LAMPIÃO ATRAVÉS DOS CORDEIS: ENTRE O CÉU E O INFERNO

Autores

  • Douglas Augusto da Silva
  • Thiago Granja Belieiro

Palavras-chave:

cangaço, nordeste, banditismo, Lampião, cordel

Resumo

O cangaço foi um movimento armado do nordeste brasileiro que teve seu auge no século XX. Dentre os motivos: miséria, monopólio das terras, brigas de família e a insolência dos coronéis. Podemos classificar estes cangaceiros como “bandidos sociais”, vistos como criminosos pela elite e como um herói pelo seu povo. Surgiram vários cangaceiros famosos, porém o mais famoso foi indubitavelmente, Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião. Este trabalho tem como objetivo analisar e estudar justamente a literatura de cordel nordestino visando compreender a representação do cangaço. O método se pautará numa pesquisa qualitativa através de uma revisão da bibliografia utilizada e folhetos de cordéis. Os resultados foram sendo vistos ao decorrer do trabalho, quando entendemos a história do cangaço e do cordel, e a sua ligação. Concluímos que os cordéis não querem somente enaltecer a figura de Lampião, mas dessa forma engrandecer a figura do pobre nordestino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-05-29

Como Citar

Augusto da Silva, D., & Granja Belieiro, T. (2017). LAMPIÃO ATRAVÉS DOS CORDEIS: ENTRE O CÉU E O INFERNO. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 13(4), 31–35. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/ch/article/view/1842