CENTRO HISTÓRICO DE DRACENA: IDENTIDADE E SALVAGUARDA

Autores

  • Luiza Sobhie Muñoz
  • Helio Hirao FCT/ UNESP- Depatamento de Planejamento, Urbanismo e Ambiente

Palavras-chave:

Centro histórico, Preservação, Paisagem Urbana, Dracena, Ferrovia

Resumo

Este artigo trata sobre a permanência das paisagens iniciais no centro histórico de Dracena identificando e mapeando o conjunto de elementos arquitetônicos e urbanísticos significativos, tanto históricos quanto culturais, que caracterizam a sua paisagem. Dracena é uma cidade da região de Presidente Prudente, fundada em 1945, situada numa área mais conhecida como Nova Alta Paulista, que surge em função do avanço dos trilhos da Companhia Paulista de Estradas de Ferro. Essa investigação tem o intuito de constatar o processo de descaracterização e abandono de tais centros. Discute-se, portanto, a função e significado desses centros históricos no cotidiano da cidade atual ao verificar como a população os reconhecem e se apropriam. O levantamento destes dados possibilita subsidiar encaminhamentos de ações para sua salvaguarda, impedindo que este importante suporte material da memória da cidade se perca com o passar do tempo, fortalecendo a identidade local.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Helio Hirao, FCT/ UNESP- Depatamento de Planejamento, Urbanismo e Ambiente

Arquiteto e Mestre em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo USP. Doutor em Geografia Urbana pela FCT/ Unesp Campus de Presidente Prudente SP. Professor Assistente Doutor da FCT Unesp Campus de Presidente Prudente. Ex-Professor do Curso de Arquitetura e Urbanismo e Superior Tecnológico Design de Interiores da Unoeste

Downloads

Como Citar

Muñoz, L. S., & Hirao, H. (2015). CENTRO HISTÓRICO DE DRACENA: IDENTIDADE E SALVAGUARDA. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 11(2), 66–73. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/ch/article/view/1183