DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DO AFLUENTE DA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO AMARGOSO, CIDADE DE TACIBA/SP.

Autores

  • Elson Mendonça Felici UNOESTE
  • Mariany Kerriany Gonçalves de Souza Universidade do Oeste Paulista – Unoeste
  • Erica Fernando Gomes Universidade do Oeste Paulista – Unoeste
  • Nelissa Garcia Balarim
  • Yeda Ruiz Maria Universidade do Oeste Paulista – Unoeste

Resumo

O objetivo desse trabalho é realizar um diagnóstico ambiental dos recursos hídricos do município em Taciba, interior do Estado de São Paulo. A área em estudo é o afluente da microbacia do Córrego Amargoso. Esse trabalho se justifica porque essa área está sendo afetada negativamente pelo descarte inadequado de resíduos sólidos, o assoreamento dos rios, e as erosões e compactações do solo. Realizou-se em quatro pontos a análise da qualidade da água do Córrego Amargoso, considerando parâmetros de pH, DQO, turbidez, fósforo, condutividade, salinidade e nitrogênio. Também realizou-se o estudo hidrológico, levantamento de leis ambientais pertinentes e cabíveis ao município, para auxiliar na caracterização dos impactos ambientais nas áreas de preservação permanente da microbacia. As principais ações a serem tomadas são: de controle e prevenção de erosões, propor alternativas de mitigação, soluções para preservação e conservação dos recursos naturais do Córrego.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2018-12-19

Como Citar

Felici, E. M., Kerriany Gonçalves de Souza, M., Fernando Gomes, E., Garcia Balarim, N., & Ruiz Maria, Y. (2018). DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DO AFLUENTE DA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO AMARGOSO, CIDADE DE TACIBA/SP. Colloquium Exactarum. ISSN: 2178-8332, 10(3), 38-50. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/ce/article/view/2748

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##