ESPÉCIES DE UROCHLOA AFETAM DIFERENCIALMENTE A DISPONIBILIDADE DE FÓSFORO NO SOLO

  • Moniki Campos Janegitz UNESP - Botucatu / Brazil
  • Ciro Antonio Rosolem UNESP - Botucatu / Brazil
  • Natalia Rodrigues Ferreira-Eloy UNESP - Botucatu / Brazil
Palavras-chave: braquiária, disponibilidade de P, maximização de uso do P.

Resumo

Espécies de braquiária usadas como plantas de cobertura são promissoras como estratégia para melhorar a disponibilidade e ciclagem de P em semeadura direta. O objetivo desse trabalho foi estudar como espécies de braquiária afetam a disponibilidade de P no solo. O experimento foi conduzido em casa de vegetação com quatro espécies de Urochloa: Uroclhoa brizantha (cv. Marandu), U. decumbens, U. Humidicola, U. ruziziensis, mais um tratamento controle, sem plantas. As plantas foram cultivadas em tubos de PVC de 12,6 L por 50 dias e, após a colheita, a matéria seca, concentração e acúmulo de P foram avaliados. O solo foi dividido em rizosférico e não rizosférico e submetido às análises de P disponível, P microbiano e pH. O cultivo de braquiárias aumentou o P disponível e o pH do solo. A U. ruziziensis apresentou maior crescimento inicial, maior produção de matéria seca e maior absorção de P. Foi ainda a espécie que resultou em menor P disponível no solo, não diferindo da U. humidicola. Não houve diferença entre as espécies quanto ao teor de P na planta e o P microbiano no solo. O cultivo de braquiárias aumenta a disponibilidade de P extraído com resina e altera o pH do solo cultivado. Das espécies estudadas, a U. ruziziensis tem potencial para otimizar a disponibilização de P no solo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-12-19
Como Citar
Janegitz, M. C., Rosolem, C. A., & Ferreira-Eloy, N. R. (2017). ESPÉCIES DE UROCHLOA AFETAM DIFERENCIALMENTE A DISPONIBILIDADE DE FÓSFORO NO SOLO. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 13(2), 34-40. Recuperado de http://journal.unoeste.br/index.php/ca/article/view/1937