DISTRIBUIÇÃO DE RAÍZES DE SOJA, RESISTÊNCIA TÊNSIL E FRIABILIDADE DE AGREGADOS DO SOLO EM DIFERENTES SISTEMAS DE MANEJO

  • Esmael Lopes Dos Santos Centro Universitário - FAG
  • Leonan Felipe Maroneze Centro Universitário Filadélfia – UNIFIL
  • Douglas Henrique Tonsic Centro Universitário Filadélfia – UNIFIL
  • Natassia Magalhães Armacolo 3Universidade Estadual de Londrina – UEL
  • Maria de Fátima Guimarães Universidade Estadual de Londrina – UEL
  • Henrique Debiasi Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA
  • Julio Franchini Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA
  • Alvadi Antonio Balbino Jr. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA
Palavras-chave: plantio direto, haste sulcadora, soja

Resumo

Em consequência do atual estágio do Sistema de Plantio Direto é evidente alguns problemas inerentes, em que se destaca a compactação do solo na camada superficial. Contudo, qualidade estrutural do solo é desejável para o crescimento das plantas, assim como estabelecimento do sistema radicular. Objetivou-se avaliar a distribuição de raízes da soja, resistência tênsil e a friabilidade de agregados do solo em diferentes sistemas de preparo do solo com aplicação de gesso agrícola e uso de haste sulcadora na semeadora. O delineamento experimental foi constituído em esquema fatorial 2x2x2, dispostos em blocos ao acaso com três repetições. No estádio R2 da soja, foi realizada a coleta de solo para avaliação do sistema radicular nas profundidades de 0,0-0,05, 0,05-0,10, 0,10-0,20, 0,20-0,40 e 0,40-0,60 m, sendo que os valores de diâmetro (mm) e comprimento (cm) foram quantificados pelo software SAFIRA. Para determinação da resistência tênsil e friabilidade coletou-se monólitos de solo na parede das trincheiras, nas camadas de 0,0-0,2 m. As análises estatísticas foram realizadas por meio do programa Sisvar 5.3. A escarificação do solo seguida pela utilização da haste sulcadora, ocasionou perdas na qualidade física do solo, diminuindo a friabilidade dos agregados, e, possibilitando uma maior densidade do comprimento radicular (cm cm-3) na camada 0,0-0,20. O sistema plantio direto proporcionou uma maior densidade do comprimento radicular (cm cm-3) em camadas subsuperficias (0,20-0,40). A aplicação do gesso não alterou a resistência tênsil e a friabilidade dos agregados do solo. A utilização da haste sulcadora na semeadora proporcionou redução nos valores de resistência tênsil e a friabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-01-14
Como Citar
Dos Santos, E. L., Maroneze, L. F., Tonsic, D. H., Armacolo, N. M., Guimarães, M. de F., Debiasi, H., Franchini, J., & Balbino Jr., A. A. (2020). DISTRIBUIÇÃO DE RAÍZES DE SOJA, RESISTÊNCIA TÊNSIL E FRIABILIDADE DE AGREGADOS DO SOLO EM DIFERENTES SISTEMAS DE MANEJO. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 16(1), 19-28. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/ca/article/view/2861