GAMES E EDUCAÇÃO: CONSIDERAÇÕES SOBRE ASSASSIN’S CREED E O ENSINO DE HISTÓRIA

  • Elvis Leonardo Sena Severo UNOESTE
  • Jeong Cir Deborah Zaduski UNOESTE
Palavras-chave: Games. Assassin’s Creed. Ensino de História

Resumo

Diante da constatação das mudanças significativas que são introduzidas na sociedade contemporânea através dos avanços tecnológicos e, dentro deste contexto, a ocorrência de novas relações no processo e ensino e aprendizagem, o objetivo deste texto foi refletir sobre as possibilidades que o game de temática histórica Assassin’s Creed tem oferecido para a prática docente em sala de aula. O estudo de caráter qualitativo foi pautado em uma revisão bibliográfica na qual foram investigadas questões como: O surgimento e as características do nativo digital e, em que medida suas experiências com a tecnologia estão sendo consideradas no planejamento do ensino; A pertinência da utilização dos games no ambiente escolar e o abismo que a escola tradicional mostra ao não valorizar um recurso que faz parte do cotidiano de seu novo aluno, recurso que possui um ótimo potencial para desenvolvimento cognitivo ao se considerar o ambiente de performance em que ficam submetidos os gamers/alunos durante sua prática. Por fim o texto busca mostrar as potencialidades da franquia Assassin’s Creed para o fazer pedagógico ao discorrer sobre um projeto de ensino desenvolvido em contexto educacional brasileiro e que obteve sucesso ao utilizar este jogo como recurso didático.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-09-12
Como Citar
Sena Severo, E., & Zaduski, J. C. (2018). GAMES E EDUCAÇÃO: CONSIDERAÇÕES SOBRE ASSASSIN’S CREED E O ENSINO DE HISTÓRIA. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 15(2), 10-21. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/ch/article/view/2141