A AGRESSIVIDADE COMO ELEMENTO INTRÍSECO DO DESENVOLVIMENTO EMOCIONAL NA TEORIA WINNICOTTIANA

Autores

  • Rafaela Regianto Hosokawa
  • Fabio Camargo Bandeira Villela

Palavras-chave:

Winnicott, psicanálise, agressividade infantil, desenvolvimento emocional, ambiente facilitador.

Resumo

Este artigo versa sobre a concepção de Winnicott sobre a agressividade infantil, abordando suas raízes e apontando o caráter das manifestações agressivas à medida em que o indivíduo se desenvolve, bem como o modo como o fator destrutivo relaciona-se com o processo de amadurecimento. Para atingir os objetivos propostos, foram realizados, nesta pesquisa de natureza bibliográfica, levantamento e análise de obras de Winnicott. O estudo mostrou que a agressividade, conforme os pressupostos da teoria winnicottiana, não se restringe a uma reação à frustração, sendo entendida como elemento necessário para o transcorrer do processo evolutivo que, quando ocorre de modo saudável, culmina no desenvolvimento de características e capacidades indispensáveis para o bem-estar psíquico e para os relacionamentos interpessoais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-05-29

Como Citar

Hosokawa, R. R., & Bandeira Villela, F. C. (2017). A AGRESSIVIDADE COMO ELEMENTO INTRÍSECO DO DESENVOLVIMENTO EMOCIONAL NA TEORIA WINNICOTTIANA. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 13(4), 01–05. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/ch/article/view/1834