CHAMADA PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS

Dossiê: Relações étnico-raciais, gênero e educação (v. 16, n. 3 – 2019)

A data limite para recebimento dos trabalhos é 10 de agosto de 2019

Nas últimas décadas do século passado e início do século XXI, a educação brasileira tem sido densamente influenciada pelas discussões sobre gênero e educação ou sobre as relações étnico-raciais e educação, sendo que as pesquisas sobre as referidas temáticas têm alcançado visibilidade nacional e internacional. Por meio dos diálogos entre movimentos sociais, educadores(as) e pesquisadores(as), diante das reivindicações dos movimentos étnico-raciais, LGBTQIA+ e feministas, têm procurado articular tais temáticas a fim de se defender a formulação de políticas educacionais, bem como a compreensão da diversidade dos sujeitos que compõem o espaço educativo e, consequentemente, a práxis pedagógica na educação escolar. É nesta perspectiva que se insere o presente dossiê, cujo objetivo é trazer à tona investigações em educação que tratam das relações étnico-raciais ou das relações de gênero.

Responsáveis: Prof. Dr. Jorge Luís Mazzeo Mariano (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS, campus do Pantanal) e Prof. Dr. Vagner Matias do Prado (Universidade Federal de Uberlândia - UFU).

 

Dossiê: Educação infantil: formação de professores, currículo e práticas educativas (v. 16, n. 4 – 2019)

A data limite para recebimento dos trabalhos é 10 de outubro de 2019.

O objetivo deste dossiê é socializar investigações sobre a temática da educação infantil, diante da formação de professores para o referido segmento, tanto no que diz respeito ao resgate histórico, bem como diante das atuais políticas educacionais. Além disso, serão valorizadas propostas de artigos que apresentem análises sobre os currículos para a educação infantil, bem como as experiências e práticas educativas desenvolvidas em creches e pré-escolas para as crianças de 0 a 5 anos de idade.

Responsáveis: Prof. Dr. José Ricardo Silva (Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC) e Profª. Drª. Sílvia Adriana Rodrigues (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS, campus de Três Lagoas).