de Brasília, Brasília, DF, 2012.

CARLOTTO, M. S., SILVA, G. N. Síndrome de Burnout: um estudo com professores da rede pública. Psicologia Escolar e Educacional, Maringá, v.7, n.2, jun./out.2003. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/pee/v7n2/n2a04.pdf. Acesso em: 05 fev.2019.

CASTELLINI, T. S. J. Clima escolar e desempenho em avaliação externa adaptação de um instrumento de avaliação do clima e relação com os resultados obtidos em provas externas municipais. 2019. 102p. Dissertação de Mestrado- Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, SP. 2019.

FERRETTI, C. A inovação na perspectiva pedagógica. In: GARCIA, Walter. Inovação educacional no Brasil: problemas e perspectivas. São Paulo: Cortez: Autores Associados, 1980. p. 55-82.

GOULART JUNIOR, E., LIPP, M.E.N., Estresse entre professoras do ensino fundamental de escolas públicas estaduais.Psicologia em Estudo,Maringá, v.13, n.4, out./dez.2008. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/pe/v13n4/v13n4a23.pdf. Acesso em: 05 fev.2019.

MESSINA, G. Mudança e Inovação Educacional: notas para reflexão. Cadernos de Pesquisa, n. 144, p. 225-233, 2001.

MIZUKAMI, M. da G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 2007.

OLIVEIRA, M.F. Contribuições da teoria analítica para a psicopedagogia - busca de uma abordagem relacional professor-aluno. 2000. 77 f. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Psicopedagogia) - Faculdades Costa Braga.

PACHECO, J. Inovar é assumir um compromisso ético com a educação. Petropolis, RJ: Editora Vozes, 2019.

PINTO, M.R.S.V. Transformação vivencial e os caminhos para a ressignificação escolar. Memorial apresentado ao Curso de Especialização em Alternativas para uma Nova Educação, do Setor Litoral, da Universidade Federal do Paraná. Orientador(a): Prof(a). Ms Susan Regina Raittz Cavallet . Matinhos, 2018.

PUIG, J. M. Práticas Morais: uma abordagem sociocultural da Educação Moral. São Paulo: Editora Moderna, 2000.
VINHA, T. P.; MORAIS, A..; MORO, A. (Coords.) Manual de orientação para a aplicação dos questionários que avaliam o clima escolar. Campinas, SP: FE/UNICAMP, 2017.

Publicado

2020-11-11

Como Citar

Freire Bidóia, J., de Morais, A. ., Alves, C. P., & Bataglia, P. U. R. . (2020). EFEITO DE UM PROGRAMA DE RESSIGNIFICAÇÃO DA EDUCAÇÃO NO CLIMA ESCOLAR EM DUAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL - SÉRIES INICIAIS. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 17, 47-58. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/ch/article/view/3570

Edição

Seção

Dossiê: Formação de Professores