NITROGÊNIO ORGÂNICO E QUÍMICO NA CULTURA DA ALFACE

Autores

  • Thomaz Figueiredo Lobo UNESP
  • Helio Grassi Filho Faculdade de ciencias Agronomicas - UNESP - Botucatu
  • Eliana Pigozzi Biudes

Palavras-chave:

compostagem; Lucy Brown; fertilizante; nutrição mineral de plantas; produtividade.

Resumo

Os resíduos orgânicos apresentam grande aproveitamento para nutrição mineral das plantas podendo substituir os fertilizantes químicos e com um benefício de melhoria das características físicas e biológicas do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a melhor eficiência na aplicação de nitrogênio orgânico e químico na nutrição e produção da alface, através da aplicação de composto orgânico obtido do esterco de galinha e cavaco de eucalipto no cultivar da alface americana (Lucy Brown), em ambiente protegido. O experimento foi conduzido na casa de vegetação do Departamento de Ciência do Solo da Faculdade de Ciências de Botucatu (UNESP). Os parâmetros avaliados foram a produção de massa seca e massa fresca por planta e a exportação de nutrientes. O delineamento experimental foi realizado em vasos com capacidade de 5 litros constituídos por seis tratamentos e cinco repetições em dois ciclos de cultivo da alface crespa da variedade Lucy Brown, assim definido: T0 – sem adubação nitrogenada; T1 - 0,54 g de N (ureia) por planta dividida em três vezes (7, 14 e 28 dias de transplante), T2 - 0,27 g de N (Composto orgânico) e 0,27 g de N (ureia) dividido em três vezes por planta (7, 14 e 28 dias de transplante); T3 - 0,54 g de N (composto orgânico) por planta; T4 - 0,81 g de N (composto orgânico) por planta; T5 - 1,08 g de N (composto orgânico) por planta. Na produção do primeiro ciclo da alface os tratamentos T4 e T5 que receberam maiores quantidades do composto orgânico, apresentaram uma produção de massa verde superior aos demais tratamentos. No segundo ciclo da alface todos os tratamentos que receberam a adubação orgânica obtiveram uma produção de massa verde superior que os tratamentos que não foram adubados com o composto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thomaz Figueiredo Lobo, UNESP

departamento de recursos naturais/ ciencia do solo

Helio Grassi Filho, Faculdade de ciencias Agronomicas - UNESP - Botucatu

departamento recurso naturais e ciencia do solo

Referências

AGNOL, S. Esterco de galinha e seus benefícios. Disponível em: < http://ruralatual.blogspot.com.br/2013/08/esterco-de-galinha-e-seus-beneficios.html>. Acesso em :18/08/2017.
BARREIRA, L.P; SILVA, F.C. da; RODRIGUES, M.S.; MENDES FILHO, A. J.; GOMES, T.F.; GUEDES, R. E. Processo de compostagem e sistemas de trilhagem e compostagem de resíduos sólidos urbanos orgânicos. In: SILVA, F.C. da, PIRES A.M., RODRIGUES M.S., BARREIRA L. Gestão publica de resíduos sólidos urbanos: compostagem e interface Agro- Florestal. Botucatu. FEPAF – Fundação de Estudos e Pesquisa Agrícolas e Florestais, 2009. p. 53-68.
BENINNI, E. R. Y.; TAKAHASHI, H.W.; NEVES, C.S.V.J. Concentração e acúmulo de macronutrientes em alface cultivada em sistemas hidropônico e convencional. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 26, n. 3, p. 273-282, 2005.
EMBRAPA. Adubo e Substrato Orgânico 100 %. Seropédica, RJ, 2011. Fôlder.
EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa do Solo. 2013. Sistema brasileiro de classificação de solos. (2. ed.) Brasília: Embrapa. 353p.
FERNANDES, A. A.; MARTINEZ, H. E. P.; PEREIRA, P. R. G.; FONSECA, M. C. M. Produtividade, acúmulo de nitrato e estado nutricional de cultivares de alface em hidropônia, em função de fontes de nutrientes. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 20, n. 2, p. 195-200, 2002.
KOO, R. C. J.; REESE, R. L. 1977. Influence of nitrogen, potassium, and irrigation on citrus fruit quality. In: INTERNATIONAL CITRUS CONGRESS, 1977, Riverside. Proceedings. Riverside: International Society of Citriculture. p. 34-38.
LIMA, F. V.de; PEREIRA, J.R.; ALMEIDA, E.S.A.B. de; ARAUJO, V.L.; SOUZA JUNIOR, S.P. de. Avaliação sazonal do estado nutricional do algodoeiro herbáceo colorido BRS Rubi. Revista Brasileira de Ciências Agrárias. Recife. v.9, n.4, p. 500-505, 2014.
MALAVOLTA, E.; VITTI G. C.; OLIVEIRA S.A. Avaliação do estado nutricional das plantas: Princípios, métodos e técnicas de avaliação do estado nutricional. 2ª edição. Piracicaba – SP. Editora Potafos, 1997. 319p.
MELLO, S.C.; VITTI, G.C. Desenvolvimento do tomateiro e modificações nas propriedades químicas do solo em função da aplicação de resíduos orgânicos, sob cultivo protegido. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 20, n. 2, p. 200 – 206, junho 2.002.
PEIXOTO FILHO, J.; FREIRE, M. B. G. S.; FREIRE, F. J.; MIRANDA, M. F. A.; PESSOA, L. G. M.; KAMIMURA, K. M. Produtividade de alface com doses de esterco de frango, bovino e ovino em cultivos sucessivos. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 17, n. 4, p. 419-424, 2013. http://dx.doi.org/10.1590/S1415- 43662013000400010.
RAIJ, B.van.; CANTARELLA, H.; QUAGGIO.J.A; FURLANI, A.M.C. Recomendações de adubação e calagem para o Estado de São Paulo. 2. ed. Campinas: IAC, 1997, 198p. (IAC. Boletim Técnico, 100).
RAIJ, B.van.; ANDRADE, J.C.; CANTARELLA, H.; QUAGGIO, J.A. (Eds.) Análise química para avaliação da fertilidade do solo. Campinas: Instituto Agronômico, 2001. 285p.
REIS, J.M.R.; RODRIGUES, J.F.; REIS. M. de A. Comportamento da alface crespa em função do parcelamento da adubação de cobertura. Global Science and technology. Rio Verde, v. 05, n. 2, p. 24-30, 2012.
RESENDE, G.M. de; ALVARENGA, M. A. R.; EISHI, Y. S.; SOUZA, R. J. de; MOTA, J.H.; CARVALHO, J. G. de; RODIGUES JUNIOR, J.C. Rendimento e teores de macronutrientes em alface americana em função da dose de nitrogênio e molibdênio em cultivo de verão. Ciencia e agrotecnologia, Lavras, v.33, n.1, p. 153-163. 2009.
RODRIGUES, E.T.; CASALI, V.W. Resposta alface a adubação organica II Teores conteudos e utilização de macronutrientes em cultivares. Revista ceres. UFV, Viçosa, v.45, n. 261, p. 437-449, 1998.
SANTIAGO, A. D.; ROSSETTO, R. Cana de açúcar: Adubação orgânica. Brasília-DF: Ageitec - Agência Embrapa de Informação Tecnológica, 2009. 3 p.
SANTOS RHS; SILVA F; CASALI VWD; CONDE AR. 2001. Efeito residual da adubação com composto orgânico sobre o crescimento AII Cardoso et al. Hortic. bras., v. 29, n. 4, out. - dez. 2011 599.
SHARMA, A. K.; SHARMA, A. M.; SHARMA, Y. M. Effect of irrigation, nitrogen and sulphur application on seed yield, quality and sulphur uptake by Indian mustard (Brassica juncea). Agriculture Science Digest, New Delhi, v. 14, n. 1, p. 63-67. 1994.
SILVA, F. A. M.; VILLAS BOAS, R. L.; SILVA, R. B. Resposta da alface à adubação nitrogenada com diferentes compostos orgânicos em dois ciclos sucessivos. Acta Scientiarum Agronomy. Editora da Universidade Estadual de Maringá (UEM) - EDUEM, v. 32, n. 1, p. 131-137, 2010.
SILVA, J. Pimenta: Adubação orgânica. Brasília–DF: Ageitec, Agência Embrapa de Informação Tecnológica, 2012. 2p. Disponível em: < http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/gestor/pimenta/arvore/CONT000gn0k9bxa02wx5ok0liq1mq28xtscp.html >. Acesso em 22/10/2017

Publicado

2020-07-28

Como Citar

Lobo, T. F., Grassi Filho, H., & Pigozzi Biudes, E. (2020). NITROGÊNIO ORGÂNICO E QUÍMICO NA CULTURA DA ALFACE. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 16(4), 71-79. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/ca/article/view/3397

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##